• Arquitetura

    Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018

    A cada dia que passa mais pessoas têm se preocupado em criar um mundo mais sustentável e nós somos muito gratos por isso. O designer finlandês Robin Falck é um desses e criou uma cabana de 9m2, 100% sustentável e renovável, com zero emissões de poluentes. A cabine tem uma pequena cozinha e energia limpa: Do lado de fora foram instalados painéis solares fotovoltaicos.

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

    Ela foi criada para ser usada em festivais ou eventos  e não precisa de pregos ou parafusos.

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

    O designer finlandês Robin Falck criou a cabana Nolla a partir de soluções sustentáveis

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

    O mais incrível é que a cabana localizada na ilha de Vallisaari, em Helsinki, está disponível para aluguel no Airbnb. 

    Fonte: Casa Claudia

     

    (0) Comentar
  • Decoração

    Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018

    Falta pouco mais de 1 mês para o Natal e começar a pensar na decoração da ceia já uma das nossas atividades favoritas. A mesa é onde todos se reúnem e celebram o amor e magia que a data nos traz, por isso separamos 10 ideias do Pinterest para que esse momento seja ainda mais especial!

    Como montar uma mesa de Natal - Clique Arquitetura

    Winter Decorating Ideas, Best winter decor ideas, winter decor for after Christmas, winter decor

    Mix Christmas Day with Summer entertaining by adding a splash of gold to your wooden table. Thereâ??s nothing better than sitting outside in the sun with your loved ones on Christmas, so letâ??s celebrate it!

    Holiday Brunch

    decoração Mesa de natal com talheres dourados

    Therese Knutsen | CHRISTMAS TABLE SETTING

    Whether you're hosting an intimate dinner or having a feast, Tuesday Morning has all the essentials to get your Thanksgiving table decor feeling festive!

    Working on getting a little Christmas post together....but for real you guys...the struggle of a clean house is real!! I clean one room...move on to the next, come back 10 minutes later and the 4 little tornadoes have hit again! Can anyone else relate?!?â??â??ï¸?â??â??ï¸? regardless, this season is my favoriteâ?ºï¸? contrary to what you may think, I love the bright pop of color in my house at Christmas. It brings out my inner child or something . . . . . #christmasdecor #traditionalchristmas #mod...

    Aqui na Aldeia Acabamentos você encontra a linha #ALDEIACASA com lindas louças para encantar os convidados! Venham conferir!

    (0) Comentar
  • Pisos

    Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018

    O piso de madeira é um clássico e cada vez mais temos visto a sua utlização nos projetos, do rústico ao moderno. 

    Apesar de ser um material natural e de longa duração, sua durabilidade depende de alguns cuidados especiais que podemos fazer diariamente ou de tempo em tempo, como pode ser visto abaixo:

    1 - Não deixar submerso - A madeira em contato com a água a absorve e se expande. Isso porque a sua estrutura contém fibras que se hidratam com a umidade, assim, quando ela é excessiva a madeira atua como uma esponja, e seu tamanho se altera. Além de o piso ficar irregular podendo formar bolhas, a madeira poderá apodrecer e perder sua vida útil.

    2 – Não usar produtos químicos – A madeira não precisa de muitas manobras para ser limpa, assim, o piso de madeira não requer diversos produtos para deixá-lo higienizado. Deve-se evitar produtos químicos, como querosene, amônia e produtos de limpeza que criam um filme sobre o piso. Todos podem danificar as fibras da madeira ou causar manchas na superfície.

     

     3 – Não limpar com abrasivos – Nos cuidados com o piso de madeira deve-se evitar, também, fazer a higienização com produtos abrasivos. Saponáceos, palhas de aço e escovas muito duras podem causar riscos na superfície do piso e deixá-lo todo marcado. Evite a limpeza com qualquer coisa que possa agir como lixa no piso, prefira sempre a maciez para não agredir a madeira.

     

     4 – Não permitir a luz solar direta – O sol tem efeito sobre o piso de madeira descolorindo as suas fibras. Quando a luz do sol incide sobre uma parte do piso entrando pela janela ou uma porta. Essa parte atingida pela luz do sol pode ficar desbotada. Por isso, onde o sol incidir sobre o piso, prefira usar uma cortina ou então colocar um tapete para protegê-lo.

     

     5 – Colocar proteção nos pés dos móveis – O arrastar das cadeiras e a movimentação dos móveis pode arranhar a superfície da madeira, causando vincos superficiais ou mais profundos que vão marcar o piso. Esses riscos vão comprometer a aparência do piso e prejudicar o seu visual. A solução é proteger os pés dos móveis com capas de silicone, borracha ou feltro para reduzir o atrito e não permitir que se formem arranhões.

    6 – Manter a manutenção em dia – O verniz utilizado no piso dura por anos, porém, quando ele estiver ressecado ou começando a apresentar riscos é interessantes fazer a manutenção do piso de madeira e reaplicar o verniz para que ele possa fica protegido novamente. O verniz atua como uma proteção da madeira, tanto para não danificar as fibras como para impedir que ela absorva a umidade, isso vai conservar a sua vida útil garantindo mais durabilidade. 

     

    Pronto, agora é só cuidar do seu piso e deixar a casa ainda mais linda!

    Projeto: Marta Chrapka

     

    (0) Comentar
  • Exposições/ Mostras

    Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018

    Uma exposição incrível da fotógrafa Scott Brown acaba de desembarcar em Nova York.  A mostra destaca a influência da Pop Art nas ruas americanas e tem como título "Photographs 1956-1966. 

    A série reflete a visão de Venturi e Scott Brown em relação à arquitetura moderna que rejeitou o ornamento. Sua pesquisa articulou o simbolismo urbano, muitas vezes negligenciado pelos arquitetos. 

    A exposição "Photographs 1956-1966" permanece aberta na Carriage Trade Gallery até 22 de dezembro.

    Via: PLANE-SITE

     

    (0) Comentar
  • Decoração

    Domingo, 11 de Novembro de 2018

    A cada dia que passa mais pessoas se interessam em plantar o seu próprio alimento e é possível criar uma mini horta mesmo morando em um espaço pequeno.

    Nesse post a gente vai mostrar uma opção sustentável e muito simples de fazer criado pela designer Luisa Maciel. Nesse projeto ela usou o vaso cobogó, mas pode ser utilizado qualquer outro material vazado.

    Vamos ao passo a passo?

    Você vai precisar de: tijolo vazado cobogó, barbante de sisal, lixa para terracota, cola branca, veda borda, quatro estampas de tecido de algodão, botão, linha para bordado, papel cartão, saquinhos plásticos, terra para jardinagem, tesoura, quatro mudas.

    Você vai precisar de: tijolo vazado cobogó, barbante de sisal, lixa para terracota, cola branca, veda borda, quatro estampas de tecido de algodão, botão, linha para bordado, papel cartão, saquinhos plásticos, terra para jardinagem, tesoura, quatro mudas.

    Lixe o cobogó até que a superfície fique uniforme. Reserve.

    Lixe o cobogó até que a superfície fique uniforme. Reserve.

     

    Corte um dos tecidos na medida de 14 x 12 cm. Una as duas laterais maiores e costure, formando uma espécie de canudo. Faça o mesmo em uma das aberturas menores, originando um saquinho de 7,5 x 12 cm. Repita o processo com os três tecidos restantes. Reserve.

    Corte um dos tecidos na medida de 14 x 12 cm. Una as duas laterais maiores e costure, formando uma espécie de canudo. Faça o mesmo em uma das aberturas menores, originando um saquinho de 7,5 x 12 cm. Repita o processo com os três tecidos restantes. Reserve.

    Recorte uma tira de papel cartão com cerca de dois dedos de largura e com comprimento suficiente para “abraçar” o cobogó (aproximadamente 75 cm). Corte uma faixa de tecido da sua preferência com largura maior do que a tira de papel. Cole a tira no centro do tecido e encape-a. Alinhave para dar acabamento. Envolva o cobogó com a faixa e costure um botão para unir as duas pontas. 

    Recorte uma tira de papel cartão com cerca de dois dedos de largura e com comprimento suficiente para â??abraçarâ?? o cobogó (aproximadamente 75 cm). 
Corte uma faixa de tecido da sua preferência com largura maior do que a tira de papel. Cole a tira no centro do tecido e encape-a. Alinhave para dar acabamento. Envolva o cobogó com a faixa e costure um botão para unir as duas pontas.

    Hora de fazer as alças do vaso, se quiser pendurá-lo. Amarre tiras duplas de sisal em duas laterais paralelas do cobogó. Ate as quatro pontas do barbante, dando um nó na altura desejada. Reserve. 

    Hora de fazer as alças do vaso, se quiser pendurá-lo. Amarre tiras duplas de sisal em duas laterais paralelas do cobogó. Ate as quatro pontas do barbante, dando um nó na altura desejada. Reserve.

    Pegue um saquinho plástico e faça um pequeno furo na base, importante para escoar a água. Preencha-o com terra de jardinagem até a metade. Coloque a muda e complete a embalagem com mais terra. 

    Pegue um saquinho plástico e faça um pequeno furo na base, importante para escoar a água. Preencha-o com terra de jardinagem até a metade. Coloque a muda e complete a embalagem com mais terra.

    Acomode os saquinho nas capas de tecidos e então encaixe-os nos espaços vazados do cobogó. Prontinho! 

    Acomode os saquinho nas capas de tecidos e então encaixe-os nos espaços vazados do cobogó. Prontinho!

    Agora é só cuidar da horta!

    Agora é só cuidar da sua horta e garantir temperos frescos e saborosos para as refeições em casa.

    Via: Arquitetura e Construção

    Fotos: Divulgação/BIO Comunicação

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Sábado, 10 de Novembro de 2018

    Existem comidas que têm o poder de nos telestransportar para outros lugares do mundo e o Roll Vietnamita é uma delas. O prato é feito de legumes grelhados e homus de beterraba e é ideal para quem quer uma canapé leve e delicioso!

    Receita: roll vietnamita de legumes grelhados e homus de beterraba (Foto: ARTE: STUDIO MR JOBIM)

    Vamos à receita?

    Ingredientes:

    - 500g de abobrinha desfiada

    - 100 g de grão de bico

    - 3 colheres de sopa de azeite

    - 500g de cenoura desfiada

    - broto de beterraba

    - 500g de berinjela desfiada

    - 5 unidades de beterraba

    - 4 unidades de folha de arroz

    - 1 unidade de limão para suco

    - Sal e pimenta à gosto

    - 1 colher de sopa de alecrim

    Modo de preparo:

    1 - Em uma frigideira, salteie no azeite os legumes separadamente, temperando com sal, pimenta e alecrim. Os legumes não podem cozinhar e devem permanecer crocantes. Depois de salteados, misture cuidadosamente todos eles.

    2 - Bata o grão de bico com a beterraba, o suco de limão, o azeite, o sal e a pimenta com auxílio de um liquidificador até formar um creme homogêneo

    3 - Hidrate as folhas de arroz molhando-as com a mão para que fiquem maleáveis.

    4 - Recheie as folhas de arroz com os legumes, enrolando como um wrap. Em seguida, corte o rolo na espessura de até 5cm e coloque na bandeja.

    5 - Pingue o homus de beterraba e decore com um broto de beterraba.

     

    Receita via: Casa Vogue

    (0) Comentar
  • Sexta-Feira, 09 de Novembro de 2018

    Ainda sem saber o que fazer no final de semana? Aproveite o tempo livre para assistir no cinema o filme Bohemian Rhapsody, que narra a história incrível da banda Queen e toda a trajetória de exageros e sucesso do vocalista Freddie Mercury, que transcende o tempo e sua morte.

    Resultado de imagem para bohemian rhapsody filme

    Além do belíssimo trabalho dos atores, a semelhança física entre a ficção e realidade são impressionantes. O filme nos transporta para a época de ouro da banda e ainda nos proporciona assistir uma reprodução da icônica apresentação do Queen no evento beneficente Live Aid.

    Assistam o trailer:

     

    (0) Comentar
  • Louças e metais

    Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018

    O arquiteto Marcelo Diniz trouxe para a CASACOR São Paulo três cubas de pedra apoiadas em um balanço de couro e torneiras que simulam bicas d'água para o Banho Público.

     

    Juntos os elementos remetem à natureza, com a água fazendo o seu curso de forma poética e acolhedora.

     

    Projeto: Marcelo Diniz para CASACOR São Paulo.

    Aqui na Aldeia você encontra os melhores metais e cubas para o seu projeto! 

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Quarta-Feira, 07 de Novembro de 2018

    Lançado em 1995 e reimpresso dois anos depois, a autobiografia do arquiteto e urbanista Lucio Costa (1902-1998), Registro de uma vivência, esgotou e desde então não teve nova edição.

    Autobiografia de Lucio Costa ganha nova edição (Foto: Reprodução)

    Costa foi um dos pioneiros da arquitetura moderna no país, responsável pelo Plano Piloto de Brasília. Também assinou projetos como o Parque Guinle e o plano urbanístico do bairro Barra da Tijuca, ambos no Rio de Janeiro

    O livro reúne textos, depoimentos, cartas, desenhos, croquis, projetos e fotografias que cobrem toda a trajetória do autor. Agora, mantendo o projeto gráfico da obra original, o livro será relançado pela Editora 34 (em coedição com Edições Sesc SP), com apresentação de Maria Elisa Costa, filha de Lucio.

    O evento de lançamento da obra será na Livraria Travessa de Ipanema, no Rio de Janeiro, hoje, quarta-feira (7), a partir das 19 horas.

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Terça-Feira, 06 de Novembro de 2018

    Os arquitetos do estúdio MaliArts, do México, desenvolveram um projeto para proteger animais que estão ameaçados de extinção em grandes cidades e, além disso, trazer mais natureza para as metrópoles.

    O estúdio MaliArts criou as casinhas em três partes: uma para acolher, outra para dar água e outra para alimentar (Foto: Sergio López/ Reprodução)

    A maioria das abelhas que vivem em ambientes urbanos não encontram muitas flores para a polinização e/ou não possuem uma rainha ou colônia, o que faz com que elas não produzam mel ou cera. As chamadas de abelhas solitárias, não causam danos e não possuem ferrões e podem ser muito mais produtivas do que as que vivem em colméias. A espécie Osmia bicornis, por exemplo, chega a polinizar 120 vezes mais do que as produtoras de mel.

    Assim o projeto denominado de Refúgio, oferece tudo que esses insetos procuram na natureza: água, abrigo e comida. 

    Os insetos se alimentam por um pequeno buraco na estrutura.

    Os insetos se alimentam por um pequeno buraco na estrutura (Foto: Sergio López/ Reprodução)

    O bebedouro é de cerâmica e argila (Foto: Sergio López/ Reprodução)

    O bebedouro e o alimentador são de cerâmica e argila vermelha.

    Os pequenos buraco são como as caminhas das abelhas  (Foto: Sergio López/ Reprodução)

    Já o abrigo consiste em vários módulos feitos de pinho e madeira coberta com óleo natural, enquanto seu telhado é de cerâmica. 

     

     

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: