• Pisos

    Terça-Feira, 16 de Novembro de 2010

    Aldeia Novembro Especial

    (0) Comentar
  • Pisos

    Quarta-Feira, 10 de Novembro de 2010

    Saiba como escolher o revestimento ideal para sua obra!

    Revestimento Goiânia

    Em uma obra, os revestimentos cerâmicos, sejam eles porcelanatos, pisos ou azulejos, costumam representar de 2 a 3% do seu valor total, e seus principais objetivos são proteger, preservar a construção e embelezar a obra. Portanto vale a pena o investimento.

    Compre o produto com a idéia de manutenção e limpeza em mente, é importante levar em consideração esses aspectos, para facilitar os cuidados do dia-a-dia de sua casa. Lembre que revestimentos de qualidade refletem na durabilidade do produto, e consequentemente na beleza do ambiente em que ele está aplicado.

    Para escolher os revestimentos das salas e quartos, o ideal é tentar combina-los com as tonalidades das madeiras dos móveis, deixando o ambiente mais harmônico e homogênio. As peças maiores também funcionam melhor nesse tipo de ambiente.

    Revestimento Sala

    Nas cozinhas, revestimentos grandes (40x40cm) também são mais recomendados, pois proporcionam menor área de rejunte, o que facilita a limpeza. Prefira cores claras, especialmente a cor branca, pois passa um aspecto de limpeza.

    revestimento cozinha

    Para o banheiro e piscinas, a grande novidade são as pequenas pastilhas de vidro, que podem ser encontradas em diversas cores e dão um charme especial ao acabamento.

    revestimento banheiro

    Algumas peças de cerâmica e porcelanato imitam texturas tais como madeira, pedra e tecido, assim, se você não quiser ter que se preocupar com manchas e cuidados específicos para diferentes materiais, são uma ótima opção!

    Revestimento Madeira

    Em caso de dúvidas não exite em entrar em contato com a Aldeia. Contamos com uma equipe altamente especializada e pronta para oferecer o melhor em projetos para o seu lar.

    As fotos dessa matéria são de projetos da arquiteta Kerley Melo.

    Todos os revestimentos das fotos você encontra na Aldeia Acabamentos, em Goiânia.

    fontes: piso e revestimento

    terra

    (0) Comentar
  • Pisos

    Terça-Feira, 26 de Outubro de 2010

    Com desenhos inspirados na arte e na arquitetura moderna brasileira, a Mosarte lança a sua nova coleção, que está a venda exclusivamente na Aldeia.

    A beleza das formas retas e orgânicas, dos arcos e dos ângulos são os grandes protagonistas dos revestimentos da coleção Arte Moderna. Os desenhos homenageiam a arquitetura e a arte moderna brasileira, transcendendo o conceito decorativo e o elevando a um patamar mais sofisticado que convida à contemplação.

    Resultado de ampla pesquisa e estudo sobre o portifólio da arte e arquitetura moderna brasileira, o design dos produtos foram inspirados nas obras de Oscar Niemeyer, Nauro Jorge Esteves, Lúcio Costa, Cândido Portinari e Athos Bulcão. Além de outros artistas e arquitetos que participaram do importante movimento modernista iniciado na década de 30 e que se estende aos anos 50 com o início da construção de Brasília.

    Foram criadas seis padronagens de mosaicos exclusivos para paredes e um modelo para pisos e paredes. A coleção Arte Moderna apresenta ainda variedade de cores e totaliza dezenove opções de produtos ao todo, permitindo sua aplicação em diferentes formas.

    Revestimentos:

    Niterói: Feito com a tecnologia de corte em jato d´água, o Niterói é um revestimento inspirado na arquitetura do Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói. Formado por módulos quadrados e arcos desencontrados, o relevo fica ainda mais evidente devido às alturas diferentes de sua superfície permitindo compor diferentes paginações. Está disponível em mármore crema marfil (crema) e bianco piguês (bianco) e em madeira certificada pelo Ibama (legno). A versão Niterói Crema pode ser usada em paredes internas e externas. Já as opções em bianco piguês e madeira, somente para paredes de áreas internas.

    Pampulha: Feito com a tecnologia de corte em jato d´água, as formas orgânicas de Niemeyer e a pintura exuberante de Portinari foram as grandes fontes de inspiração que originaram o mosaico Pampulha. Repleto de arcos que provocam movimento e se encontram de forma contínua e elegante, sua superfície tridimensional apresenta relevos angulados. Exclusivo para paredes nas cores bege (em limestone europeu, para paredes internas e externas), Nero (em Nero Marquina absoluto, para paredes internas) e Piguês (em Bianco Piguês para paredes internas).

    Itamaraty: Feito com a tecnologia de corte em jato d´água, os arcos do Palácio do Itamaraty – obra do arquiteto Oscar Niemeyer - inspiraram a criação deste revestimento, que é uma versão sem relevo e com fuga do Mosaico Pampulha, nas cores Bege e Piguês. Pode ser usado em paredes e pisos em contato com a água, em áreas internas ou externas.

    Alvorada: Feito com a tecnologia de corte em jato d´água, o design deste revestimento revela as formas orgânicas dos pilares do Palácio da Alvorada, em Brasília, projetado por Oscar Niemeyer. É uma composição de formas sincronizadas e harmônicas com curvas que ficam ainda mais evidentes com o relevo regular de sua superfície. O Alvorada é feito em mármore nas cores mix bege (travertino clássico e crema), piguês (bianco piguês), nero (nero marquina absoluto) e em madeira certificada pelo Ibama, na cor Legno. O Alvorada Nero, Piguês e Legno são exclusivos para paredes internas, enquanto o Alvorada Mix Bege pode ser usado em paredes externas também.

    Buriti: O design deste revestimento é uma referência ao Palácio Buriti, projetado pelo arquiteto Nauro Jorge Esteves. Apresenta desenhos geométricos que se destacam ainda mais devido aos seus relevos inclinados na superfície. É produzido em mármore bianco thassos, crema marfil e nero marquina. O Buriti Crema pode ser usado em paredes internas e externas. Já o Buriti Nero e Thassos somente em paredes internas.

    Metrópole: Com design moderno e contemporâneo, o revestimento Metrópole é composto por barras de várias dimensões, onde o relevo é ainda mais evidente pela diferença marcante de espessura. Remete à volumetria das grandes cidades e seus edifícios, com as características linhas retas do traçado urbano, levando ao ambiente sofisticação e bem-estar. Está disponível em mármore bianco thassos e em madeira certificada pelo Ibama. Indicado para ambientes secos e internos, com uso exclusivo para paredes.

    Capanema: Feito com a tecnologia de corte em jato d´água, este revestimento foi criado para homenagear o arquiteto Lúcio Costa que projetou o edifício Capanema no Rio de Janeiro. Pequenas formas trapezoidais montadas simetricamente formam um relevo que simula uma superfície rítmica e tramada, inspirada na fachada principal deste edifício. Feito em mármore na cor crema para revestir paredes externas e internas e bianco thassos para revestir paredes internas.

    (0) Comentar
  • Pisos

    Terça-Feira, 26 de Outubro de 2010

    Confira as fotos do terceiro dia do evento Aldeia Verde. Clique nas imagens para ampliar. Com a imagem ampliada, clique nela para fechar.

    (0) Comentar
  • Pisos

    Segunda-Feira, 25 de Outubro de 2010

    Veja como foi o segundo dia do evento Aldeia Verde, em Goiânia. Clique nas imagens para ampliar. Com a imagem ampliada, clique nela para fechar.

    (0) Comentar
  • Pisos

    Sexta-Feira, 22 de Outubro de 2010

    Confira as fotos do primeiro dia do Aldeia Verde, que contou com palestra de representante da Lepri. Clique nas imagens para ampliar. Na imagem ampliada, clique novamente para fechar.

    (0) Comentar
  • Pisos

    Quarta-Feira, 13 de Outubro de 2010

    O Programa Di Casa fez uma cobertura do evento Aldeia Verde. O evento foi realizado na Aldeia nos dias 14, 15 e 16 de Setembro, voltado para profissionais de arquitetura, design de interiores e alunos desses respectivos cursos, contando com palestras dos representantes da Oca Brasil, Lepri e Roca sobre o tema Acabamentos Sustentáveis. Confira:

    (0) Comentar
  • Pisos

    Sexta-Feira, 03 de Setembro de 2010

    Para fazer sua inscrição, clique aqui.

    (0) Comentar
  • Pisos

    Sexta-Feira, 23 de Julho de 2010

    A Lepri é a única empresa brasileira que recicla lâmpadas fluorescentes para a produção de pisos, revestimentos, ecopastilhas e ecomadeiras

    A Lepri é a empresa pioneira no mercado de cerâmicas a reutilizar lâmpadas fluorescentes recicladas. O primeiro momento foi na produção do esmalte que cobre a Linha Orgânica Mediterrânea, o que rendeu o Prêmio Planeta Casa, da revista Casa Claudia, em 2006. Após mais pesquisas e desenvolvimentos, a Lepri conseguiu utilizar o vidro reciclado das lâmpadas também na massa de uma nova linha de ecocerâmicas. Com isso, a empresa passou a reciclar mais material do que antes e alcançou mais um benefício para a natureza: a redução da emissão de poluentes, graças à redução da temperatura de queima desses produtos. Em seguida, com a união das duas tecnologias, a Lepri lançou a primeira linha de ecopastilhas do país.

    A Lepri recicla um material que demoraria, pelo menos, 200 anos para ser absorvido pela natureza. Em 2009, a Lepri lançou as "ecopastilhas biológicas", dando continuidade a linha sustentável, essas novas ecopastilhas são confeccionadas a partir da reciclagem de nova matéria prima, das cinzas provenientes da queima da lenha das olarias e cerâmicas da região. A Lepri é a primeira indústria de cerâmica a produzir produtos ecologicamente corretos e a se preocupar com o meio ambiente. É a certeza de estar adquirindo um produto de grande versatilidade para a personalização do seu ambiente, de extrema qualidade, de muito bom gosto e, acima de tudo, ecologicamente correto. Fonte: www.lepri.com.br Encontre Lepri na Aldeia Materiais de Acabamento!

    (0) Comentar
  • Próximos posts
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: