• Casa Cor

    Domingo, 29 de Maio de 2016

    Os arquitetos Ana Paula de Castro e Sanderson Porto, presentes na Casa Cor Goiás pela 15ª vez, assinam o projeto do Lounge 9, um espaço de 85 metros quadrados cheio de identidade e aconchego.

    As paredes do ambiente, que foi pensado para um fotógrafo viajante, foram revestidas com madeira ebanizada e palha natural. Foram trabalhados materiais cheios de expressividade com tonalidades neutras, além de obras de diversos artistas nacionais e do fotógrafo Lucas Santos.

    Do mobiliário de renomados designers, peças ícones brasileiras ganham destaque, trazendo ainda mais sofisticação ao Lounge.

    Partindo do princípio de sempre criar projetos que valorizem o conforto físico, social e psicológico, foram utilizadas para composições paisagísticas plantas para terrário e vasos com espécies próprias para ambientes fechados.

    O preto ganhou destaque com os materiais quartzo Pietra Grey aplicado em uma das paredes e o Negresco Vintage nos tampos dos móveis baixos.

    No piso, o porcelanato inspirado em mármore Carrara somado à iluminação do ambiente – com arandelas, colunas e luminárias de mesa – dão ao ambiente a elegância desejada.

    O toque funcional e de personalidade é dado pelos eletrodutos rígidos aparentes, utilizados para passagem de fiação e que permitem a fácil manutenção e instalação. O jeito moderno e irreverente de guardar os fios rompe com o senso e cria novas possibilidades de aplicação.

    Produtos Aldeia presentes neste ambiente: Porcelanato Bianco Carrara 60x180 Polido Portobello; Rodapé 70 Black 150x16mm Santa Luzia; Guarnição 70 Black 96x20mm Santa Luzia; Argamassa e Rejunte Portokoll.

    Imagens: Gesley Brasil.

    (0) Comentar
  • Casa Cor

    Sábado, 28 de Maio de 2016

    Após um tempo longe da Casa Cor Goiás, Karla Bittar e Eduardo Bittar retornam para a sua 8ª participação na mostra com a Sala de Banho "Espaço Aldeia", de 35 metros quadrados!

    A proposta é trazer um novo conceito aos banheiros, transformando-os em verdadeiros refúgios dentro de casa, suficientemente espaçosos e sofisticados.

    Na escolha dos acabamentos priorizaram materiais mais naturais, ecológicos e sustentáveis – as réguas e lâminas de bambu no piso e no teto, por exemplo, ajudaram a reforçar o aconchego do ambiente.

    Na área molhada, com chuveiros e banheira, há uma plataforma elevada revestida de porcelanato emoldurada por um mosaico cimentício que se assemelha a uma pedra bruta.

    A banheira, aliás, é uma das atrações do espaço, funcionando como uma chaise para ler um bom livro da pequena biblioteca ali instalada, junto da charmosa penteadeira e do pequeno jardim. As luminárias e as mesas de apoio dão suporte para esse uso.

    A bancada tradicional dá lugar a uma mesa de madeira onde são apoiadas as cubas, abajures e outros objetos necessários em um banheiro.

    A decoração contemporânea e cosmopolita apota no bem-estar, com um toque simples e poético do genuíno mobiliário brasileiro moderno.

    O layout simples, preciso e sem exagero tornam fáceis e prazerosas as atividades que podem ser realizadas no local.

     

    As cores neutras com leve aquecimento e o jardim tropical complementam a composição.

    Produtos Aldeia presentes neste ambiente: Porcelanato Carrara 120x120 Decortiles; Noeclassica Densitá Natural Demolição Neobambu; Folha Mobile Nodo Caramelo 30x7,5 Neobambu; Ecobrick Stone Capuccino 30x7,5 Castelatto; Ecobrick Stone Capuccino 45x15 Castelatto; Seixos Soltos Tigrados Palimanan; Banheira Elipsa Jacuzzi; Tomadas e Interruptores Bticino Linha Living-Light Anthracite; Rodapé 505 200x16mm Branco Santa Luzia; Argamassa e Rejunte Portokoll.

    Imagens: Gesley Brasil.

    (0) Comentar
  • Casa Cor

    Sexta-Feira, 27 de Maio de 2016

    Em sua estreia na Casa Cor Goiás, as arquitetas Flávia Araújo e Juliana uniram forças à veterana Ednara Braga, que participa pela 19ª vez da mostra, e projetaram a “Casa de Dina”, de 82 metros quadrados.

    O ambiente é uma homenagem à designer de interiores Ednara Braga e sua trajetória profissional ao lado de Flávio Paraguassú, companheiro de anos de trabalho que faleceu em 2015.

    Com o intuito de preservar o caráter cultural histórico do prédio onde a Casa Cor acontece este ano, a proposta é um espaço com conceito industrial inspirado em lofts nova-iorquinos, comuns nas décadas de 1960 e 1970, quando galpões eram transformados em espaços residenciais, respeitando as características originais e singulares dos edifícios.

    O tijolinho, por exemplo, que é parte da construção original do prédio, foi explorado e exposto como uma verdadeira obra de arte. Fazem parte também da casa o assoalho em madeira de demolição, a tubulação de cobre aparente e o revestimento cimentício que remete ao cimento queimado.

    Com pé-direito alto, a estante em aço corten desenhada pelas profissionais une os espaços, enquanto as bancadas completam o estilo industrial contemporâneo.

    Apesar do estilo despretensioso, o ambiente é sofisticado, tecnológico e ousado. A experiência sensorial, maior característica do projeto, acontece desde as superfícies e texturas, que são diversificadas e originais.

    O local ainda possui um jardim vertical dupla face com irrigação automatizada que também funciona como divisor de ambientes, podendo ser contemplado por toda a área íntima.

    Produtos Aldeia presentes neste ambiente: Piso Etrusco Chumbo 100x100 Castelatto; Revestimento Etrusco Chumbo 100x100 Castelatto; Argamassa e Rejunte Portokoll.

    Imagens: Gesley Brasil.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Quinta-Feira, 26 de Maio de 2016

    Há cerca de um ano, na cidade de Tielt-Winge, na Bélgica, uma torre de observação de madeira foi queimada por vândalos, o que causou tristeza para os moradores que a consideravam um marco local.

    Superando a tragédia, a cidade foi além e criou no lugar um monumento que desafia os limites da gravidade: é o Vlooybergtoren, uma torre-escada 11 metros de altura e 13 toneladas que flutua em direção ao céu!

    Segundo os autores, do escritório Close to Bone, trata-se de “uma guerra contra seu próprio peso”. Funcionando como um mirante para a floresta, a novidade é a nova sensação arquitetônica na região.

    Para que ela se mantenha em pé, apoiada somente no piso, os arquitetos calcularam manualmente as forças que agem em cada elemento, definido os formatos por meio das medidas máximas. Treliças de aço agem como vigas estruturais para aguentar tais forças e dois amortecedores protegem a base contra vibrações.

    Sem frescuras decorativas, a estrutura é toda revestida de aço cortén, material que se mantém à prova dos estragos do tempo. Pré-fabricada, levou apenas metade de um dia para ser instalada no local.

    Imagens: Kris Van Den Bosch / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Casa Cor

    Quarta-Feira, 25 de Maio de 2016

    Em sua quarta edição na Casa Cor Goiás, João Paulo Florentino cuidou do Jardim dos Jasmins, espaço com 104 metros quadrados.

    O arquiteto e paisagista mostra a mágica da arquitetura da flora em geral por meio de uma espécie bastante conhecida por sua forma poética e beleza escultórica: o jasmim.

    O ambiente destaca a importância de buscar a proximidade com a natureza em meio aos espaços construídos e comprova o conjunto de sensações benéficas proporcionadas pela presença do verde.

    No traçado do jardim aplicaram-se dois estilos distintos: a topiaria, que molda a vegetação em formatos geométricos, e a sucessão natural, que permite à natureza revelar-se de forma espontânea, diminuindo as interferências humanas no ambiente e a necessidade de manutenção.

    O pergolado metálico, criado especialmente para o ambiente, protege e traz sombra para a área de estar, criando uma atmosfera acolhedora de varanda.

    Uma grande novidade é a utilização do teto verde vegetado na cobertura, que cria uma estratégia de sustentabilidade, capaz de fornecer melhoria no conforto térmico no interior das construções e ainda transformar coberturas em espaços habitáveis.

    Em meio a todo o ambiente, um espelho d'água se distribui junto à vegetação, criando volumes e movimentos. No Jardim dos Jasmins ele foi utilizado revestido em pedras naturais e resina, formando tanques em diferentes profundidades.

    Produtos Aldeia presentes neste ambiente: Porcelanato Ibirapuera Mix Ext 20x120 Portobello; Seixos Soltos Tigrados Palimanan; Argamassa e Rejunte Portokoll.

    Imagens: Gesley Brasil.

    (0) Comentar
  • Casa Cor

    Terça-Feira, 24 de Maio de 2016

    Desde que abriu as portas ao público, a Casa Cor Goiás emociona e inspira o viver e o morar dos goianos. Em um clima super festivo, a exposição completa 20 anos no Estado e 30 anos da franquia Casa Cor no Brasil.

    Com o tema “Celebrar”, a mostra explora todas as possibilidades que um lar pode oferecer. O intuito é presentear os visitantes com vivências harmônicas para que experimentem o fascínio de ambientes inovadores e originais, que os sensibilizem para a transformação da sua casa em um espaço de celebração à vida!

    Junto com a Casa Cor Goiás, a Aldeia comemora suas duas décadas de vida e de participação na mostra goiana, este ano presente em 14 belíssimos que surpreendem pela beleza e criatividade! Vale a pena conferir!

    Foto: Jomar Bragança / Imagem: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 23 de Maio de 2016

    A Maggie's, instituição de tratamento e apoio ao câncer reconhecida no Reino Unido, inaugurou recentemente uma nova unidade na cidade de Manchester, projetada pelo premiado escritório londrino Foster+Partners.

    Todo feito de madeira e rodeado por vidros, o espaço está longe de parecer um hospital: possui acolhedores jardins que fazem com que os pacientes se sintam como se estivessem dentro da própria casa, apostando na arquitetura como parte da terapia.

    Organizado em um único andar com mezanino, perfil baixo similar ao das residências ao redor, o edifício é naturalmente iluminado por claraboias triangulares sustentadas por vigas de madeira.

    Essas estruturas agem suavemente como divisórias internas, dissolvendo a arquitetura aos jardins que circundam o espaço. Por todos os lados, a luz natural e o verde das plantas se faz presente.

    Cada sala de tratamento da porção leste possui seu próprio jardim privativo. A extremidade sul conta com uma estufa, onde os pacientes podem se reunir para a prática da jardinagem terapêutica. O paisagismo ficou por conta do Dan Pearson Studio.

    Corredores e identificações típicas de hospitais saíram de cena para proporcionar o clima de casa. A paleta combina cores suaves, vidro, madeira e superfícies táteis. Há espaços que incentivam reuniões, bibliotecas e salas de ginástica.

    O objetivo foi criar um edifício acolhedor, simpático e sem qualquer referência hospitalar. Um espaço cheio de luz, com vegetação, onde as pessoas possam se reunir, conversar ou simplesmente refletir.

    Imagens: Nigel Young / Foster+Partners / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 21 de Maio de 2016

    (X-Men: Apolcalypse, ação / ficção científica / fantasia, Estados Unidos, 2015)

    De Bryan Singer. Com James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence e outros.

    Também conhecido como Apocalipse, En Sabah Nur (Oscar Isaac) é o mutante original. Após milhares da anos, ele volta a vida disposto a garantir sua supremacia e acabar com a humanidade.

    Ele seleciona quatro Cavaleiros nas figuras de Magneto (Michael Fassbender), Psylocke (Olivia Munn), Anjo (Ben Hardy) e Tempestade (Alexandra Shipp).

    Do outro lado, o professor Charles Xavier (James McAvoy) conta com uma série de novos alunos, como Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan) e Noturno (Kodi Smit-McPhee), além de caras conhecidas como Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult) e Mercúrio (Evan Peters), para tentar impedir o vilão.

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Sexta-Feira, 20 de Maio de 2016

    Com a proposta de despertar uma nova maneira de olhar para a cerâmica, a DECORTILES reflete BRASILIDADE e o ORGULHO de um PRODUTO ÚNICO feito no Brasil. Unindo a necessidade de MORAR BEM com o desejo de AUTOEXPRESSÃO, traz produtos que respiram ARTE, MODA e ARQUITETURA. A paixão pelo DESIGN faz a marca ir muito além da decoração, buscando observar os MOVIMENTOS e as TRANSFORMAÇÕES do mundo.

    O resultado dessa busca constante são REVESTIMENTOS EXCLUSIVOS que combinam TECNOLOGIA com o RESGATE e a BELEZA do FEITO À MÃO, uma união que possibilita experiências além do universo material. As coleções Decortiles DESPERTAM os SENTIDOS mais profundos através de CORES, MATERIAIS e TEXTURAS!

     

    Avant Garde

    Inspirada pela paixão pelo CIMENTO, AVANT GARDE celebra a riqueza de TEXTURAS, NUANCES e GRAFISMOS dos diversos tipos do material. Do ESPATULADO ao CIMENTO DE DEMOLIÇÃO, as faces dos produtos são conectadas pela COR CINZA e suas variações.

     

    Carrara

    Ícones de TRADIÇÃO e ELEGÂNCIA, os MÁRMORES BRANCOS, especialmente o CARRARA, ganham NOVAS PROPORÇÕES e aproximam a cerâmica do NATURAL, reproduzindo com PERFEIÇÃO as BELAS e IMPONENTES placas extraídas da natureza. Ganham DESTAQUE na DECORAÇÃO de interiores e no DESIGN de peças e objetos e criam belas composições com materiais contemporâneos e urbanos como cimentos e metalizados.

     

    Mineral

    A PUREZA da matéria-prima revela uma BELEZA BRUTA, SIMPLISTA. A superfície do porcelanato faz referência à história de cada material, entre a tonalidade CINZA do puro GRANITO à NOBREZA da primitiva cor MARFIM. A arquitetura ganha DIFERENTES POSSIBILIDADES com os NOVOS FORMATOS, para mais LIBERDADE DE CRIAÇÃO.

    Venha até a Aldeia e encante-se com as coleções Decortiles!

    Imagens: Decortiles / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Quinta-Feira, 19 de Maio de 2016

    Marcando a abertura do evento “University’s New Life Sciences”, os jardins da Universidade de Bristol, na Inglaterra, ganharam recentemente uma obra de arte pública que representa a história da evolução do planeta.

    Criada pela artista Katie Paterson, com a colaboração dos arquitetos Zeller & Moye, o projeto Hollow é um espaço de meditação criado com amostras de 10 mil espécies de árvores, algumas delas com milhões de anos.

    É o resultado de uma pesquisa de três anos, que acabou formando uma das maiores coleções de espécies de árvores já vistas no Reino Unido, construída graças à generosidade de viveiros e colecionadores do mundo todo.

    A fachada assimétrica reflete as diferentes alturas das árvores, representando a diversidade de uma floresta.

    Ao entrar, é como se o visitante estivesse dentro da mata em miniatura, sentido o clima quente e denso e experimentando a monumental coleção de árvores ao seu redor.

    Logo acima, algumas aberturas no teto deixam a luz entrar, imitando como os raios de sol atravessam folhas e galhos.

    As amostras de madeira narram a história humana e do meio ambiente em todo mundo, com espécies de vários lugares, como a figueira indiana sob a qual Buda alcançou a iluminação, e a árvore de ginkgo, em Hiroshima, que sobreviveu a um dos episódios mais tristes da história.

    Algumas são incrivelmente raras, como fósseis de árvores como o cedro do Líbano, palma Phoenix e a methuselah, uma das mais antigas do mundo.

    Imagens: Max McClure / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: