• Cinema

    Sábado, 25 de Julho de 2015

    (Pixels, ficção científica / ação / comédia, Estados Unidos, 2015)

    De Chris Columbus. Com Adam Sandler, Peter Dinklage, Josh Gad, Michelle Monaghan, Kevin James e outros.

    A humanidade sempre buscou vida fora da Terra e, em busca de algum contato, enviou imagens e sons variados sobre a cultura terrestre nos mais diversos satélites já lançados no universo. Um dia, um deles foi encontrado.

    Disposta a conquistar o planeta, a raça alienígena resolveu criar monstros digitais inspirados em videogames clássicos dos anos 1980.

    Para combatê-los, a única alternativa é chamar especialistas nos jogos: Sam Brenner (Adam Sandler), Eddie Plant (Peter Dinklage), Ludlow Lamonsoff (Josh Gad) e a tenente-coronel Violet Van Patten (Michelle Monaghan).

    Imagens: Divulgação

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 18 de Julho de 2015

    (Ant-Man, ação, Estados Unidos, 2015)

    De Edgar Wright. Com Patrick Wilson, Paul Rudd, Evangeline Lilly, Corey Stoll, Michael Douglas e outros.

    Outro herói dos quadrinhos acaba de ganhar sua versão para os cinemas e está pronto para se unir a “Vingadores e Guardiões” no universo Marvel.

    “Homem-Formiga”, que estreou nesta semana, conta a origem do personagem que, com uma roupa especial, é capaz de encolher até o tamanho de um inseto, enquanto ganha uma força sobre-humana e consegue se comunicar com formigas.

    Paul Rudd é Scott Lang, o ladrão bem-intencionado que logo se transformará no herói do título. Carismático sem ser muito cômico, ele cria uma empatia imediata com o público desde sua primeira aparição, durante uma briga num presídio.

    A história é simples: um engenheiro (Hank Pym, interpretado por Michael Douglas) é afastado da própria empresa após se negar a fornecer a fórmula de sua descoberta mais poderosa – uma roupa que encolhe e pode transformar qualquer soldado numa arma invencível de guerra.

    Quando seu sucessor Darren Cross decide retomar a pesquisa e recriar a tecnologia para uso militar, Pym recruta o ladrão Scott Lang para vestir sua antiga roupa e impedir um desastre.

    “Homem-Formiga” chega aos cinemas apresentando um novo personagem sem interferir nos acontecimentos dos outros filmes (“Era de Ultron” e “Guerra Civil”). A aventura bem amarrada ao restante do universo heroico traz citações, referências e até uma participação especial, além da tradicional cena pós-créditos – aguarde até o final!

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 11 de Julho de 2015

    (Paper Towns, aventura/romance/drama, Estados Unidos, 2015)

    De Jake Schreier. Com Nat Wolff, Cara Delevingne, Halston Sage, Austin Abrams, Justice Smith, Cara Buono.

    A história é centrada em Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne).

    Ele nutre uma paixão platônica por ela. E não pensa duas vezes quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança.

    Mas depois da noite em que o plano é executado, Margo desaparece, deixando pistas sobre o seu paradeiro.

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 04 de Julho de 2015

    (Meu Passado Me Condena 2, comédia romântica, Brasil, 2015)

    De Júlia Rezende. Com Fábio Porchat, Miá Mello, Marcello Vale, Inez Viana, Ricardo Pereira e outros.

    Fábio e Miá voltam a enfrentar uma crise na relação em “Meu Passado me Condena 2”, comédia de Júlia Rezende que estreou esta semana nos cinemas. Depois de um filme, uma série de TV e uma peça de teatro, a dupla de atores se reúne novamente para o segundo longa, desta vez em uma cidadezinha de Portugal.

    O casal chega ao terceiro ano de casamento e as coisas não vão nada bem. Ele continua desleixado e esquecido, enquanto ela aponta todos os seus defeitos sem piedade. Na verdade, ela está tão farta da situação que propõe que eles se separem.

    Fábio não quer tomar uma atitude tão drástica, então aproveita o velório da avó em Portugal para levar Miá numa viagem que pode reacender o amor ou acabar com ele de vez. Lá, seus sentimentos são testados pelo reencontro com o avô Nuno, o inimigo de infância Álvaro e sua primeira namorada, Ritinha.

    Quem também aparece em terras europeias é o casal Suzana (Inez Viana) e Wilson (Marcelo Valle), núcleo cômico que acompanhou a série e o primeiro filme.

    “Meu Passado Me Condena 2” traz uma proposta leve e divertida com a qual jovens casais vão se identificar facilmente: Fábio e Miá ainda estão se conhecendo e aprendendo a conviver com os defeitos um do outro. Nesse processo, descobrem que o amor não depende apenas da atração, mas também da decisão de viver as dificuldades lado a lado.

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 27 de Junho de 2015

    (Minions, animação/comédia, EUA, 2015)

    De Kyle Balda e Pierre Coffin. Com Chris Renaud, Pierre Coffin, Michael Keaton e outros.

    Os bichinhos amarelos de “Meu Malvado Favorito” estão de volta aos cinemas, mas desta vez ganharam seu próprio filme. “Minions”, o primeiro spin-off da franquia que estreou nesta semana, vem ainda mais direcionada ao público infantil do que os filmes anteriores.

    A história começa contando sobre a origem dos Minions e sua fascinação pelos vilões mais cruéis da História, como o Tiranossauro Rex e o Conde Drácula.

    Depois de uma série de desventuras, o grupo é obrigado a se estabelecer numa caverna e desenvolver uma comunidade autossuficiente sem um chefe, e não demora para que o tédio tome conta.

    Decidido a mudar essa situação, Kevin (o Minion mais alto dos três principais) anuncia que vai até à superfície para procurar um novo mestre e convoca dois companheiros: Stuart (de um olho só) e Bob (o mais baixinho, que no começo do filme age como um bebê).

    Os três viajam até descobrirem uma convenção em Orlando chamada “Expo Vilões”, onde a Scarlett Overkill se apresentará e recrutará um ajudante. Daí em diante, os Minions terão que se esforçar para não estragarem tudo mais uma vez!

    (0) Comentar
  • Casa Cor

    Terça-Feira, 23 de Junho de 2015

    O ambiente de 52 metros quadrados assinado pela dupla MÁRCIA CARVALHO e CLÁUDIO MÚCIO é prático e acolhedor, com tudo que é necessário para se viver confortavelmente.

    O espaço foi pensado para uma jovem médica, apreciadora de livros, arte, filmes, viagens, esportes e boa gastronomia.

    Com estilo contemporâneo, o projeto traz cores predominantemente suaves e discretas, deixando os toques vibrantes nos detalhes. Os revestimentos proporcionam ao ambiente o aconchego dos elementos naturais modernos, e a iluminação, um conforto visual sem igual.

    A divisória em venezianas articuláveis, que faz a integração com a área externa, é novidade na mostra.

    O piso do ambiente é composto por grandes placas de PORCELANATO ESMALTADO em tom cimentício, que também reveste o banheiro. Dentre os revestimentos de piso e parede, destacam-se o Piso ST REMY ARGENTO, da PORTOBELLO, o Piso LOFT LVT PISELI, da DURAFLOOR e o TIJOLO ANATÓLIA ANTIQUE, da PALIMANAN.

    Na cozinha funcional, a CUBA DE EMBUTIR RAMBLA 300 e o COOKTOP MULT VITRO DOMINO, ambos da FRANKE, mantêm a sofisticação do lugar.

    Fotos: Munir Al Rubaie

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 06 de Junho de 2015

    (Qualquer Gato Vira-Lata 2, comédia, Brasil, 2014)

    De Roberto Santucci e Marcelo Antunez. Com Cleo Pires, Malvino Salvador, Dudu Azevedo, Rita Guedes, Letícia Novaes, Álamo Facó, Mel Maia, Fábio Júnior, Marcelo Saback, Marcello Escorel e outros.

    “Qualquer Gato Vira-Lata 2” narra a história de Tati (Cleo Pires), que no primeiro filme aprendeu as regras do amor e conseguiu conquistar Conrado (Malvino Salvador). Agora, ela está pronta para dar o próximo passo.

    O casal viaja para Cancún e ela planeja o pedido de casamento. Mas depois de ouvir um “Posso pensar?”, Tati se decepciona e seu ex Marcelo (Dudu Azevedo), volta a ter esperanças em reconquistá-la.

    Para piorar, Ângela (Rita Guedes), ex de Conrado, também está no local para lançar um livro que bate de frente com o dele.

    O longa é inspirado na peça homônima “Qualquer Gato Vira-lata Tem Uma Vida Sexual Mais Sadia que a Nossa”, de Juca de Oliveira, que levou 1 milhão de pessoas ao teatro entre 1998 e 2002, e conta ainda com as participações especiais de Fábio Júnior e Marcel Saback.

    O primeiro filme acompanha um divertido triângulo amoroso em que Tati (Cleo), uma jovem abandonada por Marcelo (Azevedo), busca ajuda com Conrado (Salvador), um cético professor de biologia.

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 30 de Maio de 2015

    (The Water Diviner, drama, Austrália / EUA / Turquia, 2014)

    De Russell Crowe. Com: Aidan Liam Smith, Canan Erguder, Cem Yilmaz, Christopher Sommers, Damon Herriman, Dan Wyllie, Deniz Akdeniz e outros.

    Em sua estreia como diretor, Russell Crowe interpreta o cavador de poços Joshua Connor, um pai cujos filhos Art, Edward e Henry foram enviados a Galípoli e nunca mais voltaram.

    Ao saber que foram dados como mortos, mas na falta de provas, Joshua abandona sua terra natal e viaja até a Turquia para encontrar os restos mortais dos três.

    (0) Comentar
  • Sábado, 23 de Maio de 2015

    (O Vendedor de Passados, drama, Brasil, 2013)

    De Lula Buarque de Holanda. Com Alinne Moraes, Lázaro Ramos e outros.

    A possibilidade de alterar ou acrescentar lembranças às nossas vidas sempre atraiu a imaginação das pessoas. E é justamente a partir dessa ideia que se desenvolve a trama de “O Vendedor de Passados”, novo longa de Lula Buarque de Hollanda.

    Inspirado no livro homônimo do escritor angolano José Eduardo Agualus, o filme estreia nesta semana e vai contra o fluxo dos lançamentos do cinema nacional, já que a maioria é centrada na comédia.

    Lázaro Ramos vive Vicente, cuja profissão é bastante inusitada: ele vende passados a pessoas que, por um motivo ou outro, estejam descontentes com suas vidas. Ele recria documentos, álbum de fotos e qualquer outro resquício de tudo que alguém já viveu.

    Até que surge Clara (Alinne Moraes), uma mulher misteriosa que, sem contar a sua história, encomenda a Lázaro um novo passado, partindo completamente do zero. A sua única exigência é ter cometido um crime. Isso já é o suficiente para que o espectador se prenda à trama; a curiosidade prevalece.

    Outro ponto interessante é a discussão que o filme traz, não só sobre a infelicidade crônica da nossa geração, mas também a necessidade da representação. Em uma era onde a imagem é cada vez mais relevante, a alegoria é mais importante do que a essência em si.

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 16 de Maio de 2015

    (Mad Max: Fury Road, ação/aventura, Austrália, 2015)

    De George Miller. Com Tom Hardy, Charlize Theron, Nicholas Hoult e outros.

    Estreia nesta semana o remake/sequência do clássico de 1979, “Mad Max”. Com todo o barulho, velocidade e fúria que o título promete, “Mad Max: Estrada da Fúria” mantém George Miller na direção, retoma o protagonista com algumas variações e cria um universo pós-apocalíptico que homenageia e expande o original. O que chega às telas é provavelmente o melhor longa de ação que os fãs já viram em muitos anos.

    Melhor, não por ser mais sofisticado, mas justamente o oposto: a trama é simples, porém convincente, e os efeitos, apesar de grandiosos, não substituem o papel da maquiagem e dos objetos de cena – concretos, sujos e pesados. O público é transportado ao mesmo tempo para o futuro e para o passado, àquele auge dos anos 80.

    Seja para fãs nostálgicos ou novos entusiastas, “Mad Max: Estrada da Fúria” tem tudo para ser um clássico instantâneo. A jornada é envolvente, os protagonistas têm motivações consistentes, os coadjuvantes são suficientemente interessantes para que nos importemos com eles (mesmo sem saber quase nada sobre seus passados) e o vilão é realmente perigoso.

    Em torno desses personagens, desenha-se um futuro hostil e insano, com criaturas tão bizarras quanto a consciência de Max – um homem louco num mundo que enlouqueceu.

    (0) Comentar
  • Próximos posts
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: