• Viagem

    Domingo, 29 de Abril de 2018

    O resort Conrad Maldives Rangali Island anunciou recentemente que está trabalhando na construção de um projeto ousado: uma hospedagem submarina cinco estrelas nas Ilhas Maldivas. A villa Muraka, palavra da língua local que quer dizer ‘coral’, deve ser inaugurada em novembro deste ano.

    O projeto, cujo custo foi de 15 milhões de dólares, terá sua diária nas alturas: por 50 mil dólares (cerca de 170 mil reais). Quem nele se hospedar poderá passar uma noite embaixo d’água, observando diversas espécies de peixe e até tubarões através das paredes côncavas de acrílico.

    A hospedagem conta com uma uma parte acima do nível do mar e outra, composta de sala de estar, quarto com cama king size e banheiro, a 5 metros de profundidade no Oceano Índico. Considerando os dois andares, o local tem capacidade para acomodar até 9 pessoas e conta com cozinha, academia, sala de estar e de jantar, e outras áreas de convivência por onde os hóspedes podem circular.

    Um deck com uma piscina particular de borda infinita orientada para o nascer do sol e um deck do lado oposto, para vistas do por do sol, completam a lista de luxos da hospedagem.

    Um dos responsáveis pelo projeto da villa subaquática é Mike Murphy, engenheiro da MJ Murphy Ltda, uma empresa neozelandesa especializada em tecnologia para aquários. Não é a primeira vez, contudo, que o Conrad Maldives Rangali Island se aventura em instalações subaquáticas. 

    O complexo de luxo conta também com o Ithaa, restaurante aberto em 2005 que é cercado por corais e pela vida marítima local. O espaço também está a 5 metros de profundidade e, como já é de se esperar, a especialidade no menu, frutos do mar, claro.

     

     

    (0) Comentar
  • Viagem

    Terça-Feira, 20 de Março de 2018

    Para que um hotel comum se você pode ficar em uma casa na árvore né?  

    Tailâdia - Foto: Vu Tran

     

    Para uma experiência diferente de hospedagem na sua próxima viagem, a dica é aventurar-se e ficar em um hotel com casas na árvore e curtir a natureza ao máximo! Confira nossa lista de lugares diferentes para se hospedar e reconectar-se de vez com a Mãe Natureza.

     

    Playa Viva, no México - Foto: Kevin Steele

    A casa na árvore de Playa Viva, no estado mexicano de Guerrero, é daqueles lugares para colocar na lista de sonhos de viagem.Cercado por palmeiras e instalado a quase dois metros do solo, estas espécies de cabines super luxuosas oferecem uma vista perfeita e incomparável do mar e do sol que atravessa a paisagem. Ficar no Playa Viva significa encontrar a paz interior e ficar bem consigo mesmo.

     

    Tsala, em Plettenberg Bay

    No coração da Rota dos Jardins, Tsala Treetop Lodge, com vista para a estonteante Plettenberg Bay, não é apenas um dos mais bonitos esconderijos do mundo – é também o destino perfeito para um casal em busca de conforto e aconchego. 

     

    Guarda, em Pinhel

    Na Guarda, em Pinhel, encontra a Encostas do Côa, situada entre árvores altas e por cima de uma pedra de grandes dimensões. Lá dentro há um quarto e uma casa de banho. Por perto encontra-se o hotel de turismo rural ao qual pertence, o que faz com que os visitantes possam usufruir de serviços tais como churrasqueira, bar e ginásio.

     

     

    Paraty, Rio de Janeiro

    Rodeada de vegetação no meio da Mata Atlântica, esta casa abriga até oito hóspedes. Pelo ambiente podemos encontrar redes e sofás por todos os lados, isso sem falar do som dos pássaros que mais parecem terem saído do lustre do Castelo Rá-Tim-Bum.

     

    Bocas Del Toro, no Panamá

    Outra possibilidade de hospedagem é o The Firefly que possui essa casa na árvore em Bocas Del Toro, no Panamá, com vista direto para o Mar do Caribe.

    (0) Comentar
  • Paisagismo

    Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

    Um hotel na Holanda que nos conecta com a natureza em todos os ambientes.

     

    (0) Comentar
  • Curiosidades

    Segunda-Feira, 01 de Maio de 2017

    Na floresta de Harads, Suécia, Britta e Kent transformaram o sonho de infância de boa parte das pessoas em coisa de gente grande. O clima lúdico das casas na árvore inspirou a criação do Treehotel, um hotel que, literalmente, ergue os quartos meio às árvores bucólicas da floresta.

    A sustentabilidade foi o princípio para a concepção deste projeto. Os quartos suspensos foram revestidos com madeira ecológica, utilizando o mínimo de química possível. Além disso, os proprietários do hotel optaram por empreiteiras eco e mão de obra local, sem desmatar nenhuma árvore da reserva ou danificar as que auxiliam na estrutura.

    O hotel possui sete estilos de quartos diferentes, variando de acordo com as necessidades de cada hóspede (família, casal, amigos, etc). Os formatos singulares chamam atenção: o exterior que imita um ovni, o cubo espelhado por fora que reflete a paisagem e se esconde na mata, e uma casinha vermelha, digna de conto de fada.

    No interior, é possível contemplar a estética nórdica minimalista, com madeira clara revestindo todos os cômodos e complementos rústicos em tons de azul marinho, cinza e verde claro. 

    A paisagem ao redor do hotel é composta pelo Lule River, um complemento ideal para este projeto, que une design, sustentabilidade e arquitetura de maneira ímpar. 

    As janelas amplas permitem que a natureza local seja conduzida para dentro dos ambientes proporcionando uma experiência única e divertida, além de cinematográfica. 

    Fonte: http://casavogue.globo.com

     

     

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Sexta-Feira, 11 de Novembro de 2016

    Situado na cadeia montanhosa Dolomitas, no norte de Itália, a 1.230 metros acima do nível do mar, e com uma vista espantosa sobre as montanhas, O MiraMonti Boutique Hotel chama atenção pelo luxo e sofisticação de suas instalações.

    O tom pastel e os materiais naturais, como a madeira, o couro e as fibras, revelam o charme do local.

    Dos quartos aos espaços externos, a estética adotada reflete com perfeição a tranquilidade e o conforto do entorno repleto de belezas.

    O refúgio alpino esconde outras belezas além das vistas espetaculares para as paisagens italianas.

    O spa, construído como uma cabana minimalista no meio da floresta, é uma atração à parte. Obra dos arquitetos locais Heike Pohl e Andreas Zanier, ele se configura como um refúgio oculto em meio à agitação dos hóspedes.

    De propriedade do casal Carmen Kruselburger e Klaus Alber, eles contam que passaram anos procurando o local ideal na região para montar seu exuberante hotel.

    Com certeza a tarefa foi cumprida com êxito!

    Fonte: http://www.arkpad.com.br

    (0) Comentar
  • Sustentabilidade

    Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2016

    Viajar é conhecer outras culturas, outros lugares e, se possível, se desconectar dos problemas, da tecnologia e da rotina, mesmo que seja por poucos dias.

    Pensando em transformar essa experiência em algo único para seus hóspedes, um hotel em Hesse, na Alemanha, oferece quartos diferentes para quem deseja uma experiência mais “verde”.

    No meio da floresta, em cima de árvores, as cabanas do Robin’s Nest Treehouse Hotels têm feito sucesso não apenas pelo sistema, mas também pelo sossego, simplicidade e conforto.

    O hotel oferece 7 acomodações rústicas, distintas entre si, sendo que três delas são suspensas. Em comum, apenas a mobília de madeira, o aquecedor e a eletricidade. Os banheiros e chuveiros são compartilhados, ficando numa área comum do local, no melhor estilo “hostel”.

    Para garantir uma experiência completa e desconectar os hóspedes do mundo virtual, o hotel não oferece Wi-Fi. Assim, é possível conectá-los apenas à natureza.

    A ideia surgiu quando o dono, Peter Becker, que gerenciava um bar em Berlim, resolveu ir para a floresta. No local, ele construiu seu recanto ao longo de seis meses com a ajuda de amigos. Segundo os relatos, ele não parou as obras nem mesmo em períodos de chuva e de neve intensa.

    Atualmente, Becker vive tranquilamente sozinho no local e afirma que sua qualidade de vida melhorou 100%.

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Geral

    Segunda-Feira, 02 de Março de 2015

    Conhecer o rio Mekong, um dos maiores do mundo e o mais icônico do Sudeste Asiático, é uma experiência única. Primeiro porque permite contato com uma das biodiversidades mais ricas do planeta. Depois, por causa dos palácios exuberantes, dos templos budistas milenares e das vilas flutuantes cambojanas que ficam às suas margens.

    É por essas águas que o sofisticado Aqua Mekongnavega. Em operação desde meados de 2014, a moderna embarcação com cerca de 60 m de comprimento foi projetada pelos arquitetos do Estúdio Noor, de Saigon, com foco em conforto e exclusividade.

    Como um hotel-boutique, os ambientes espaçosos combinam peças de inspiração asiática a elementos do estilo colonial francês, sempre com um viés contemporâneo.

    O cruzeiro possui vinte suítes de 30 m², todas elas com vista panorâmica e varanda. Além das acomodações de alto padrão, a embarcação oferece spa, piscina, academia e sala de cinema, além de um deque para a observação da paisagem em constante mutação e do céu estrelado.

    Ao todo são três itinerários oferecidos entre Ho Chi Minh, no Vietnã, e Siem Reap, no Camboja. Todos incluem experiências fora dos circuitos tradicionais, como visitar mercados locais na companhia de um chef de cozinha e pedalar pelas aldeias ribeirinhas.

    Banhada de cultura, a imersão asiática é complementada pela refinada gastronomia do chef australiano David Thompson. Seu restaurante em Bangcoc, o Nahm, foi eleito como o melhor da Ásia em 2014, em uma premiação organizada pela revista Restaurant.

    (0) Comentar
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: