• Cinema

    Quarta-Feira, 03 de Outubro de 2018

    Conhecido internacionalmente como um dos mais importantes arquitetos paisagistas do século 20, Roberto Burle Marx contribuiu para a arquitetura moderna - basta lembrar do Edifício Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro, um marco na sua carreira. Contudo, sua personalidade disruptiva e criativa ultrapassava os jardins verdejantes e entrava também na arte, na gastronomia e na música. O documentário FILME PAISAGEM, um olhar sobre Roberto Burle Marx chega às salas de cinema no dia 15 de novembro para mostrar todas essas facetas pouco conhecidas do grande público.

      Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

    O filme, dirigido e escrito por João Vargas Penna, é um passeio pela arte e personalidade de Roberto Burle Marx. Na trama, são apresentadas as ideias e lembranças do artista e paisagista, através de uma narração baseada em falas e textos de Burle Marx, acompanhadas por imagens das obras do paisagista. 

    Um tour arquitetônico pelo Palácio do Itamaraty (Foto: Edgar César/ divulgação)

      Palácio do Itamaraty (Foto: Edgar César/ divulgação)

    Nascido em São Paulo, filho de judeu alemão e católica pernambucana, Burle Marx foi precursor da ecologia e defesa do meio ambiente. O paisagista valorizava as plantas nativas e descobriu muitas espécies novas, em viagens de coleta e pesquisa por todos ecossistemas brasileiros, que fazem parte de uma enorme coleção de plantas vivas localizada no sítio onde morou.

    Um tour pelo sítio de Roberto Burle Marx (Foto: Flo Atelier Botânico)

      Sítio de Roberto Burle Marx (Foto: Flo Atelier Botânico)

    "Burle Marx foi um dos maiores paisagistas do século 20. Ele era um mestre na construção de espaços públicos, locais de convívio e harmonia com a natureza. O FILME PAISAGEM, Um olhar sobre Roberto Burle Marx apresenta suas ideias numa sucessão de paisagens – formas de apreensão do mundo a partir dos sentidos do espectador. Num mundo cada vez mais cheio de barreiras e conflitos, é da maior importância mostrar a obra desse artista que criou espaços de deleite e aproximação entre os homens e o meio ambiente”, comenta o diretor.

    FILME PAISAGEM, um olhar sobre Roberto Burle Marx tem produção da Camisa Listrada e Atelier de Cinema, e consultoria de José Tabacow, ex-assistente, sócio e parceiro de Burle Marx.

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018

    A arquiteta Boryana Ilieva, conhecida como Floor Plan Croissant, é apaixonada pelo décor dos filmes e séries, assim como nós! Especializada em desenhar as plantas de casas e apartamentos dos longas, mais recentemente, ela postou no Instagram as ilustrações que fez com inspiração nos interiores de seis filmes que estão concorrendo ao Oscar 2018. Confira o resultado abaixo:

     

    1. A Ghost Story

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

    2. Blade Runner 2049

     

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

    3. Corra!

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

    4. Mãe!

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

    5. Me Chame Pelo Seu Nome 1

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

    6. Me Chame Pelo Seu Nome 2

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

    7. Personal Shopper

    (Reprodução/Floor Plan Croissant)

     

     

     

     

     

     

     

    (0) Comentar
  • Cinema

    Domingo, 24 de Dezembro de 2017

    Nada melhor do que curtir o Natal com a família e os amigos assistindo aos clássicos de fim de ano do cinema, para dar aquele toque de nostalgia que a época nos fornece. Confira os filmes que não podem faltar no seu sofá de domingo e alguns deles estarão disponíveis até na Netflix! Vale a pena assistir! 

     

    Esqueceram de Mim

    Não tem como cogitar passar o Natal sem ao menos deixar passando na TV o clássico da data. Esqueceram de Mim, de Chris Columbus, foi lançado em 1990 - insira aqui a carinha de grito que Macaulay Culkin faz no filme. Por mais que tenha apenas 54% no Rotten Tomatoes, ele tem seu carisma da década de 90 e decoração de Natal exagerada, com direito a pullover kitsch-mas-eu-quero.

     

    A Felicidade não se compra

    Trata-se de uma obra para se ver e rever. O enredo conta a triste história de um homem que tem uma vida difícil e decide se jogar de uma ponte na época do Natal. Ele, no entanto, recebe a visita de um Anjo e passa a repensar sua escolha.

     

    O Expresso Polar

    A trama envolve um garoto que não acredita mais no Papai Noel, mas que em determinado dia se vê em meio a uma verdadeira aventura natalina, à bordo de um trem misterioso. O filme ficou marcado por ser a primeira animação com captura de movimento, mas a verdade é que existe muito mais no filme do que uma mera evolução técnica. Trata-se de uma obra com muito espírito natalino, contando com canções clássicas na trilha sonora, como "Santa Claus is Comin' to Town", "Silver Bells", "Here Comes Santa Claus" e "White Christmas".

     

    O Grinch

    Jim Carrey empresta suas caretas ao esverdeado e antipático Grinch, uma criatura que detesta o Natal que vive perto de uma vila cheia de seres que adoram a data. Irritado, ele decide roubar o Natal, mas no processo encontra uma menininha que insiste em ser sua amiga.

     

    A Very Murray Christmas

    Como o nome já sugere, não teria como ter um filme mais Bill Murray. Dirigido por Sofia Coppola (claro!), ele é um musical divertido da Netflix com diversas celebridades - pense em Miley Cyrus, George Clooney, Amy Poehler e Chris Rock - em situações irreverentes em um hotel norte-americano pronto para a chegada das festas de fim de ano. É uma mistura singela de Encontros & Desencontros com musicais clássicos de Hollywood.

     

     

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 29 de Julho de 2017

    (O Filme da Minha Vida, drama, Brasil, 2017)

    De Selton Melo. Com Johnny Massaro, Vincent Cassel, Bruna Linzmeyer, Selton Melo, Bia Arantes e outros.

    Com direção e roteiro de Selton Melo, “O Filme da Minha Vida” é baseado no livro “Um Pai de Cinema”, do chileno Antonio Skármeta.

    O ano é de 1963. Nas Serras Gaúchas, o jovem Tony Terranova precisa lidar com a ausência do pai, que deixou a ele e a sua mãe para voltar a viver na França. Professor de francês no colégio da cidade, ele se vê às voltas com seus alunos adolescentes.

    Apaixonado pelos filmes que vê no cinema da cidade grande, Tony faz do amor e do cinema suas grandes razões de viver. Até que a verdade sobre seu pai começa a vir à tona e o obriga a tomar as rédeas de sua vida.

    Fonte: http://globofilmes.globo.com

     

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2016

    (Snoopy & Charlie Brown - The Peanuts Movie, animação, Estados Unidos 2015)

    Charlie Brown, Snoopy, Lucy, Linus e todo o resto da amada turma do Snoopy chegam ao cinema de uma forma como nunca foram vistos antes: como animação 3D.

    Snoopy, o beagle mais amado do mundo – e claro, piloto – embarca em sua maior missão até hoje, quando ele alcança o céu atrás de seu arqui-inimigo, o Barão Vermelho, enquanto seu melhor amigo, Charlie Brown, inicia a sua própria missão épica.

    Da imaginação de Charles M. Schulz e dos criadores da saga A Era do Gelo, “Snoopy & Charlie Brown – Peanuts, O Filme” vai provar que todo azarado tem seu dia de sorte.

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 03 de Outubro de 2015

    (Vai que Cola - O Filme, comédia, Brasil, 2015)

    De César Rodrigues. Com Cacau Protásio, Catarina Abdalla, Emiliano D'Ávila, Fernando Caruso, Fiorella Mattheis, Jonathan Haagensen, Klebber Toledo, Márcio Kieling, Marcus Majella, Oscar Magrini, Paulo Gustavo, Rogério Fróes, Samanta Schmütz, Werner Schunemann.

    De “A Grande Família” a “Os Caras de Pau”, não são poucos os sucessos da televisão brasileira que acabam por parar nas telonas.

    A novidade da vez é “Vai Que Cola - O Filme”, seriado do Multishow liderado pelo multifacetado Paulo Gustavo. No longa estão os mesmos personagens da TV, desta vez com uma trama maior.

    Paulo Gustavo é Valdomiro Lacerda, tipão metido a malandro que, em meio às falcatruas, perde sua fortuna e tem que encarar o maior pesadelo da classe média carioca: render-se à vida no subúrbio. Leia-se pensão de Dona Jô, cenário já conhecido do seriado.

    Quando um ex-sócio o procura com um plano para recuperar sua cobertura no Leblon, ele imediatamente aceita.

    Junto, porém, muda-se o resto da “ralé”, configurando uma verdadeira invasão às areias da Zona Sul: Jéssica (Samantha Schmütz), Ferdinando (Marcus Majella), Terezinha (Cacau Protásio), Máicol (Emiliano D'Ávila), Velna (Fiorella Mattheis) e, por fim, Wilson.

    Imagens: Divulgação

    (0) Comentar
  • Sábado, 28 de Fevereiro de 2015

    (Super Pai, Brasil, 2015)

    De Pedro Amorim. Com Danton Mello, Dani Calabresa, Antônio Tabet, Thogun Teixeira, Mônica Iozzi e outros.

    Diogo (Danton Mello) é um adolescente tardio, que reluta em sucumbir à vida adulta. Casado com Mariana (Mônica Iozzi), ele vê a chance de resgatar a popularidade dos tempos de escola quando a turma resolve se reencontrar em uma grande festa para marcar os 20 anos de formatura.

    Acontece que no dia D, a sogra sofre um acidente que tira a esposa dele de casa, e Diogo terá que cuidar do filho pequeno. Para não perder a comemoração – e a chance de “pegar” uma antiga paixão do colégio – ele resolve deixar o filho em uma creche noturna.

    Na hora de pegar o menino de volta, porém, ele acaba levando uma criança coreana por engano. E Diogo vai viver altas confusões ao longo de uma noite ao lado dos amigos César (Antônio Tabet), Nando (Thogun Teixeira) e Júlia (Dani Calabresa) para recuperar o filho. E o prestígio.

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 21 de Fevereiro de 2015

    Quem nunca cantou “…Eduardo e Mônica trocaram telefone, depois telefonaram e decidiram se encontrar, o Eduardo sugeriu uma lanchonete, mas a Mônica queria ver o filme do Godard..”? A famosa cançãoEduardo e Mônica”, escrita por Renato Russo, expoente da geração Coca-Cola, marcou milhares de pessoas e agora vai virar filme. 

    A produtora Gávea Filmes comprou os direitos autorais para a produção, que será dirigida por René Sampaio, o mesmo do filme “Faroeste Caboclo”.

    As filmagens iniciarão em setembro e o cenário do filme será Brasília de 1986, quando foi lançado o álbum “Dois” pela Legião Urbana. Em entrevista, o diretor René Sampaio, fã de Renato,afirmou que pretende ser fiel ao espírito da música e deseja que o filme tenha relevância internacional e qualidade artística. 

    A produtora Bianca De Felippes informou que será uma história de amor, mas não uma comédia romântica, e que terá a cara do Renato Russo, para que ele sentisse orgulho da obra. 

    Os trabalhos de filmagens devem começar em meados de 2015 e o filme tem previsão para ser exibido no segundo semestre de 2016, e contará com a participação do filho de Renato Russo, Giuliano Manfredini, na produção. Quem é fã da banda e da música, não pode perder o filme! 

    Confira abaixo o vídeo da música “Eduardo e Mônica” da banda Legião Urbana, para matar a saudade:

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 21 de Fevereiro de 2015

    (St. Vincent, EUA, 2014)

    De Theodore Melfi. Com Bill Murray, Naomi Watts, Melissa McCarthy, Terrence Howard, Chris O'Dowd, Scott Adsit, Nate Corddry, Katharina Damm, Alexandra Fong, Selenis Leyva e outros.

    Às vezes, entre tanto pessimismo diário, tudo o que precisamos é de uma história positiva – não sobre uma grande superação cheia de sofrimento, mas sobre pequenas atitudes boas, sobre situações ruins que encontram soluções inesperadamente simples. Às vezes, tudo o que precisamos é de um filme como “Um Santo Vizinho” – de preferência com Bill Murray no papel principal. 

    O longa de Theodore Melfi (“Winding Roads”) parte de um clichê: a criança esperta derrete o coração de um adulto rabugento. Mas usa-o apenas para expandi-lo, construindo a partir daí um roteiro com personagens curiosos e subtramas bem amarradas. 

    Murray é Vincent, um veterano de guerra que lutou no Vietnã e hoje vive sozinho com um gato e cultiva como amante e amiga uma prostituta grávida (Naomi Watts). Certo dia, um novo par de vizinhos se apresenta à sua porta: uma mãe em processo de divórcio (Melissa McCarthy) e um garotinho de 11 ou 12 anos chamado Oliver (Jaeden Lieberher). 

    O passado de Vincent vai se revelando aos poucos, enquanto Oliver passa suas tardes com ele após as aulas. A mãe trabalha num hospital local e raramente consegue voltar cedo para casa, mas a ausência não chega a ser tratada como um grande problema (e, sim, como uma provocação eventual). 

    “Um Santo Vizinho” foge de situações melodramáticas e sugere outros caminhos, como uma briga de escola que logo se transforma em amizade, um professor de religião que aceita todas as crenças, uma briga judicial que acaba não sendo tão ruim assim e uma doença que, encarada com naturalidade, deixa de ser um bicho de sete cabeças. 

    Leve, mas tocante, a comédia dramática é um programa perfeito para aqueles dias em que se procura um filme simplesmente adorável – nem esquecível demais, nem sofisticado demais. Na medida certa.

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 14 de Fevereiro de 2015

    (Annie, Musical, EUA, 2014)

     

    De Will Gluck. Com Adewale Akinnuoye-Agbaje, Amanda Troya, Beth Rowe, Bobby Cannavale, Brad Bong, Cameron Diaz, David Zayas, Eden Duncan-Smith, Jamie Foxx, Nicolette Pierini, Paulina Simkin, Peter Van Wagner, Quvenzhané Wallis, Raushanah Simmons, Rose Byrne, Stephanie Kurtz.

     

     

     

    Annie (Quvenzhané Wallis) é uma jovem, que vive um orfanato comandado pela exigente Sra. Hannigan. Sua vida começa a mudar quando é escolhida para passar alguns dias na mansão de um milionário, onde faz amizade com os funcionários da casa.

    (0) Comentar
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: