• Paisagismo

    Segunda-Feira, 07 de Janeiro de 2019

    O ano novo finalmente chegou e podemos dizer que teremos muitas alegrias, mas também muito trabalho e possivelmente estresses no dia a dia. Cuidar de plantas pode ser uma ótima alternativa para acalmar em meio a rotina agitada, por isso separamos uma dica fácil para que você comece a trazer mais vida e calmaria para casa!

    Resultado de imagem para suculentas

    Caracterizada por partes carnudas que ajudam a reter a água em climas áridos, as plantas suculentas exigem solos arenosos e escorregadios bem drenados, muito pouca água e muita luz solar. Além disso, eles se propagam com muita facilidade. Uma folha ou corte arrancado de uma planta suculenta vai enraizar e se tornar uma nova planta, o que significa que você pode compartilhar e trocar plantas entre seus amigos ou em comunidades.

    Suculentas podem ser facilmente reproduzidas com um corte de folhas. Simplesmente parta uma folha do caule principal, assegurando-se de que haja uma quebra limpa e sem muitos danos, depois deixe por alguns dias para curar e formar o seu próprio caule. Coloque a folha na superfície do solo e pulverize com água a cada poucos dias. As raízes aparecerão à medida que a folha for buscar por água, e novos nós de folha se formarão. Neste ponto, você pode plantar seu bebê e vê-lo se transformar em uma suculenta madura.

    Via Casa e Jardim

    (0) Comentar
  • Paisagismo

    Segunda-Feira, 30 de Janeiro de 2017

    Os terrários comprovam: seja qual for o tamanho da sua casa, sempre cabe um pouco de verde! Para criar o seu, basta seguir o passo a passo e dar vida a este arranjo de minissuculentas. Além de enfeitar e trazer vida ao ambiente, são uma ótima opção de presente para as casas novas de pessoas queridas!

    Você vai precisar de:

    Recipiente de vidro ou acrílico (usamos um aquário com 18 cm de altura)

    Minissuculentas (nossa seleção inclui carpete-dourado, aortia, orelha-de-gato, planta-pérola e echevéria)

    Pedriscos

    Terra vegetal

    Pá de jardinagem

    Comece formando uma camada de pedriscos no fundo do recipiente.

    Coloque terra vegetal suficiente para cobrir todos os torrões das mudas.

    Plante as minissuculentas deixando intervalos de 2 cm entre elas. Tome cuidado para não danificar as raízes. A fim de montar uma bela composição, a dica é combinar espécies de diferentes tamanhos e formatos.

    Se algum cantinho precisar de mais terra, acrescente um punhado delicadamente.

    Finalize com mais pedriscos. Para a manutenção, bastam algumas colheradas de água, duas vezes por semana, pois as suculentas pedem pouca rega.

    Fonte: http://minhacasa.uol.com.br

    (0) Comentar
  • Geral

    Segunda-Feira, 23 de Fevereiro de 2015

    Com a expertise de quem sabe construir mais do que JARDINS, a DP Architects mostra que até nas metrópoles é possível VIVER em meio ao VERDE. Neste projeto, especificamente, intitulado Jardin, há VIDA AO AR LIVRE, mesmo residindo em um EDIFÍCIO de dez andares em plena CINGAPURA. O jardim sobe literalmente de andar em andar rumo ao céu. 

    O conceito foca na QUALIDADE DE VIDA e no BEM-ESTAR dos moradores. Um JARDIM VERTICAL, um modo de viver à francesa (que significa viver bem) e SOLUÇÕES ARQUITETÔNICAS estratégicas. Tudo possibilitando um AMBIENTE MODERNO, mas que eleva o jardim ao patamar de prioridade no dia a dia das pessoas. 

    Em cada nível do edifício, AMPLAS ÁREAS VERDES se espalham por todos os apartamentos, criando tanto um canto individual quanto um espaço compartilhado. Isso porque as varandas se transformam em cobertura para as unidades abaixo. 

    Há, ainda, alternância de pé-direito duplo com os simples, para proporcionar ESPAÇOS VERDES a todas as moradas e distintas versões de plantas.

    Essas ideias e conceitos empregados foram inspirados nas práticas desenvolvidas pelo arquiteto e urbanista inglês Gordon Cullen (1914-1994), uma referência quando o assunto é PAISAGEM URBANA e que influenciou o campo do planejamento urbano ao desenvolver o termo que deu origem ao livro homônimo, Paisagem Urbana (1961), considerado um dos trabalhos mais originais sobre o PLANEJAMENTO das cidades. 

    Este projeto é uma forma diferenciada que o escritório DP Architects encontrou para erguer mais do que simplesmente apartamentos em condomínios, mas disponibilizar para as pessoas mais QUALIDADE de vida ao ESTILO CONTEMPORÂNEO: uma verdadeira EXPERIÊNCIA SENSORIAL que desafia as noções CONVENCIONAIS de paisagismo residencial. 

    (0) Comentar
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: