• Pisos

    Quinta-Feira, 16 de Agosto de 2018

    Nenhum texto alternativo automático disponível.

    Uma das novidades aqui da Aldeia é o porcelanato Track, desenvolvido especialmente para a área externa. Ele é resistente ao peso, tem versatilidade na aplicação, é resistente às diversas condições climáticas e o mais incrível é que ele possui espessura de 2cm, o que permite que ele possa ser aplicado diretamente no solo, ou seja, não precisa de cimento no assentamento! Demais né? O piso ainda tem 3 opções de cores lindas! 

     

    (0) Comentar
  • Viagem

    Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018

    Os turistas que visitam as montanhas de Ba Na, no centro do Vietnã, podem se sentir carregados por deuses ao passear pela Ponte Dourada. Inaugurada em junho deste ano, a nova ponte está segura por duas mãos de pedra que parecem segurá-la.

     Localizada na cidade de Da Nang, a escultura fica dentro do jardim Thien Thai, no topo das montanhas Ba Na, a 1400 metros acima do nível do mar e tem cerca de 150 metro de comprimento.

    O projeto, assinado pelo Sun Group, demorou, aproximadamente, um ano para ser construído e custou o equivalente a dois bilhões de dólares, isso inclui ainda a decoração natural ao longo do passeio – diferentes flores coloridas iluminam o caminho dos turistas.

    A Cau Vang pertence a um complexo de pontos turísticos, que incluem um parque de diversões, mini teleférico e um museu de cera.

    Imagem relacionada

     

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Terça-Feira, 14 de Agosto de 2018

    Ainda que seja muito simples construir uma composteira caseira, o impacto ambiental é grande! Confira como criar uma com as dicas de Cristal Muniz:

    Quando se fala em sustentabilidade, uma das questões-chave é como lidar com os resíduos. Ainda que o primeiro passo, fundamentalmente, deve ser tentar reduzir ao máximo a geração de lixo e subprodutos, é impossível chegar ao zero. Sendo assim, o segundo passo é dar o destino mais apropriado, com o máximo de reaproveitamento.

    Quando se trata de resíduos orgânicos, o desafio é ainda maior. Diferente de plástico e papel, que podem ser reciclados, o destino dos orgânicos é mais complexo: a decomposição para utilização como adubo para hortas e jardins. É aqui que entram as composteiras, dispositivos que podem ser feitos em casa e que dão o destino correto e ecológico ao lixo doméstico da cozinha, ajudando o meio ambiente.

     (Reprodução/CASACOR)

    Na CASACOR São Paulo 2018, composteiras foram usadas para reaproveitar os resíduos orgânicos e produziram três toneladas de adubo, que foram distribuídos aos visitantes. Marcelo Rosenbaum, um renome na arquitetura contemporânea, foi um dos pioneiros a adotar esse sistema em sua casa. Ainda que seja muito simples construir uma composteira doméstica, o seu impacto ambiental é grande. Cristal Muniz, blogueira e autora do livro Uma vida sem lixo, explica o passo a passo para começar a fazer sua própria compostagem! Confira:

    Como fazer sua composteira

     (Reprodução/CASACOR)

    A composteira é, basicamente, um recipiente de decomposição, porém, não são todos os materiais orgânicos que podem ser colocados nela. Restos de alimentos, talos e casca de verduras e frutas não cítricas, cascas de ovo e borra de café são muito bem-vindos, assim como folhas e grama fresca e alimentos cozidos em pequenas quantidades. Carnes e fezes de animais podem gerar mal cheiro e contaminação do adubo.

    Em casa:

     (Reprodução/CASACOR)

    1. Primeiro faça um buraco na terra, com aproximadamente 0,5 m² (ou o tamanho apropriado para armazenar a quantidade de lixo orgânico gerado pelos moradores) e 30 cm de profundidade. Para que as paredes não desabem, placas de madeira ou uma caixa sem fundo são bons suportes.
    2. Sem espalhar, coloque os resíduos orgânicos até preencher o espaço. Para evitar o mal cheiro, cubra-os com bastantes folhas secas e serragem.
    3. Como uma planta, regue sua composteira se fizer muito sol ou calor porque a umidade ajuda a acelerar a decomposição.
    4. Quinzenalmente, revire o material para aerar a mistura. Isso também ajuda a decomposição ocorrer mais rápido.
    5. Ao final de algumas semanas, o resíduo se transforma em uma terra escura e fofa, muito nutritiva para ser utilizada como adubo.

    Em apartamento: 

     (Reprodução/CASACOR)

    Em espaços limitados e compactos, também é possível fazer compostagem. Neste caso, usa-se a composteira de minhocas. Ela é pequena e quase não produz odores.

    1. A composteria de minhocas funciona com três andares, que podem ser feitos com caixas ou baldes de plástico ou madeira, furados na base. Pelas perfurações, as minhocas podem circular e o líquido gerado pode ser drenado.
    2. O andar do topo é onde os resíduos devem ser depositados e cobertos com serragem e folhas secas. A mistura deve ficar “descansado” por aproximadamente um mês, sempre mantendo a umidade para acelerar a decomposição e impedir que as minhocas morram.
    3. Durante o tempo de descanso, o andar do topo passa para o meio e o do meio vai para cima, começando outro ciclo de armazenagem.
    4. O andar debaixo serve para armazenar o líquido que escorre.
    5. Ao final de mais ou menos um mês, o adubo estará pronto para ser usado. Para retirá-lo, coloque a composteira no Sol, o que fará com que as minhocas cavem mais fundo buscando menos calor, assim é possível retirar o adubo aos poucos sem prejudicar as minhocas.
    6. O líquido do andar de baixo também é um ótimo fertilizante, basta diluir na razão de 1 parte de líquido/10 partes de água e regar as plantas uma vez por semana.

    Observações: é importante sempre cobrir cada camada de material orgânico com serragem e folhas secas para evitar mal cheiro e insetos indesejáveis, como moscas. Pequenas formigas e besouros eventualmente aparecerão, mas eles também são úteis na compostagem.

     

    Repost: Site Casacor

     

     

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 13 de Agosto de 2018

    O começo da nossa semana merece um produto para quem quer autenticidade e versatilidade!

    A imagem pode conter: mesa e área interna

    Inspirado na arquitetura dos antigos horreos, a linha Trama é uma releitura moderna deste tipo de construção, onde era necessária a entrada de ar e iluminação para a conservação dos materiais armazenados. 

    Aqui na ALDEIA você encontra diversas opções para o seu projeto. Não deixe de nos visitar e conhecer as novidades! 

    (0) Comentar
  • Geral

    Domingo, 12 de Agosto de 2018

    Hoje é dia de abraçar quem constrói os melhores dias de sua vida. 

    Imagem relacionada

    Parabéns a todos os pais da nossa Aldeia pelo seu dia e por todos os dias de nossa vida! 

    (0) Comentar
  • Decoração

    Sábado, 11 de Agosto de 2018

    Agora que você já sabe o que preparar para o almoço do Dia dos Pais a mesa precisa estar adequada ao cardápio escolhido. Acredite, uma mesa organizada faz toda a diferença no clima do ambiente, deixando tudo muito mais requintado e harmonioso. Vale pontuar também o quanto é gratificante decorá-la para ocasiões especiais, principalmente quando nos dedicamos para fazer uma mesa que encha os olhos de todos os participantes.

    A imagem pode conter: comida

    Na ALDEIA você encontra diversas opções da linha Aldeia Casa para a sua mesa e aqui no blog a gente te conta as principais dicas e regras para montar mesas perfeitas, tanto formais, quanto informais. Confira:

     

    Kit básico para mesa posta

     

    Sousplat ou jogo americano (Cor neutra.);

     

    Uma toalha de mesa branca lisa e uma estampada;

     

    Guardanapo; 

     

    Anel porta guardanapo; 

     

    Taças;

     

    Talheres;

     

    Pratos.

     

    Disposição dos itens na mesa posta informal

     

     

    1. Sousplat ou jogo Americano – Eles protegem a mesa da temperatura, além de deixar a apresentação mais elegante formando uma moldura no prato, devem ser colocados dois dedos acima da borda da mesa. 

     

    2. Faca – Fica posicionada ao lado direito do prato, com a lâmina voltada para dentro. 

     

    3. Garfo – Sempre posicionado à esquerda do prato. 

     

    4. Taça para água – Ao lado direito do prato. (A faca aponta para a taça.)

     

    5. Guardanapo – Ao lado do garfo, a esquerda, ou no centro do prato ou até mesmo abaixo do prato.

     

    6. Prato principal – O prato principal pode ser :

     

    Prato fundo – É indicado para servir sopas e caldos em geral, é ideal para receitas que levam mais molho. Use-o se for servir, por exemplo, risoto ou massa. O bowl ou “tigela” é uma opção mais confortável para servir sopas ou refeições que contém molho abundante.

     

    Prato raso – Mais comum no nosso dia a dia, já é chamado de prato de mesa. Alguns possuem as bordas mais elevadas para evitar que a comida escorregue para fora na hora do corte da carne, por exemplo.

     

    Prato de salada ou sobremesa – ideal para frutas, aperitivos, queijos e sobremesas em geral.

     

    Disposição dos objetos na mesa posta formal

     

     

    7. Talheres de sobremesa – Estes ficam acima do prato e devem seguir a sequência: faca, com a lâmina voltada para o prato, garfo e colher. A faca e a colher ficam com o cabo virado para a direita e garfo com o cabo virado para a esquerda.;

     

    8. Taça de vinho tinto;

     

    9. Taça de vinho branco;

     

    10. Colher – Também fica posicionada ao lado direito, depois da faca. (Quando a refeição for liquida);

     

    11. Faca para peixe;

     

    12. Garfo para peixe;

     

    13. Prato para pão com faca de manteiga que deve ser colocada diagonalmente, no topo do prato da manteiga, com a lâmina voltada para baixo.

     

    Posicionamento para mesa posta de café da manhã

     

     

    Regras para organização da mesa posta

     

    Se optar pelo jogo americano, não utilize a toalha de mesa, e vice versa.

     

    Os arranjos florais não devem ser tão altos a ponto de bloquear o contato visual dos convidados.

     

    Velas que exalam perfume não devem ser colocadas na mesa.

     

    Quando a mesa for pequena, disponha apenas os pratos, talheres, guardanapos e taças. Deixe as travessas com a refeição em um aparador ou mesa de apoio.

     

    Os adereços da mesa devem estar sempre limpos, se houver uma mancha de sujeira se quer, não use.

     

    Siga uma paleta de cores para gerar harmonia à composição, cuidado para não carregar demais as cores, as estampas também merecem atenção especial.

     

    Evite colocar itens na mesa como: garrafas de refrigerante, pote de nescau, pote de manteiga e etc. Isso acaba com o charme da mesa, por mais simples que ela possa ser.

     

    Dicas

     

    Coloque um guardanapo de papel dentro do guardanapo de tecido, ele serve para as convidadas tirarem o batom ou descartar chiclete e etc. Eu já recebi alguns convidados que se sentiram constrangidos em sujar o guardanapo de tecido. Essa é uma solução pratica.

     

    Se você não possui muitas opções de anel porta-guardanapos, abuse das dobraduras.

     

    Você pode usar desde um raminho de alecrim até uma flor para decorar o porta-guardanapo.  

     

    Use sua criatividade para deixar a mesa mais elaborada. Vale usar papel, fitas de cetim, mini lousas, livros, paginas… Vá testando e descubra novas combinações.

     

    Personalize identificadores de lugar, para os convidados se sentirem especiais. 

     

    Experimente decoração de mesa posta temática. Ex: Noite do hambúrguer, noite das massas, dia de cachorro quente, rodízio de pizza e etc.

     

    Mesa posta, via: Maiara Costa

     

     

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018

    A culinária goiana possui forte ligação com as cozinhas mineira e baiana. Ainda assim, a comida goiana consegue ter um gosto único e carregar toda a originalidade da região. A panelinha é um prato típico que consiste na mistura de algumas carnes com arroz. Ela é super versátil, conquistando seu espaço também no mundo gourmet. Acompanhe, passo a passo, a receita desse prato típico da mesa dos goianos em versão gourmet, onde ganhou um toque especial de frutos do mar. 

     Panelinha de Frutos do Mar:

     Resultado de imagem para panelinha  frutos do mar receita

    Ingredientes:

    • 100g de lula
    • 100g de mexilhão
    • 100g de polvo
    • 150g camarão rosa médio sem casca
    • 200g de tilápia
    • 400g arroz pré-cozido
    • 50ml azeite
    • 100ml molho de tomate
    • 1 pitada de colorau
    • 150g pimentão colorido
    • 1 alho
    • Cebola a gosto
    • 1 tomate médio
    • 30g sal
    • Pimenta de cheiro

     

    Modo de preparo:
    Coloque o azeite em uma panela, leve ao fogo e acrescente o camarão, a lula, o polvo e o mexilhão. Deixe os frutos do mar no fogo por, no máximo, três minutos. Reserve os primeiros ingredientes e, no caldo deles, acrescente o alho, a pimenta de cheiro, a cebola em cubos, o pimentão e um pouco de água. Coloque a tilápia no molho e, para dar mais consistência no sabor, coloque o coloral e o molho de tomate.

    No molho finalizado com sal coloque os frutos do mar que já estavam prontos com o arroz pré-cozido. Leve todos os ingredientes para uma panela de barro e, mesmo derramando até a tampa, vale colocar ingredientes decorativos para decorar por cima do conteúdo da panelinha.

     

    A Panelinha é um prato muito saboroso e uma opção prática para o almoço de Dia dos Pais. Aproveite para comemorar com muito sabor o dia dele!

     

    Receita: Larissa Vilela Luciano, para o JA1

     

     

     

     

     

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018

    Vários são os modelos e as possibilidades para se projetar uma escada, mas a escada Santos Dumont parece meio maluca se comparada às demais! Na verdade, esse modelo é muito prático e ideal para economizar espaço e, ainda, é mais seguro e muito mais confortável que a maioria das escadas que temos como alternativas para um espaço pequeno.

    Resultado de imagem para as escadas Santos Dumont

    A história oficial da origem da escada é muito interessante, embora controversa. Ela leva o nome do seu criador, Santos Dumont, o famoso pai da aviação. Há duas delas em sua casa em Petrópolis. Chegou-se a pensar que se tratava de superstição porque a escada obriga a dar o primeiro passo com o pé direito, mas há outra no interior da casa cujo início é pelo esquerdo.

    Seu maior mérito é conciliar maior inclinação que uma escada convencional (ou seja, subir mais ocupando menos espaço) garantindo conforto e segurança na subida e na descida. Para isso, seus degraus apresentam recortes que variam entre a pisada esquerda e direita, e por isso, ao projetá-la, se torna indispensável detalhar minuciosamente sua execução. Além de cumprir a função, muitos projetos abusam do formato e criam novos padrões, formas e ainda, tornam-nas multifuncionais, agregando estantes, adegas, gavetas e armários. Como os degraus podem ser do tipo bandeja ou do inteiros também se observa uma gama de materiais: desde convencional tijolo até modelos de pura madeira ou com estrutura metálica e degraus de madeira ou chapas metálicas.

    Ela não é indicada para um fluxo muito grande de pessoas porque só pode ser usada por uma pessoa de cada vez. Fora isso, é uma solução genial para espaços muito pequenos, garantindo a eficiência e um design exclusivo! Confira, abaixo, projetos com boas ideias que utilizam esta solução:

    passo dopo passo

     Foto: Pinterest/Reprodução

     Foto: Pinterest/Reprodução

    101 amazing loft stair for tiny house ideas

     Foto: Pinterest/Reprodução

     Foto: Pinterest/Reprodução

    imagem51

     Foto: Pinterest/Reprodução

     

    Via: Archdaily

     

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Quarta-Feira, 08 de Agosto de 2018

    Consegue imaginar um futuro renovável e 100% sustentável? Cada vez mais iniciativas surgem para mostrar que o sonho é possível! 

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

    O designer filandês Robin Falck criou a cabana Nolla a partir de soluções sustentáveis, com zero emissão de poluentes. Localizada na ilha de Vallisaari, em Helsinki, capital da Finlândia, o projeto serve para questionar a maneira como vivemos e mostrar que é possível construir uma casa com emissão zero de carbono.

    A Nolla foi pensada como solução de moradia sustentável para festivais ou eventos – ela não precisa de parafusos ou pregos, pois é montada como um quebra cabeça. A cabine tem 9m², dois colchões de camping, uma pequena cozinha e energia limpa – painéis solares fotovoltaicos estão instalados na parte externa.

    O designer finlandês Robin Falck criou a cabana Nolla a partir de soluções sustentáveis

     (Reprodução/Robin Falck)

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

     

    A hospedagem inteira de madeira pode ser alugada no Airbnb por 131 reais a noite. Que tal?

     

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

     

     

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Terça-Feira, 07 de Agosto de 2018

    O homem busca cada vez mais aproximar o industrial dos materiais naturais, se conectando ainda mais com a natureza. A clássica pedra italiana traz para dentro dos lares a beleza e suavidade dos veios de calacatta, que em suas nuances acinzentadas ornam perfeitamente com as atuais superfícies em metal prateado, gerando inúmeras possibilidades para decoração em qualquer ambiente.

    Nenhum texto alternativo automático disponível.

     (Foto: Instagram/Reprodução)

    As imponentes dimensões do porcelanato ampliam os ambientes e proporcionam a estética contínua da pedra. 

     

    A imagem pode conter: mesa e área interna

     (Foto: Favaro Jr.)

    Seguindo as inspirações geométricas, a linha Polygon apresenta volumes e textura Calacatta também em concreto arquitetônico!

     

    Inspire-se: 

    Calacatta-Royal 18" x 36" Glazed Rectified Porcelain Tile

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

    Bancada pia cozinha marmore calacata  A Alonso Mármores produz peças em pedras naturais ou industrializadas sob medida de acordo com seu projeto.  Orçamento online: http://www.alonsomarmores.com.br/  PS: Este não é um projeto da Alonso Mármores, mas pode servir de inspiração para o seu projeto! Consulte-nos sobre alternativas disponíveis  #MarmoreCalacata #MarmoreCalacatta #MarmoreCalcuta #MarmoreBranco #PiaMarmoreCalacata #BancadaMarmoreCalacata #CozinhaMarmoreCalacata

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

    Calacatta marble kitchen by Ben Kennedy Building

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

    Fabulous Room Friday 12.06.13

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

    Com veios marcantes, a textura Calacatta se assemelha aos mais valiosos mármores, aliado com a volumetria das peças da Castelatto pode criar ambientes clássicos com um toque contemporâneo. Revestimento Etrusco Colors Calacatta - Produção Castelatto - Foto: Favaro Jr.

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

    Mobilia Espelhada na Decoração 4

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

    Merola Tile Classic Calacatta 18 in. x 18 in. Ceramic Floor and Wall Tile (11.3 sq. ft. / case)-FPE18CLC - The Home Depot

     (Foto: Pinterest/Reprodução)

     

     

     

     

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: