• Cultura

    Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018

    Imagem relacionada

    Esse lindo mural dos brasileiros Os Gêmeos faz parte de um museu ao ar livre chamado MAUA, o primeiro de arte urbana ampliada, criado para propor itinerários culturais inéditos em bairros menos conhecidos de Milão. A visita real estende-se para os smartphones de cada pessoa que passa pelas 50 obras espalhadas pela cidade, animando e transformando-as também em arte digital através do aplicativo Bepart. 

    (0) Comentar
  • Iluminação

    Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018

    Uma luminária que ajuda plantas a viverem mais, é a novidade do escritório de design BIG em colaboração com a Artemide.

    BIG cria luminária que ajuda plantas a viverem mais (Foto: Divulgação)

    Batizada de “Gople”, a luminária transparente, em forma de pílula, promete nutrir o ambiente, aumentando a vida das plantas e também a percepção dos humanos. O segredo está na combinação entre tecnologia e técnicas artesanais. Enquanto as cúpulas são de vidro soprado, a lâmpada é RWB, que emite tons de vermelho, branco e azul, o que ajuda as plantas a crescerem, especialmente em ambientes internos e torna os espaços mais agradáveis para os humanos, emocionalmente e fisiologicamente também.

     

    (0) Comentar
  • Piscinas

    Domingo, 21 de Outubro de 2018

    A área social integrada ao jardim e à piscina formam um ambiente agradável para compartilhar bons momentos! Aqui na ALDEIA você encontra os melhores produtos para revestir sua piscina! 

    A imagem pode conter: planta e atividades ao ar livre

    Paisagismo: Rodrigo Oliveira

    Foto: Tuca Reinés

    (0) Comentar
  • Curiosidades

    Sábado, 20 de Outubro de 2018

    Após despontar como um dos principais cartões postais de Rondônia, a passarela do Novo Espaço Alternativo, em Porto Velho, concorrerá ao prêmio de melhor projeto de Arquitetura em uma das categorias da XXI Bienal Panamericana de Arquitetura de Quito, no Equador. O evento ocorrerá de 19 a 23 de novembro, sendo considerado um dos mais importantes do continente americano. Participam da Bienal países das Américas Central, Latina, do Norte e do Sul.

    Passarela do Espaço Alternativo concorrerá a prêmio na Bienal de Arquitetura, no Equador

    A passarela é parte do projeto do Novo Espaço Alternativo, construído pelo governo de Rondônia, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos, ao longo da avenida Jorge Teixeira, com a extensão de 2,5 quilômetros, no trecho entre o Hospital de Base e o Aeroporto Governador Jorge Teixeira.

    O arquiteto Lorenzo Max Gvozdanovic Villar, do DER, autor do projeto, foi quem o inscreveu na categoria Projeto Urbano e Design da Paisagem por entender que o Espaço Alternativo cumpriu seu papel social de espaço público ao agregar toda a comunidade de Porto Velho em torno dele. “É uma intervenção urbana de grande alcance onde a população despertou novamente seu orgulho para nossa terra de Rondônia, elevando sua auto estima e elegendo este espaço como representante do novo espírito da cidade”, afirmou.

    Ainda conforme o arquiteto, o sucesso da passarela com a aceitação popular foi o maior incentivo para inscrevê-la na Bienal. Ressaltou que o ambiente é um dos principais pontos de encontro da cidade, no qual estima-se que cerca 50 mil pessoas visitam o local aos finais de semana para a prática de atividades esportivas, além de encontros, passeios e comemorações.

    Para o diretor-geral do DER, Luiz Carlos Katatal, a Bienal será oportunidade de mostrar Rondônia para o mundo, em especial a cidade de Porto Velho. “Críticos de arquitetura, autores, profissionais e academias estarão analisando o projeto da passarela que atendeu as exigências dos organizadores do evento e ficará exposta ao universo da arquitetura americana.

     

    Via: Rondoniagora

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2018

    O edifício mais alto do mundo, com 472 metros de altura, será construído próximo ao Central Park, em Nova York, nos Estados Unidos.

    Nova York terá o edifício residencial mais alto do mundo (Foto: Reprodução)

    Com o nome Central Park Tower, o prédio projetado pelo escritório de arquitetura Adrian Smith + Gordon Gill Architecture e o interior por Rottet Studio terá vista para o famoso parque que inspira o seu nome. 

    As vendas das unidades foram anunciadas recentemente pela incorporadora Extell Development Company, responsável pela empreitada, e além das residências, o prédio terá espaços de lazer, uma loja Nordstrom de 29 700 m² e sete andares, onde também funcionará a sede da rede americana de lojas de departamento.

    (0) Comentar
  • Palestras

    Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2018

    A ALDEIA recebeu vários profissionais de arquitetura para um workshop com o diretor da Castelatto Gabriel Bertolacci sobre inovação. 

    A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e terno

    A imagem pode conter: comida e área interna

    A imagem pode conter: flor, planta e comida

    A imagem pode conter: flor

    A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

    A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e área interna

    A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna

    Foi um prazer receber todos aqui em uma noite tão especial e repleta de conteúdo! 

    (0) Comentar
  • Madeira

    Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2018

    A imagem pode conter: área interna

    As mais belas reservas naturais inspiram na busca por uma vida mais próxima às nossas origens. As madeiras regionais, com sua coloração envelhecida, fazem novas e belas composições com outros materiais de estética neutra. O formato 9,5x120 cm, mais alongado e sofisticado, cria novas possibilidades de decoração. Inspire-se:

    20 banheiros decorados com porcelanato que imita madeira

    Ð?изайн инÑ?еÑ?Ñ?еÑ?а Ñ?палÑ?ни, Ñ?Ñ?илÑ? - Ñ?кандинавÑ?кий: Ñ?оÑ?о, идеи дизайна, каÑ?алог - oselya.ua

    piso rustico para area interna - Pesquisa Google

    Cozinha de madeira misturando o tradicional com o moderno

    (0) Comentar
  • Redes Sociais

    Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018

    Um dos talentos em ascensão que foi destaque na 100% Design, durante o Festival de Design de Londres, é a Inglesa de descendência Indiana, Majeda Calarke e sua pesquisa do fazer manual pelo mundo.

    Jovem designer resgata técnicas indianas de tear (Foto: Divulgação)

    A jovem designer trabalha com diferentes tecidos, sempre tomando o cuidado para desenvolver um trabalho manual, sustentável e que, acima de tudo, resgate e valorize técnicas de povos ancestrais. “Há algo sobre o ato de fazer tecido à mão que me conecta a uma longa linha de tecelões que, ao longo da história, se sentaram em frente a um tear. É uma tradição antiga que está desaparecendo em um mundo de produção em massa e perfeição fabricada”, sentencia a jovem dedigner. 

    Jovem designer resgata técnicas indianas de tear (Foto: Divulgação)

                                    (Foto: Divulgação)

    Jovem designer resgata técnicas indianas de tear (Foto: Divulgação)

    Em seu perfil @majeda_clarke, ela compartilha não só seus trabalhos, como também nos dá uma noção de sua visão de mundo, com fotos lindas ao redor do mundo. Segue lá!

    (0) Comentar
  • Paisagismo

    Segunda-Feira, 15 de Outubro de 2018

    A grande tendência do ano de 2018, sem dúvida, é transformar o lar em um espaço de reconexão e equilíbrio. No geral, as plantas fizeram um baita sucesso este ano e a necessidade de ter plantas em casa continua mais forte do que nunca!

    Por isso, projetos de arquitetura que integram o paisagismo são cada vez mais valorizados e se tornam um diferencial para os profissionais da área. Então, trouxemos 8 técnicas de paisagismo que você precisa conhecer e aplicar nos seus projetos desde já!

    Jardins externos

    1. CONHECER A TERRA

    Quando seu projeto envolve um jardim ou mesmo plantas em vasinhos dentro de casa, o primeiro passo para pensar o que pode ser feito é conhecer o lugar. É importante saber o tipo de terra do jardim, a frequência de chuvas, a incidência de luz solar na casa e a umidade dos ambientes.

    Assim, é mais fácil saber que tipo de planta vai se adaptar melhor ali. Sem essas informações, seu jardim não será saudável, pode dar muita mão de obra e acabar morrendo, mesmo com todos os cuidados. Vasos dentro de casa também não sobrevivem por muito tempo se estiverem no lugar errado, sendo que, às vezes, só a mudança de cômodo — e, consequentemente, de condições climáticas — já melhora a saúde da planta.

    paisagismo

     

    2. PLANTAR EM VASOS

    O uso de vasos é uma opção interessante para quem vai cultivar dentro ou fora de casa. A vantagem deles é a mobilidade para trocar de lugar ou levar embora em uma mudança. Além disso, os vasos podem ter várias texturas e podem ser feitos de diferentes materiais.

    Os mais tradicionais são de cerâmica, mas é interessante também optar por materiais metálicos ou reaproveitar peças de madeira como pallets — assim, eles também podem fazer parte da decoração e combinar com o restante da mobília no ambiente.

    3. APOSTAR EM BANCOS E MESAS NOS JARDINS

    Ter um jardim em casa é um privilégio que deve ser aproveitado ao máximo. Dispor bancos e mesas aqui faz a família aproveitar o ambiente de forma mais completa. Dessa forma, o jardim se transforma em um espaço incrível para fazer refeições mais demoradas reunindo várias pessoas ou em um lugar tranquilo e fresco para ler e relaxar. Com os móveis certos, este pode virar um ambiente muito mais útil do que decorativo.

    Só tenha atenção para o material em que a mobília foi produzida. Mesas e bancos externos precisam ser feitos de materiais que resistam ao sol e à chuva. Madeira ou ferro são bons exemplos que vão bem com o aspecto bucólico do jardim.

    4. FAZER CAMINHOS

    Ainda seguindo a ideia de integrar os moradores e o jardim, é importante ter um caminho para que todos possam aproveitar o lugar sem pisotear as plantas que foram colocadas ali. Os caminhos ondulados são mais longos para uma caminhada e criam um visual bem bonito expondo todas as espécies cultivadas.

    Os caminhos podem ser feitos de pedras soltas ou de cimento contínuo. O importante é que ele seja acessível e que as plantas com espinhos ou folhas pontiagudas não fiquem por perto para machucar quem passa. Imagine que a família vai usar o jardim mas também vai receber visitas que não conhecem bem o lugar e podem acabar se machucando.

    5. TER ATENÇÃO COM OS PISOS

    Não se pode esquecer também que os pisos precisam ser pensados com cuidado. Eles ficam expostos às intempéries do clima e podem acabar cedendo, por isso, é importante investir em revestimentos de qualidade para evitar esses problemas. Os caminhos e algumas partes do jardim podem ser feitas de madeira, pedras ou outros tipos de pisos.

    É recomendável que o chão embaixo das cadeiras e mesas tenha um revestimento porque é uma área de grande circulação e é inevitável transformar a grama em barro em poucos meses. O piso evita essa formação e mantém o lugar com um aspecto mais limpo, conservado e mais fácil de limpar.

    paisagismo

     

    6. USAR PLANTAS DENTRO DE CASA

    Casas que não possuem área externa também podem abrigar plantinhas. É fácil determinar as espécies que podem ser cultivadas em pequenos vasinhos dentro de casa, sempre com a preocupação de conhecer as condições climáticas com antecedência.

    Essas plantas podem compor uma pequena horta de temperos frescos — é a chance de saber exatamente a procedência dos seus ingredientes. Também podem ser espécies decorativas como flores ou suculentas. Essas últimas precisam de poucos cuidados e são ótimas para pessoas sem tempo ou experiência com jardinagem.

    Para ambientes fechados, palmeiras são ótimas opções, já que não precisam de muita luz solar e vivem com pouca água.

    7. FAZER JARDINS VERTICAIS

    Em apartamentos pequenos, a criatividade tem que ser explorada ao máximo para utilizar todos os espaços. Uma saída prática para trazer as plantas para dentro de casa é fazer um jardim vertical. Ele ocupa um espaço provavelmente abandonado, embeleza a casa e pode ser usado para plantar uma hortinha, chás, flores cheirosas ou pequenas suculentas.

    O jardim vertical serve como decoração ou como uma peça útil para a cozinha. Além disso, ele pode ficar em varandas que tenham alguma incidência de sol.

    8. TER PACIÊNCIA

    Para ter um jardim, é importante ter paciência. As plantas demoram a crescer e a ficar do jeito desejado, além de precisarem de cuidados todos os dias. Mesmo as espécies que demandam menos atenção têm que ser regadas de tempos em tempos. O ideal é que a jardinagem seja um trabalho prazeroso e não mais uma obrigação.

    Os benefícios de ter tanto verde em casa são infinitos, seja para criar um lugar gostoso de convivência ou para fornecer temperos frescos. Então, todo o cuidado que ele demanda vale muito a pena para quem for utilizar o espaço.

    paisagismo

     

    Técnicas de Paisagismo via: Archtrends Portobello

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Domingo, 14 de Outubro de 2018

    A imagem pode conter: área interna

    A fusão da madeira de demolição com o concreto aparente inspirou a coleção Urbanwood. Marcada por uma grande variação gráfica com mais de 50 diferentes ripas repletas de texturas e efeitos cromáticos. Tonalidades de branco e cinza se harmonizam perfeitamente contrastando a beleza natural da madeira com a interferência dos trabalhos artesanais do homem.

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: