• Coifas

    Quinta-Feira, 25 de Agosto de 2016

     

    A FRANKE não cria produtos para preencher espaços vazios nas cozinhas e lavanderias, e sim para fazer com que as pessoas sorriam, se surpreendam e sintam o máximo de bem-estar. Com INOVAÇÃO e QUALIDADE a marca traz confiança, conveniência e conforto para qualquer projeto.

    Coifas

    Ter uma cozinha limpa e sem odores é o sonho de qualquer consumidor. As COIFAS Franke possuem alta capacidade de extração e baixo nível de ruído, que proporcionam TRANQUILIDADE e SATISFAÇÃO para toda a família.

    Cooktops

    Os COOKTOPS Franke transformam qualquer cozinha. Com design MODERNO e acabamento de primeira, eles combinam com todos os estilos. Além disso, possuem acendimento automático e um sistema de segurança avançado que atendem às necessidades de uma vida moderna.

    Fornos

    O DESIGN ITALIANO e o acabamento impecável dos FORNOS Franke se aliam à alta tecnologia e um excelente sistema de segurança, completando as razões para o consumidor fazer a escolha certa.

    Venha até a Aldeia e deixe-se encantar pelos produtos Franke!

    Fonte: Franke.

     

    (0) Comentar
  • Louças e metais

    Quarta-Feira, 24 de Agosto de 2016

    Com foco em peças que primam pelas CURVAS e DELICADEZA, a DECA sempre apresenta NOVIDADES e TENDÊNCIAS em produtos que se adaptam a qualquer tipo de projeto.

    Pensando nisso, trouxe para o mercado as linhas DECA FLEX e DECA FLEX PLUS, que se destacam por seu design CLEAN e excelente CUSTO-BENEFÍCIO.

    A Deca Flex possui acionamento por CRUZETA, garantindo maior precisão na abertura e fechamento e linha completa de produtos para banheiro, cozinha, jardim e tanque, com abertura de ¼ de volta para os misturadores, torneiras e ducha higiênica, proporcionando CONFORTO ao usuário.

    Já a Deca Flex Plus tem acionamento por ALAVANCA com um toque suave, deixando as peças ainda mais delicadas. O portfólio desta linha contempla produtos para o banheiro e cozinha, todos com abertura de ¼ de volta.

    Venha até a Aldeia e conheça mais sobre os produtos Deca!

    Fonte: Deca.

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Terça-Feira, 23 de Agosto de 2016

    E se uma construção feita com garrafas pet fosse reconhecida com um selo ambiental? Foi o que aconteceu com o edifício Ecoark, que alcançou a certificação LEED Platinum, o nível mais alto do selo americano.

    O Ecoark é um pavilhão construído de acordo com o conceito dos 3 Rs – Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Utilizando tijolo feito com garrafas pet, tem a metade do peso de um edifício convencional, com o diferencial de resistir a fenômenos da natureza como terremotos e furacões.

    Inaugurado em 2010 em Taipei, Taiwan, o Ecoark foi projetado pelo arquiteto Arthur Huang, diretor da empresa Miniwiz – Sustainable Energy Development. O edifício ocupa uma área de 2.186 metros quadrados e foi construído com 1,5 milhão de tijolos em forma de garrafa feitos de garrafas pet recicladas.

    Possui anfiteatro, salão de exposições e espaço para museu distribuídos em três pavimentos, equivalentes a nove andares. A estrutura com 28 metros de altura é completamente desmontável, permitindo-se desmontá-la para montar em outro local.

    Mais conhecidos como Polli-Bricks, estes tijolos de garrafas pet foram moldados permitindo um perfeito encaixe das células, o chamado Brick-Cell. A estrutura modulada em forma de colmeia é presa por uma malha metálica e uma peça de acrílico revestida de uma substância não inflamável para proteger os Polli-Bricks do fogo e das tempestades.

    As garrafas PET foram deixadas vazias, pois Huang acredita que o ar é o melhor isolamento térmico, deixa passar a luz, reduzindo a utilização de iluminação artificial.

    O Ecoark recebeu a certificação LEED Platinum, concedida no Brasil pelo Green Building Council Brasil. Além do critério de sustentabilidade na reutilização de garrafas pet, o edifício também utiliza água da chuva em seu sistema de resfriamento, além de contar com placas solares para abastecimento da iluminação LED nas fachadas.

    Fonte: Sustentarqui

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Terça-Feira, 23 de Agosto de 2016

    Destaque no mercado quando o assunto é confecção artesanal de MOSAICOS em madeira certificada, a OCA BRASIL aliou-se à Valchromat, marca portuguesa que introduziu no mercado europeu a evolução do MDF, com painéis de fibras de madeira coloridas naturalmente e unidas entre si com resina especial. Este material passou a ser usado em aplicações nas áreas da arquitetura e design e está presente em todos os revestimentos da linha CONCRETA.

    Nada é mais concreto, mais REAL que uma linha, uma cor, uma superfície. A coleção Concreta traz em si a intenção de socializar e difundir o bom DESIGN, como fizeram os precursores do movimento concretista nas artes plásticas brasileiras do século passado.

    Munida de régua e compasso, a arte intervém na produção industrial MODERNA, a fim de que os objetos saídos dessa indústria sejam também obras de arte.

    Padrões diversos de mosaicos foram concebidos como ferramentas para que cada cliente seja o artista do seu próprio painel, mesclando formas GEOMÉTRICAS puras com a força das cores.

    Cores predominantes, secundárias e terciárias presentes em montagens regulares ou irregulares possibilitam a concretização de murais INÉDITOS.

    Com essa surpreendente coleção, a Oca Brasil traz soluções INOVADORAS em revestimentos para parede, fabricados a partir do uso responsável de matérias primas renováveis.

    Assim, na linguagem da arte, as formas geométricas perdem o caráter objetivo da geometria para se fazerem veículo da IMAGINAÇÃO.

    Venha até a Aldeia e deixe solte a sua imaginação com os produtos Oca Brasil!

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Segunda-Feira, 22 de Agosto de 2016

    Um jardim zoológico projetado para ser um novo ambiente de conservação, educação e pesquisa de espécies naturais: esta foi a proposta do projeto de arquitetura sustentável Adelaide Zoo, criado em 2010, na cidade de mesmo nome na Austrália.

    Para integrar a entrada da cidade com a do Zoológico foram construídos vários pátios interligados, criando uma transição natural e conexão física entre as estradas, parques e vias navegáveis, e dando acesso seguro a cafés e exposições ali realizados.

    Segundo o escritório de arquitetura responsável pelo projeto, todo o paisagismo foi pensado considerando-o como espaço público original para o povo australiano. O telhado verde funciona como uma cobertura ao abrigo dos animais selvagens, além de promover a intensificação da biodiversidade. Paredes vivas com plantas nativas também fazem parte deste ambiente.

    O projeto Adelaide Zoo atua como uma plataforma para a investigação em curso sobre o potencial de modelos alternativos de forma construída, para apoiar e promover ecologia urbana, gerir as águas pluviais e permitir um desempenho mais eficiente na geração de energia solar.

    Sobre a gestão da água, o projeto de arquitetura sustentável Adelaide Zoo incorpora uma série de iniciativas de conservação de água: tanques de concreto para captação de água de chuva; os chamados “jardins de chuva”, depressões baixas plantadas com plantas nativas que captam água de chuva por escoamento de superfícies pavimentadas, filtrando-a naturalmente e armazenando-a em tanque subterrâneo.

    Fonte: http://www.condominiosverdes.com.br

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Domingo, 21 de Agosto de 2016

    Os queridinhos cupcakes ficaram para trás. O doce da vez é o “raindrop cake”, vendido pelo cozinheiro Darren Wong no Smorgasburg, famosa feira gastronômica no bairro de Williamsburg, em Nova York.

    A sobremesa tem inspiração em um prato japonês, feito de forma semelhante. A receita de Wong, no entanto, leva água mineral e ágar-ágar, uma substância extraída de algas marinhas rica em minerais e vitaminas.

    Apesar de saudável, o gosto não é nada emocionante: a principal característica do bolo é a sua textura, que deve ser combinada com melaço e castanhas. O prato ainda deve ser devorado dentro de meia hora. Caso contrário, acaba derretendo por completo.

    Por US$ 8 cada (o equivalente a R$ 29), o quitute vem dividindo opiniões. No Instagram, um usuário achou “sem surpresa, tem gosto de água”, enquanto outro comentou que “parecem com implantes de silicone”.

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Música

    Sábado, 20 de Agosto de 2016

    Completando 40 anos de carreira e com um trabalho sempre calcado na vanguarda, Ney Matogrosso está de volta a Goiânia para o show “Atento Aos Sinais”, dia 20 de agosto, às 21h, no Teatro Rio Vermelho.

    O show apresenta uma roupagem pop/rock onde Ney traz interpretações singulares para clássicos do seu repertório e novos compositores, como é o caso de Criolo.

    O espetáculo conta ainda com um repertório cuidadosamente selecionado, que inclui obras como Vida Louca, de Lobão, Roendo as Unhas, de Paulinho da Viola, Fico Louco, de Itamar Assumpção, e Oração, de Dani Black, música que inspirou o título da turnê. Também estão no set list canções de Caetano Veloso, Vitor Ramil e Dan Nakagawa.

    No palco, Ney Matogrosso estará acompanhado de Sacha Amback (direção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), Maurício Almeida e Maurício Negão (guitarra), Aquiles Moraes (trompete) e Everson Moraes (trombone).

    Fonte: https://www.curtamais.com.br / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Paisagismo

    Sexta-Feira, 19 de Agosto de 2016

    Kokedama é uma antiga técnica japonesa de cultivo na qual não utilizamos nenhum tipo de vaso ou jardineira. Etimologicamente, “koke” significa musgo e “dama” quer dizer bola. Trata-se, portanto, de uma planta cultivada em uma bola de musgo.

    Possui alguma semelhança com a técnica de cultivo dos bonsais já que ambas retêm uma pequena porção de terra. Mas diferentemente destes, os cuidados das kokedamas são muito mais simples. Elas encantam qualquer espaço e o melhor de tudo, não existem duas iguais.

    O interessante de se cultivar as kokedamas não é somente devido à sua funcionalidade de cultivo, mas também a sua estética; elas fornecem a alegria e a harmonia do verde tanto dentro como fora de casa.

    As kokedamas aceitam tanto plantas de interior como as de exterior. Mas para que durem bastante tempo, escolha as espécies para interior, que não precisam da luz direta do sol. Também é muito importante que as plantas escolhidas tenham um crescimento lento, caso contrário elas rapidamente ocuparão todo o substrato e as raízes acabarão saindo para o exterior.

    Mas vamos às espécies: podemos utilizar samambaias, líquens, plantas florais, suculentas, silvestres, aromáticas, pequenas árvores etc.

    O primeiro passo é misturar os substratos: 3 partes de turfa e 1 parte de akadama (especial para bonsais). Umedeça a mistura com água e forme uma bola de um tamanho adequado para o tamanho da planta. Essa bola servirá de suporte para as raízes e fornecerá nutrientes.

    Em seguida faça um buraco em seu interior para introduzir a planta, pressione bem e cubra a bola com o musgo. O mais apropriado é o musgo sphagnum (utilizado para jardins verticais), capaz de reter 20 vezes seu peso em água.

    Com um fio ou corda vá dando voltas na bola e fazendo pequenos nós para que o suporte seja mais estável. É interessante escolher um fio fino de algodão da mesma cor que o musgo para que fique menos visível. Ou também podemos fazer o efeito contrário: trabalhando com contrastes, prenda o musgo com uma corda grossa de uma cor chamativa que choque com o verde do musgo.

    Por último mergulhe a bola em água morna até que deixe de soltar bolhas. Quando isso acontecer, simplesmente deve tirá-la e permitir que escorra bem.

    Pronto! Viram como é simples?

    Fonte: http://www.monicacipelli.com.br

     

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Quinta-Feira, 18 de Agosto de 2016

    Um projeto amplo com vista para o Oceano Atlântico: assim é a casa de Daniela Mercury, que acaba de ser reformada, localizada em Salvador, na Bahia. Fã da decoração portuguesa, caracterizada pelos azulejos coloridos e marcantes, um dos destaques do projeto são os revestimentos DECORTILES, paginados em diferentes ambientes do projeto.

    Como uma típica casa praiana, os ambientes oferecem aconchego e tranquilidade, em um visual CLEAN e ELEGANTE que mescla toques de decoração COLONIAL e CONTEMPORÂNEA. Dentre os elementos com inspiração europeia, destaca-se o BLACK SEA 20x20 cm, presente em toda a fachada da varanda principal. Com mescla de tonalidades azul, verde, laranja e bege, as peças revelam a beleza da arte da azulejaria que ornamenta ao longo dos séculos monumentos e obras arquitetônicas.

    O design tradicional português também compõe o interior da casa. No estúdio de dança, a fachada é revestida pelo PATCHWORK BLUE 15x15 cm, revestimento que representa a diversidade decorativa dos pequenos azulejos. Na ampla suíte do casal, o destaque é a madeira, apresentada em móveis, piso e paredes, além do pé direito duplo, outra característica europeia. Tábuas pintadas e lixadas do material natural – aplicadas acima da cabeceira da cama – são retratadas no porcelanato ECOVILLA 20×120 cm, uma releitura do trabalho manual sob a matéria-prima, revelando as camadas da madeira.

    Nas áreas íntimas, o piso é revestido pelo ECOPÁTINA 20x120 cm. Inspirado no efeito artesanal da pátina sobre madeira nobre, o produto une o aconchego e calor dos tons naturais de marrom com a pureza e elegância do branco, em um design leve, atemporal e minimalista. Nas paredes úmidas, foram adotadas as pastilhas SICIS LIQUID 30x30 cm e SICIS VINTAGE 30x30 cm, em tons que variam do azul claro ao transparente e apresentam a beleza e luxo dos mosaicos de vidro.

    A influência portuguesa é marcante na suíte de visita, composta por piso e bancada em BLUE MEMORY 60 x 60 cm¸ porcelanato que homenageia ladrilhos e azulejos antigos, uma lembrança da cultura que resiste ao tempo e perduram vivos nos dias atuais.

    Na Aldeia você encontra esses e outros produtos Decortiles!

    Fonte: Decortiles.

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Quarta-Feira, 17 de Agosto de 2016

    Há mais de 20 anos a MOSARTE se destaca como referência em DESIGN, ganhando reconhecimento no mercado pela satisfação dos clientes e por meio de premiações internacionais. Com uma energia revigorante, está sempre empenhada em criar mais e inovar, na busca incessante pelo novo e pelo belo. Com coleções SURPREENDENTES e cheias de CHARME, as peças Mosarte enobrecem qualquer projeto!

    Decô Semplice Preto

    Com traços inspirados na Art Déco, principalmente nos grandes vitrais, esse produto é formado por um kit de duas peças que criam combinações DINÂMICAS que podem ser explorados em diversos ambientes, inclusive em divisórias e cabeceiras.

    Fabros Semplice Preto

    Fabros é um revestimento vazado com linhas ORGÂNICAS, formado por um módulo triangular. Seu desenho se origina a partir de círculos tangentes concordantes, que se encaixam de forma plástica e justa lembrando um sistema de engrenagens.

    Flip Semplice Preto

    O produto Flip possui um design MODERNO que combina dois hexágonos rotacionados. O kit é composto por duas peças vazadas que permitem a interação do produto com a superfície aplicada.

    Flow Semplice Preto

    O design dessa peça é inspirado em uma geometria CLÁSSICA, a árvore da vida. Essa peça cria um desenho contínuo e orgânico, permitindo diferentes paginações.

    Fonte: Mosarte.

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: