• Viagem

    Domingo, 16 de Setembro de 2018

    Bem no centro de Canela, no Rio Grande do Sul, essas lindas casas da Feira da Associação dos Artesãos de Canela, trazem o colorido da arquitetura para o clima de frio agradável, revigorante e com um céu azul intenso e sem nuvens, contrastando com a região cercada pelo verde vivo da mata nativa. Fica a dica pra quem for visitar a Serra Gaúcha!

    (0) Comentar
  • Interiores

    Quarta-Feira, 12 de Setembro de 2018

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

    Não é de hoje que o consumidor mudou a sua percepção em relação ao mercado, aos produtos que compra e às marcas disponíveis. Contudo, até 2020 a exigência de transparência estará ainda mais evidente, decorrente das preocupações relacionadas à sustentabilidade e a discussão ético-ambiental que rondam todas as áreas, da decoração à moda. “A cor entra como uma mensagem, ela declara o apoio à uma causa, como o preto no #MeToo ou o rosa pink no Dia Internacional das Mulheres. O nível de conhecimento do consumidor nunca foi tão alto, por isso a importância da autenticidade e da verdade”, explica Natalia Gramari, WGSN Expert.

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

      Moodboard do Neomint, principal aposta do WGSN para as cores de 2020 (Foto: Divulgação)

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

      Moodboard do Purist Blue, cor com apelo para todos os gêneros e idades (Foto: Divulgação)

     

    Nesse mesmo contexto, outras formas de comportamento e estilo tomarão conta das ruas. A era do minimalismo dará lugar para o maximalismo dos anos 1980, com cores e padronagens em combinações excêntricas. “É a libertação para a expressão individual”, resume Natalia. Para o WGSN outra questão não poderia ficar de fora dessa previsão: o mundo digital. “As pessoas estão fazendo suas compras online em cada vez menos tempo [Estima-se 90 segundos para determinar a compra] e a cor geralmente influencia nessa escolha. Por isso o estímulo visual se tornará cada vez mais precioso.”

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

      Moodboard do Cantaloupe, um laranja melão mais leitoso e amigável (Foto: Divulgação)

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

      Moodboard do Mellow Yellow, uma das apostas do WGSN para 2020 (Foto: Divulgação)

    Além disso, como já apontado no texto, as cores surgem como elemento inclusivo, principalmente nas gerações mais ativas social e politicamente. “Em 2020, as escrituras sociais já consolidadas vão sofrer mudanças, os estereótipos vão cair por terra. E isso não se restringe somente aos jovens. A necessidade de inovação se estende também para os mais velhos, com poder de compra expressivo - não podemos esquecer do envelhecimento da população, principalmente no Brasil”, argumenta Natalia. Desse movimento social que surgem as paletas de cores planejadas, como os tons de pele diferentes que a Faber Castell divulgou (são seis), as lingeries Nude for All, da marca norte-americana Naja, ou até os 40 tons de base da linha Fenty Beauty, marca de cosméticos da Rihanna.

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

      A cor surge como elemento de inclusão social e representatividade de movimentos: aqui marcas como a Faber Castell, Naja e Fenty Beauty lançaram seus produtos com a paleta de cor planejada, incluindo tons de pele diversos (Foto: Divulgação)

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

    Para 2020, portanto, o WGSN aposta que o futuro vai acontecer e a sociedade vai poder tangibilizar os avanços da tecnologia. “Vamos nos inspirar cada vez mais no futuro e menos no passado. Por isso temos uma paleta de cor mais otimista, versátil, revigorante com, claro, um toque futurista”, resume Natalia. As tonalidades que traduzem esse mood são o Neo Mint, principal aposta, seguido do Purist Blue, Cassis, Cantaloupe e Mellow Yellow. A seguir, confira cada detalhe de cada tom e como aplicá-los nos interiores:

    Neo Mint

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     
    Neo mint: saiba tudo sobre a cor de 2020 (Foto: Divulgação)

    O menta pastel faz parte das cores conceituais que o WGSN elegeu. Ele deriva da popularidade do millennial pink, englobando os acontecimentos tecnológicos previstos para 2020. “Ele não é uma evolução do verde bandeira ou do verde jade, é uma cor mais otimista, energética, fashionista”, explica Natalia Gramari. Num primeiro momento, é indicado aplicá-la em objetos decorativos ou mobiliário mais delicado, caso queira apostar na cor em maior espaço, busque uma parede apenas.

     Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     

    Purist Blue

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     
    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

    O azul purista, cor essencial da paleta WGSN, é o último estágio da cor azul e remete à contemporaneidade. Portanto, aplica-se para todos os gêneros e idades, com forte apelo para os aparatos tecnológicos, decorativos e automotivos. “É um azul mais simpático, mais ensolarado do que os cobaltos das últimas temporadas, mas ainda sim é frio”, ressalta Natalia.

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     

    Cassis

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     
    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

    Também indicada como cor essencial, esta tonalidade é um blend do rosa e do roxo, duas cores que causaram grande impacto nas últimas temporadas - tanto pelo pink millennial quanto pelo ultraviolet. “É um tom mais agradável visualmente, com bastante apelo estético, e serve para os gêneros feminino e masculino”, pontua a expert. Objetos de decoração, paredes e até utensílios para a casa podem ganhar mais vivacidade com o cassis.

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     

    Cantaloupe

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Casa Vogue)
     
    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Casa Vogue)

    O laranja melão é mais comercial, por ser uma versão mais leitosa dos laranjas joviais, que tem feito barulho nas passarelas de moda. Sua evolução passará do laranja solar para o tonalizador para o simpático (cantaloupe). “É uma tonalidade tipicamente feminina e perfeita para a decoração de interiores”, comenta Natalia. Caso queira imprimir um clima mais contemporâneo para a casa, aposte nas poltronas, nos pequenos objetos ou em paredes de um cômodo.

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     

    Mellow Yellow

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     
    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

    Outra com apelo mais comercial, o amarelo queimado foi intitulado como uma cor fashion há três anos. Contudo, diferente das suas versões mais mostarda ou ensolarada (amarelo geração Z), em 2020 ele surgirá mais fechado. “É outra cor bem otimista e perfeita para compor a decoração nos detalhes”, completa a expert.

    Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)
     
     
     
    Repost: Casa Vogue POR PAULA JACOB | FOTOS WGSN/DIVULGAÇÃO E REPRODUÇÃO

    (0) Comentar
  • Eventos

    Sexta-Feira, 31 de Agosto de 2018

    Está rolando mais uma edição do DW! São Paulo Design Weekend, um dos maiores eventos urbanos da América Latina, focado em promover a cultura do design e suas conexões com arquitetura, arte, decoração, urbanismo, inclusão social, negócios e inovação tecnológica. O evento já dura mais que um fim de semana: a programação é intensa, começou nessa quarta-feira (29/08) e vai até domingo (02/09)!

    Além de eventos concentrados em grandes centros, como o Jockey Club, lojas e galerias programam uma série de atividades, entre exposições, palestras e oficinas para um público em busca de conhecimento e novidades para impulsionar os negócios. Confira alguns destaques: 

     

    280818-DW-ied-feira-rosenbaum

     Foto: Design Weekend / Divulgação

    A Feira na Rosenbaum conta com um projeto bem diferente dessa vez. Em parceria com Indusparquet, empresa especializada no segmento de pisos maciços, a Feira convidou um time de designers pra criarem novos produtos utilizando os resíduos de pisos de madeira gerados durante o processo de usinagem. Na foto, "Flores" de Fábio Martinusso!

     

    DW 2018: Confira os destaques da High Design (Foto: Mariana Conte)
     Foto: Design Weekend / Divulgação

    Na Holaria, destaque para vasos com linhas geométricas e componíveis da linha Penrose, um dos lançamentos da marca na feira.

     

    DW 2018: Confira os destaques da High Design (Foto: Mariana Conte)
     Foto: Design Weekend / Divulgação

    Já a Tapetah, além de expor reeleitura de peças assinadas, levou o preview de sua primeira linha de revestimentos.

     

    DW 2018: Confira os destaques da High Design (Foto: Mariana Conte)
     Foto: Design Weekend / Divulgação

    Estreando na semana de design paulistana, a Ville Art apresentou peças com superfícies reflexivas e uma coleção com grafismos e formas em evidência. A penteadeira Narciso, assinada por Rejane Carvalho Leite, traz nichos muito úteis para maquiagens e acessórios.

     

    Design Weekend / Divulgação

     Foto: Design / Divulgação

    Coleção Soul, assinada pelo designer Luan Del Savio, com estrutura de alumínio e encosto com cor náutica.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Terça-Feira, 28 de Agosto de 2018

    O setor habitacional é responsável pelo consumo de até 40% dos recursos totais do planeta e representa mais de um terço das emissões globais de gases de efeito estufa. Como o mundo precisa cada vez mais de moradias, a busca por projetos inovadores que incorporam elementos sustentáveis em seus processos é vista como uma tendência que vem se consolidando a cada ano.

    O escritório de arquitetura especializado em moradias inteligentes Grey Organschi, em parceria com o Centro de Ecossistemas em Arquitetura da Universidade de Yale, apresentaram no Fórum sobre Desenvolvimento Sustentável da ONU em Nova York, durante o mês de julho, um novo protótipo de habitação mínima auto-suficiente em energia. A casa tem 22 m² e é alimentada apenas por fontes de energia renovável.

    Novo protótipo de habitação mínima é auto-suficiente em energia

      (David Sundberg/Esto)

    O debate proposto pela iniciativa serve “para avaliar o quanto somos capazes atualmente de minimizar a exploração de recursos naturais”. Então, todos os materiais usados em sua construção são renováveis e de origem biológica.

    Novo protótipo de habitação mínima é auto-suficiente em energia

      (David Sundberg/Esto)

    Novo protótipo de habitação mínima é auto-suficiente em energia

      (David Sundberg/Esto)

    Novo protótipo de habitação mínima é auto-suficiente em energia

      (David Sundberg/Esto)

     

    (0) Comentar
  • Redes Sociais

    Quinta-Feira, 23 de Agosto de 2018

    O Instagram é hoje uma das principais redes sociais do mundo, qualquer simples acontecimento do nosso dia é registrado lá! Com tantas ferramentas de edição de imagens, as pessoas começaram a se arriscar um pouco mais nos cliques e se tornou fundamental buscar uniformidade para alcançar um feed incrível, mais chamativo e bonito, que passa a sensação de preocupação estética. Já que no último domingo (19) foi comemorado o Dia Mundial da Fotografia, nada mais inspirador do que visitar o perfil da mineira Luiza Ananias, arquiteta e fotógrafa, que consegue de um jeito único unir as duas profissões. 

    Luiza Ananias (Foto: Reprodução)

     Luiza Ananias (Foto: Reprodução)

    Arquiteta por formação, encontrou na fotografia um equilíbrio para construir imagens de forma artística. Tudo se baseia na composição, na organização e na formatação de idéias e possíveis identidades. Para Luiza, fotografar é construir algo. E construir, na arquitetura, se tornou um exercício de composição através da fotografia.

     Imagem: Instagram/Reprodução

     

     Imagem: Instagram/Reprodução

     Imagem: Instagram/Reprodução

     

     

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2018

    A capela San Bernardo, localizada entre as planícies dos pampas da Argentina, foi criada a partir de materiais de construção da antiga casa rural que ali habitava. Os tijolos com mais de cem anos de idade foram reaproveitados, assim como outros insumos.  

    Capela na Argentina é feita a partir de material de construção reciclado (Foto: Nicolás Campodonico/Divulgação)

    O projeto é do arquiteto Nicolás Campodonico que, além da questão do reaproveitamento de material, buscou uma saída arquitetônica para resolver a falta de eletricidade da região. Ali, a natureza impõe suas próprias condições. A vista para o vasto campo, com orientação para o pôr do sol, permite que seu interior seja inundado pela luz do céu, de acordo com o movimento natural dos planetas.

    Capela na Argentina é feita a partir de material de construção reciclado (Foto: Nicolás Campodonico/Divulgação)

    Capela na Argentina é feita a partir de material de construção reciclado (Foto: Nicolás Campodonico/Divulgação)

    A grande abertura sustenta duas vigas perpendiculares, suspensas independentemente. A sombra dessas vigas é projetada na parede oposta e interior da capela, de tal maneira que, ao longo do dia, essas “ripas” se encontram, formando uma cruz.

    Capela na Argentina é feita a partir de material de construção reciclado (Foto: Nicolás Campodonico/Divulgação)\

    Capela na Argentina é feita a partir de material de construção reciclado (Foto: Nicolás Campodonico/Divulgação)

     

    Via: Casa Vogue

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 18 de Agosto de 2018

    Que tal curtir um cinema nesse final de semana? Para te inspirar, uma imagem de um cinema em Berlim que transpira arte. 

     

    O Delphi Lux é uma espécie de galeria de salas de cinema-arte, não só de filmes de arte, mas arte dos ambientes, decoração e iluminação. As salas são pequenas, intimistas, minimalistas e elegantemente decoradas com um olhar voltado para os efeitos. Cada sala possui sua própria cor, que imprime um conceito de design, tornando-as excepcionalmente únicas, como obras de arte em exposição, mas separadas dentro de uma mesma galeria.

     

     

     

     

    (0) Comentar
  • Viagem

    Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018

    Os turistas que visitam as montanhas de Ba Na, no centro do Vietnã, podem se sentir carregados por deuses ao passear pela Ponte Dourada. Inaugurada em junho deste ano, a nova ponte está segura por duas mãos de pedra que parecem segurá-la.

     Localizada na cidade de Da Nang, a escultura fica dentro do jardim Thien Thai, no topo das montanhas Ba Na, a 1400 metros acima do nível do mar e tem cerca de 150 metro de comprimento.

    O projeto, assinado pelo Sun Group, demorou, aproximadamente, um ano para ser construído e custou o equivalente a dois bilhões de dólares, isso inclui ainda a decoração natural ao longo do passeio – diferentes flores coloridas iluminam o caminho dos turistas.

    A Cau Vang pertence a um complexo de pontos turísticos, que incluem um parque de diversões, mini teleférico e um museu de cera.

    Imagem relacionada

     

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018

    Vários são os modelos e as possibilidades para se projetar uma escada, mas a escada Santos Dumont parece meio maluca se comparada às demais! Na verdade, esse modelo é muito prático e ideal para economizar espaço e, ainda, é mais seguro e muito mais confortável que a maioria das escadas que temos como alternativas para um espaço pequeno.

    Resultado de imagem para as escadas Santos Dumont

    A história oficial da origem da escada é muito interessante, embora controversa. Ela leva o nome do seu criador, Santos Dumont, o famoso pai da aviação. Há duas delas em sua casa em Petrópolis. Chegou-se a pensar que se tratava de superstição porque a escada obriga a dar o primeiro passo com o pé direito, mas há outra no interior da casa cujo início é pelo esquerdo.

    Seu maior mérito é conciliar maior inclinação que uma escada convencional (ou seja, subir mais ocupando menos espaço) garantindo conforto e segurança na subida e na descida. Para isso, seus degraus apresentam recortes que variam entre a pisada esquerda e direita, e por isso, ao projetá-la, se torna indispensável detalhar minuciosamente sua execução. Além de cumprir a função, muitos projetos abusam do formato e criam novos padrões, formas e ainda, tornam-nas multifuncionais, agregando estantes, adegas, gavetas e armários. Como os degraus podem ser do tipo bandeja ou do inteiros também se observa uma gama de materiais: desde convencional tijolo até modelos de pura madeira ou com estrutura metálica e degraus de madeira ou chapas metálicas.

    Ela não é indicada para um fluxo muito grande de pessoas porque só pode ser usada por uma pessoa de cada vez. Fora isso, é uma solução genial para espaços muito pequenos, garantindo a eficiência e um design exclusivo! Confira, abaixo, projetos com boas ideias que utilizam esta solução:

    passo dopo passo

     Foto: Pinterest/Reprodução

     Foto: Pinterest/Reprodução

    101 amazing loft stair for tiny house ideas

     Foto: Pinterest/Reprodução

     Foto: Pinterest/Reprodução

    imagem51

     Foto: Pinterest/Reprodução

     

    Via: Archdaily

     

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Quarta-Feira, 08 de Agosto de 2018

    Consegue imaginar um futuro renovável e 100% sustentável? Cada vez mais iniciativas surgem para mostrar que o sonho é possível! 

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

    O designer filandês Robin Falck criou a cabana Nolla a partir de soluções sustentáveis, com zero emissão de poluentes. Localizada na ilha de Vallisaari, em Helsinki, capital da Finlândia, o projeto serve para questionar a maneira como vivemos e mostrar que é possível construir uma casa com emissão zero de carbono.

    A Nolla foi pensada como solução de moradia sustentável para festivais ou eventos – ela não precisa de parafusos ou pregos, pois é montada como um quebra cabeça. A cabine tem 9m², dois colchões de camping, uma pequena cozinha e energia limpa – painéis solares fotovoltaicos estão instalados na parte externa.

    O designer finlandês Robin Falck criou a cabana Nolla a partir de soluções sustentáveis

     (Reprodução/Robin Falck)

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

     

    A hospedagem inteira de madeira pode ser alugada no Airbnb por 131 reais a noite. Que tal?

     

    Designer finlandês cria cabana 100% sustentável e renovável

     (Reprodução/Robin Falck)

     

     

    (0) Comentar
  • Próximos posts
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: