• Cinema

    Sábado, 18 de Agosto de 2018

    Que tal curtir um cinema nesse final de semana? Para te inspirar, uma imagem de um cinema em Berlim que transpira arte. 

     

    O Delphi Lux é uma espécie de galeria de salas de cinema-arte, não só de filmes de arte, mas arte dos ambientes, decoração e iluminação. As salas são pequenas, intimistas, minimalistas e elegantemente decoradas com um olhar voltado para os efeitos. Cada sala possui sua própria cor, que imprime um conceito de design, tornando-as excepcionalmente únicas, como obras de arte em exposição, mas separadas dentro de uma mesma galeria.

     

     

     

     

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Domingo, 29 de Julho de 2018

    O arquiteto goiano Filipe Vasconcelos faz uso de tons fortes em colagens com múltiplas interpretações que buscam "um olhar diferente" sobre lugares diferentes. “Busco tirar de contexto obras conhecidas da arquitetura. Você já deve ter escutado alguém falar que um prédio parece tal coisa”, explica Filipe.

    Arquiteto faz colagens que buscam novos olhares sobre lugares conhecidos

     (Reprodução/Filipe Vasconcelos)

    Por gostar de desenhar, uma parte do processo é artesanal. As estruturas são feitas no papel, depois, digitaliza as imagens, que misturam objetos comuns às linhas arquitetônicas de construções, e finaliza no computador.

    Arquiteto faz colagens que buscam novos olhares sobre lugares conhecidos

     (Reprodução/Filipe Vasconcelos)

    Nos dois anos que vem produzindo as colagens, Filipe passou a comercializar algumas criações, produzir sob encomenda e fazer ilustrações para revistas.

    Arquiteto faz colagens que buscam novos olhares sobre lugares conhecidos

     (Reprodução/Filipe Vasconcelos)

    Arquiteto faz colagens que buscam novos olhares sobre lugares conhecidos

     (Reprodução/Filipe Vasconcelos)

    Arquiteto faz colagens que buscam novos olhares sobre lugares conhecidos

    (Reprodução/Filipe Vasconcelos)

     

    (0) Comentar
  • Viagem

    Quarta-Feira, 25 de Julho de 2018

    Para quem busca ter uma experiência artística em Miami o Miami Design District, perto de Downtown, é o destino certo. O bairro está em alta e é uma excelente opção para fugir do tradicional roteiro de compras e praias na cidade. Por ali, o roteiro é dedicado às artes, arquitetura, moda e design e o novo Museum Garage prova que até um típico estacionamento americano pode se transformar em obra de arte.

    Museum Garage (Foto: Divulgação).

    Foto: Divulgação

    Com capacidade para 800 carros e sete andares, o prédio teve intervenções de cinco escritórios de arquitetura - WORKac, J.Mayer H, Clavel Arquictetos, Nicolas Buffe e K/R -, cada um de um lugar do mundo, que criaram suas interpretações sem brifieng específico, a exemplo dos Cadavre Exquis, que, no auge do surrealismo, juntava imagens díspares, que não necessariamente conversavam umas com as outras, mas criavam uma lógica única, um flow.

    Museum Garage (Foto: Divulgação)

    Foto: Divulgação

    Batizada de Urban Jam, a fachada dos espanhóis da Clavel Arquictetos é inspirada no renascimento da vida urbana no Miami Design District, onde antigas estruturas e espaços descartados passaram por um processo de revitalização, e traz 45 carros vintage, revestidos de prata e dourado, que desafiam a gravidade.

    Museum Garage (Foto: Divulgação)

    Foto: Divulgação

    Já em Serious Play, que serve de entrada e saída para a garagem, Nicolas Buffe, artista francês que vive no Japão, usou uma série de elementos 3D criados a partir de metais cortados a laser e plásticos de resina de fibra para dar vida à composição que mistura referências de videogames, anime e mangás à arquitetura rococó e barroca.

    Museum Garage (Foto: Divulgação)

    Foto: Divulgação

    Barricades, projeto do K/R, com sede em NY e Miami, está mais a oeste na 41st Street, em frente ao Instituto de Arte Contemporânea. Nele, temos a reinterpretação das barreiras de trânsito com listras brancas e laranjas, comuns na cidade, que foram usadas viradas para a direita, formando uma tela colorida com 15 janelas. 

    Museum Garage (Foto: Divulgação)

    Foto: Divulgação

    Por fim, a fachada Ant Farm, da WORKac, ecoa uma colônia de formigas e celebra a interação social. Os espaços de conexões aparecem e desaparecem atrás de uma tela de proteção de metal perfurada. 

     

     

    (0) Comentar
  • Design

    Segunda-Feira, 09 de Julho de 2018

    Os tradicionais arcos arquitetônicos, muito utilizados na arquitetura clássica, estão voltando a aparecer em projetos mais modernos e serviram de inspiração para a coleção de pufes do coletivo Note Design Studio, que fica baseado em Estocolmo. 

    (Divulgação/Divulgação)

     

    Antes de optarem pelos arcos, a equipe do estúdio explorou uma série de formas encontradas na arquitetura, incluindo cúpulas e silos. Testaram todos os shapes em escalas pequenas para descobrir qual ficaria melhor. Segundo Malin Engwall, designer da empresa, o processo criativo o fez lembrar de quando brincava com blocos de montar na infância. “Encontramos uma forma que gostamos, transformando o espaço vazio dentro de um arco em algo positivo”, explicou. Quando vários desses arcos são colocados juntos, eles se parecem com uma arcada, dai o nome Arkad, que é a tradução da palavra em sueco.

    (Divulgação/Divulgação)

     

    São três variações de formatos, que foram apresentados na edição deste ano do Salão do Móvel de Milão, que aconteceu em abril. Eles podem ser utilizados juntos ou como peças maiores de mobiliário. Cada pufe tem estrutura interna de madeira, com a parte superior e as laterais revestidas com espuma de poliuretano de alta densidade e tecido em espessuras variadas, e estão disponíveis nas cores azul, bordô, mostarda e carvão.

    (Divulgação/Divulgação)

     

     

    (0) Comentar
  • Design

    Quinta-Feira, 28 de Junho de 2018

    Ontem (27) teve início a 6ª edição da MADE (Mercado.Arte.Design), no Pavilhão da Bienal, em São Paulo. A feira de design colecionável tem como principal compromisso o incentivo ao design autoral do Brasil e, neste ano, durante os cinco dias de evento, contará com peças exclusivas dos mais de 100 expositores nacionais e internacionais.

    Foto: Mariana Conte/CASA CLAUDIA (Reprodução/Divulgação)

    Além dos lançamentos em design, será possível conferir uma exposição inspirada em uma exibição de 1934 realizada no MoMA, Museu de Arte Moderna de Nova York, com curadoria do arquiteto Philip Johnson, que levou, pela primeira vez, o design industrial para dentro de uma instituição de arte. Esta exposição inspirou o tema desta edição da MADE: Machine Art. Os objetos utilitários foram elevados ao status de escultura e promoveram uma reflexão sobre o homem e a máquina. A ação que dá nome ao evento norteia a cenografia de toda a feira, onde serão abordadas as novas relações entre indústria, designer e consumo. O tema também pretende questionar como aliar criação e industrialização para manter o design relevante.

     

    A curadoria de conteúdo do evento, assim como a seleção dos expositores, é feita pelos sócios Waldick Jatobá e Bruno Simões. E a organização ainda conta com conselho consultivo participativo composto por Claudia M. Salles, Marcio Kogan, Corinna Sagesser, Maurício Eugênio e Jorn Konijn.

    Confira alguns destaques:

    Poltrona de Rodrigo Ohtake

    Poltrona de Rodrigo Ohtake (Nádia Simonelli/ Reprodução CASA CLAUDIA)

    Escrivaninha do Alva Design

    Escrivaninha do Alva Design (Mariana Conte/ Reprodução CASACLAUDIA)

    Luminárias de Mel Kawahara

    Luminárias de Mel Kawahara (Nádia Simonelli/ Reprodução CASA CLAUDIA)

    Trabalho de André Ferri com madeira reciclada de um casarão em Belo Horizonte

    Trabalho de André Ferri com madeira reciclada de um casarão em Belo Horizonte (Mariana Conte/Reprodução CASA CLAUDIA)

    Trabalho de Ines Schertel

    Trabalho de Ines Schertel (Mariana Conte/Reprodução CASA CLAUDIA)

    MADE (Mercado.Arte.Design)

    Quando: de 27 de junho a 01 de julho de 2018 (quarta a sexta das 13h às 21h; sábado das 12h às 20h e domingo das 12h às 19h)
    Onde: Pavilhão da Bienal (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Ibirapuera, São Paulo/SP)
    Ingresso: Quarta a Domingo: R$ 30,00 | Meia entrada para idosos e estudantes: R$ 15,00
    Informações: http://www.mercadoartedesign.com
    Instagram: @mercadoartedesign

     

    Fonte: Casa Claudia

     

     

     

    (0) Comentar
  • Peças decorativas

    Terça-Feira, 19 de Junho de 2018

    Iris Apfel é um ícone de moda, graças ao estilo próprio e extravagante de se vestir e bons quotes sobre a indústria – no caso dela, são frases divertidas e inspiradoras.

    Iris Apfel, The Subject of Albert MayslesâÂ?Â?s Last ...

    Embora tenha se tornado uma personagem fashion, Iris começou a carreira na decoração, importando tecidos do exterior com o marido, Carl Apfel, morto em 2015, e decorando as casas da elite americana. Agora, ela leva cores e estampas vibrantes para uma coleção cápsula de decoração da loja online Grandin Road. A linha tem cerca de 50 peças entre mobiliário, acessórios, louças, tapetes e outros itens que expressam sua marca registrada e influências de suas viagens frequentes ao redor do mundo. Confira!

    Imagens: Divulgação/Grandin Road

    (0) Comentar
  • Aldeia

    Sexta-Feira, 08 de Junho de 2018

    Aqui na Aldeia a gente te recebe assim! 

    Que tal aproveitar a sexta-feira para fazer uma visita em nosso showroom? Estamos te esperando!

    (0) Comentar
  • Curiosidades

    Terça-Feira, 29 de Maio de 2018

    Um casulo outdoor criado em 2015 pelo UN Studio une relaxamento e natureza nas Filipinas. Chamado de Ellipsicoon, é uma mistura única de espaços abertos e fechados, com sombra e luz natural. 

    O Ellipsicoon tem forma contínua e foi tecido a mão com polietileno de alta densidade

    (Divulgação/UN Studio)

    Como uma extensão da casa na natureza, a estrutura contínua conta com bancos em diferentes níveis e serve tanto para receber quanto para aproveitar momentos de relaxamento e descontração.

    O Ellipsicoon tem forma contínua e foi tecido a mão com polietileno de alta densidade

    (Divulgação/UN Studio)

    O Ellipsicoon tem forma contínua e foi tecido a mão com polietileno de alta densidade

    (Divulgação/UN Studio)

    O pavilhão, por sua vez, foi desenhado e desenvolvido de forma digital e tecido a mão com polietileno de alta densidade, um material 100% reciclável.

    O Ellipsicoon tem forma contínua e foi tecido a mão com polietileno de alta densidade

    (Divulgação/UN Studio)

    O Ellipsicoon tem forma contínua e foi tecido a mão com polietileno de alta densidade

    (Divulgação/UN Studio)

    Quem já que relaxar em lugar como esse?

    (0) Comentar
  • Design

    Quarta-Feira, 16 de Maio de 2018

    Karl Lagerfeld é um dos maiores ícones do mundo da moda. No comando criativo da Chanel e da italiana Fendi também é ilustrador, fotógrafo e diretor. Agora, sua primeira incursão no mundo do design foi transformada em livro.

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

     

    Colecionador de itens da Cassina, mantendo em seu apartamento peças como a chaise longue de Le Corbusier, o kaiser da moda foi convidado pela marca, em 2013, para clicar alguns de seus móveis preferidos de uma forma inusitada. Assim, cadeiras, mesas, poltronas, chaises e outras peças criadas por grandes nomes do modernismo, como Le Corbusier, Pierre Jeanneret, Gerrit Rietveld e Charlotte Perriand, entre outros, ganharam nova interpretação pelas lentes de Karl. O resultado foi a exposição An Authentic Eye, com curadoria do editor de publicações de design Gerhard Steidl.

    Depois de cinco anos, essas fotos foram reunidas novamente para compor o livro Cassina As Seen by Karl, também produzido por Steidl. Confira abaixo, parte das imagens que compõem a obra, propondo um novo olhar sobre o mobiliário:

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

    (Karl Lagerfeld/Cassina)

     

     

     

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 14 de Maio de 2018

    Goiânia já possui um novo ponto de referência cultural na região! Para celebrar seus 21 anos de trajetória profissional e realizar uma antiga aspiração pessoal, Leo Romano inaugurou, recentemente, na capital um centro cultural. Além do centro educacional, o imóvel abriga o escritório e ateliê do arquiteto e seus colaboradores, biblioteca e galeria. Confira:

    O Instituto Leo Romano une arquitetura, design e arte em uma casa dos anos 70 com arquitetura moderna. São 600m² de área construída e 1500m² de terreno total. O espaço, que conta também com um jardim, foi totalmente reformado e decorado pelo arquiteto para receber os visitantes. 

    A casa abriga uma biblioteca pública e também a galeria Hacibe Hanum, uma homenagem de Leo a sua avó materna, dona de inúmeras habilidades manuais e grande admiradora das artes. Durante a inauguração o instituto recebeu uma exposição do renomado pintor e escultor mineiro Farnese de Andrade (1926 – 1996). Para os próximos meses estão confirmadas exposições dos artistas plásticos Christus Nóbrega, Iêda Jardim e Grupo Fonte.

     

    O Instituto ainda oferece palestras, workshops e outras atividades educacionais, principalmente para estudantes e profissionais das áreas de arquitetura, design e artes plásticas.Para mais informações, vale conferir o site oficial do escritório.

     


     

    Instituto Leo Romano

     

    Local: Rua 131, número 79, Setor Sul, Goiânia – GO

     

    Telefones: (62) 3086 1965 /(62) 3945 4870

     

    (0) Comentar
  • Próximos posts
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: