• Arquitetura

    Sexta-Feira, 01 de Julho de 2016

    Os Jogos Olímpicos de Londres, ocorridos em 2012, foram os mais fotografados da História. Além do público e dos fotógrafos, durante a abertura, era possível ver levas de atletas com seus telefones empunhados, registrando tudo.

    A maioria das imagens capturadas no decorrer daquelas semanas focava nas pessoas, nos esportistas. Mas havia alguém ali no meio com os olhos em outro lugar.

    A pedido dos organizadores do evento, a fotógrafa Janie Airey se propôs a registrar o Parque Olímpico vazio, antes que qualquer visitante lá tivesse estado. Entre eles, o complexo aquático, desenhado e erguido por Zaha Hadid.

    O resultado são composições serenas que revelam a beleza arquitetônica da arena. A imobilidade que transborda das imagens é interessante, pois nega por completo a sentimentalidade que os ambientes suscitariam na sequência, tanto nos atletas quanto na plateia.

    Evidente: os espaços olímpicos estão entre os locais onde mais são expressadas paixões, raivas, frustrações, orgulhos e outras emoções fortes.

    Mesmo no vazio capturado, foi possível identificar a potencialidade do que estava por vir, ou seja, uma aura de iminência que anuncia toda a comoção para a qual as construções estavam preparadas.

    Para Airey, prédios como os desenvolvidos pela arquiteta Zaha Hadid para as competições aquáticas têm em suas imagens a chance de mostrar a sua personalidade sem serem dominados pelo imponente ego dos atletas.

    Imagens: Janie Airey / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Quinta-Feira, 30 de Junho de 2016

    Muito mais que uma empresa que de REVESTIMENTOS, a NEOBAMBU vende CONCEITO para projetos, oferecendo ao mercado INOVAÇÃO e TECNOLOGIA.

    Além disso, a QUALIDADE dos produtos NEOBAMBU é indiscutível, desde a escolha da MATÉRIA-PRIMA, selecionada entre os melhores fornecedores internacionais, até a inspeção final realizada com muita CAUTELA e PRECISÃO.

     

    NEOTECA

    A MADEIRA TECA Neobambu é ideal para ÁREAS EXTERNAS e INTERNAS. A NOVIDADE fica por conta do acabamento em VERNIZ 360º, que garante PROTEÇÃOà madeira em todos os lados. Disponíveis nas cores Nero Antique, Griggio Vintage, Naturale e Nocce Tropical, as peças podem vir com ACABAMENTO NATURAL ou no estilo de DEMOLIÇÃO, com SUPERFÍCIE LISA ouCANELADA (dupla face).

     

    MOBILE

    As FOLHAS LAMINADAS de BAMBU são perfeitas para REVESTIR MÓVEIS, PAINEIS e OBJETOS de decoração. Nos padrões DENSITÀ, NODO e FILLETO, e nas cores CASTANHO e CARAMELO, a Neobambu oferece com exclusividade REVESTIMENTOS que permitemPROJETOS ÚNICOS e SUPER DIFERENCIADOS.

    Venha até a Aldeia e surpreenda-se com a beleza e a naturalidade dos produtos Neobambu!

    Imagens: Neobambu / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Design

    Quarta-Feira, 29 de Junho de 2016

    Há mais de cinco décadas a JACUZZI se compromete a desenvolver produtos focados na SAÚDE e no BEM-ESTAR das pessoas, oferecendo a oportunidade de relaxar, reduzir o estresse, aliviar dores e dormir melhor, além de contribuir para um mundo mais saudável.

    Como o começo de um novo tempo para os produtos JACUZZI, a COLEÇÃO AVVIO consegue proporcionar todo esse CONCEITO WELLNESS, além de agregar ESTILO e SOFISTICAÇÃO a qualquer projeto.

    Esculpidas em MINERAIS PREMIUM e produzidas com a mais ALTA TECNOLOGIA, o desenho ELEGANTE da LINHA AVVIO combina com maestria a MELHOR FORMA e a mais PERFEITA FUNCIONALIDADE.

    Valorizando qualquer banho, o DESIGN MINIMALISTA e SOFISTICADO é, ao mesmo tempo, MODERNO e ATEMPORAL.

    Venha até a Aldeia e desvende o mundo que a Jacuzzi desenvolveu para você!

    Imagens: Jacuzzi / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 27 de Junho de 2016

    O cenário é fabuloso: uma casa com iluminação cênica à noite e muita luz natural durante o dia, longe do barulho do trânsito – só o silêncio de uma floresta, com o ruído do vento e o eventual canto de um pássaro errante.

    Somado a tudo isso, uma grande piscina com águas esverdeadas no deque cercado por uma vasta mata.

    O resultado é esta morada em Bridle Road, na Cidade do Cabo, África do Sul, onde quem reina é a tranquilidade e a paz, graças a um projeto arquitetônico tirou o máximo das linhas retas e do pé-direito alto, assinado pelo chileno Antonio Zaninovic.

    Localizada no alto das montanhas, a residência tem lá sua vocação de mirante, proporcionando vistas panorâmicas para a natureza do lado de fora.

    Moderna e elegante, a decoração dos interiores é inspirada no design escandinavo, com toques clean, muito branco e poucos móveis e acessórios.

    A divisão dos ambientes interiores foi feita com cuidado, incluindo até janelas que funcionam como verdadeiros “quadros verdes”. Através delas, vê-se o porto da Cidade do Cabo, mas as aberturas da arquitetura não comprometem a privacidade.

    Outra preocupação do projeto foi a integração dos ambientes externos e internos, que traz a natureza para dentro de casa.

    Foram utilizadas soluções sustentáveis, incluindo a piscina ao ar livre que é autolimpante, ventilação natural cruzada, moderador climático que funciona por meio da temperatura da terra, além da utilização máxima de materiais locais, como acabamentos de concreto e madeira.

    Imagens: Reprodução / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Sexta-Feira, 24 de Junho de 2016

    Um mar absolutamente azul e uma praia quase deserta na Costa Brava, região litorânea no nordeste da Espanha, formam uma imagem bem próxima daquilo que muita gente chama de paraíso. Mas há quem pense que só isso não basta.

    O arquiteto Jordi Garcés, de Barcelona, recebeu de um cliente a deliciosa missão de projetar uma casa em um terreno íngreme, com uma visão de tirar o fôlego e excelente orientação solar em todos os cômodos.

    Com o desafio lançado, o arquiteto tomou para si a missão de praticamente trazer a praia para dentro de casa. E conseguiu.

    Quem relaxa na piscina retangular de borda infinita, por exemplo, tem a sensação estar no mar. Já quem está na varanda têm o privilégio da companhia da imensidão do mar, logo ali ao lado.

    Numa casa de natureza tão estonteante, a arquitetura privilegiou o lazer. Para tanto, Garcés criou um ginásio e outros espaços recreativos no nível subterrâneo da residência, além da pérgola de madeira ao lado da piscina.

    A verticalidade da propriedade divide a morada em quatro andares diferentes, sendo que cada um conta com diferentes elementos programáticos, todos proporcionando vistas deslumbrantes para o mar.

    Jardins suspensos e um pequeno pátio ao ar livre também foram criados no topo da casa, uma espécie de mirante que conta ainda com muro de pedras com plantas.

    O quarto também possui um terraço do lado de fora, com acesso pelas portas envidraçadas, e ainda ganhou um cantinho de leitura com a poltrona do casal Ray e Charles Eames.

    Para manter a estética do Mediterrâneo, o arquiteto lançou mão de revestimentos como gesso em estuque branco. No mais, quem reina é a protagonista da morada: a paisagem do lado de fora.

    Imagens: Adria Goula / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Louças e metais

    Quinta-Feira, 23 de Junho de 2016

    ORIGINAL e ATUAL, a linha de METAIS KIRA, da DOCOL, possui ASSIMETRIA ARROJADA e a MODERNIDADE das FORMAS RETAS.

    Com DESIGN SOFISTICADO e ÚNICO, a linha Kira é CONTEMPORÂNEA e combina de FORMA HARMONIOSA com os mais VARIADOS ESTILOS de ambientes.

    Produzidos com os mais ALTOS PADRÕES de QUALIDADE, os metais recebem ACABAMENTO CROMADO BINÍQUEL, que proporciona alta DURABILIDADE e maior RESISTÊNCIA à CORROSÃO, conservando a BELEZA e o BRILHO dos produtos por muito mais tempo.

    Além de RESISTENTES as TORNEIRAS e MISTURADORES garantem também ECONOMIA de ÁGUA. Esses produtos são desenvolvidos com AREJADORES que introduzem bolhas de ar ao fluxo e criam um JATO mais VOLUMOSO que, além de proporcionar MAIOR CONFORTO, REDUZ o CONSUMO DE ÁGUA.

    Venha até a Aldeia e saiba mais sobre a Linha Kira e todos os produtos Docol!

    Imagem: Docol / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 20 de Junho de 2016

    Atravessar um rio de uma margem à outra nunca foi tão difícil como na pequena Purmerend, no norte da Holanda.

    Isso porque uma ponte da cidade oferece dois caminhos para os transeuntes: quem está a pé deve subir o equivalente a quatro andares numa íngreme escada com inúmeros degraus, apenas para descer o mesmo percurso depois; e quem está de bicicleta pode optar por cruzar um longo e tortuoso caminho.

    Mesmo assim, a Melkwegbrug (“Ponte Via Láctea” em português), projeto do escritório Next Architects, vem recebendo elogios.

    Supostamente, o visual da cidade desde o alto da ponte é fantástico. Talvez seja o espírito de vitória daqueles que a escalaram até o topo – afinal, são apenas 12 metros de altura, não se pode considerar a nova atração um mirante.

    A ponte faz parte do plano diretor da cidade e visa ligar o distrito Weidevenne à cidade histórica. O seu design possibilita que pedestres e ciclistas atravessem o rio por caminhos independentes.

    Eficiente, sim. Prático nem tanto. Para ir de uma margem à outra sobre duas rodas é preciso desenhar um grande “Z” que contabiliza mais de 100 m de percurso.

    No entanto, a razão para um trajeto tão aumentado é nobre. Os responsáveis pelo projeto optaram por manter uma inclinação suave nesta rampa, adequada não apenas para as bicicletas, mas também para o tráfego de cadeiras de rodas. O desnível a ser vencido entre as margens do rio impôs o longo caminho.

    Assim, voltamos ao começo: a íngreme subida que pedestres precisam encarar para cruzar o rio é a altura mínima para garantir que ciclistas pedalem sem problemas na pista em “Z” abaixo. De qualquer forma, a dúvida permanece: por qual caminho fazer a travessia?

    Imagens: Jeroen Musch / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 13 de Junho de 2016

    Quatro meses após o anúncio de que o escritório dinamarquês Bjarke Ingels Group faria o pavilhão 2016 da Serpentine Gallery, a obra está pronta para receber o público.

    Entre 10 de junho e 09 de outubro a estrutura surpreendente, feita com uma espécie de tijolo de fibra de vidro, fica exposta no jardim da galeria, parte do Kensington Gardens, em Londres.

    Dividida em duas partes, a estrutura tridimensional lembra um zíper aberto.

    Sua arquitetura translúcida abrigará um café durante o dia e, à noite, performances, shows e outras atividades integradas ao verde.

    Neste ano, outras quatro unidades temporárias, chamadas de “summerhouses”, também estarão presentes.

    Famosa por trazer arquitetos renomados do mundo todo para criar espaços temporários nos arredores da galeria, a Serpentine Gallery já contou com as criações de Selgas Cano (2015), Smiljan Radic (2014), Sou Fujimoto (2013, Herzog & de Meuron e Ai Weiwei (2013), entre outros.

    Imagem: Divulgação

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 06 de Junho de 2016

    Quando se observa esta casa, é difícil acreditar que tudo nela foi decidido à distância.

    Os proprietários passavam uma temporada fora dos Estados Unidos quando solicitaram o projeto aos arquitetos do escritório Blaze Makoid Architects.

    A residência ampla e arejada, de acordo com os profissionais, é resultado de um investigação das formas tradicionais.

    De fora tudo leva a crer que se trata de uma casa clássica, com telhado em duas águas.

    Internamente, no entanto, a estrutura da laje se mostra plana. Amplas janelas e portas de correr com caixilhos metálicos cobrem a obra de uma ponta a outra, trazendo luz natural constante.

    A decoração segue uma linha neutra, com móveis em tons claros, como cinza, branco e bege.

    A madeira surge no piso e em determinados ambientes – na sala de banho, por exemplo – utiliza o material em versões ripadas combinadas com mármore.

    Para funcionar como um retiro no verão, a casa conta, ainda, com uma série de ambientes voltados ao amplo gramado e à piscina. Puro aconchego!

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Sexta-Feira, 03 de Junho de 2016

    Vintage, pop, colorido e estampado. Vários estilos e elementos se misturam na decoração de um apartamento em Ipanema, no Rio de Janeiro, assinado pelo escritório André Piva Arquitetura.

    A encomenda foi feita por um jovem casal que trabalha com moda e design, e o estilo industrial seria o fio condutor. A partir daí, os profissionais se inspiraram no próprio estilo dos moradores e ficaram à vontade para criar. O resultado é um décor descontraído, colorido e inusitado.

    O casal é fã de excessos, por isso não há um lugar sequer sem algum detalhe – seja uma parede colorida, uma textura ou um objeto descolado. Além disso, as coleções de toy art e livros ocupam quase todos os espaços.

    A paleta é variada. Além de tons neutros, é composta pela combinação de turquesa, vermelho e amarelo, que traz personalidade e cria uma atmosfera divertida.

    Entre as ousadias do projeto está a parede de tijolos à vista na sala, que ainda exibe os eletrodutos de metal, evocando o estilo industrial. O piso de tecnocimento também traz a ideia de uma atmosfera urbana.

    Para contrastar com as cores neutras, o home theater ganhou um móvel de marcenaria preta e um tapete turquesa. Na parede da sala de jantar, destaca-se uma fotografia supercolorida de Valentino Fialdini.

    Um aspecto interessante no mobiliário é a mistura de peças contemporâneas com elementos vintage, a exemplo da mesa de jantar de laca amarela com as cadeiras de palhinha.

    Outro ponto interessante é a estante azul, que se funde a uma cristaleira de madeira antiga, criando uma composição única.

    No estar, o sofá de linhas retas e a mesa de centro amarela também fazem um contraponto elegante com as poltronas de madeira e couro.

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: