• Restaurantes com uma Arquitetura Fascinante

    Quarta-Feira, 28 de Março de 2018

    Os irmãos Alajmo, depois de colaborarem em dois restaurantes – o Caffè Stern, em Paris, e o café AMO, em Veneza –, convidaram o designer francês Philippe Starck para assinar um novo espaço na cidade italiana. Construído na Praça de São Marcos, no século 18, o Quadri passou por uma restauração completa que criou uma atmosfera romântica e surrealista.

    (Divulgação/Quadri)

    Nas mãos da família Alajmo desde 2010, Raffaele Alajmo, CEO do grupo Alajmo, conta que decidiram restaurar o Quadri porque o trabalho de estuque dentro do café, no térreo, se deteriorou ao longo dos anos e eles sentiram que era hora de trazer de volta o esplendor original do espaço em um contexto contemporâneo, para que ele torne um representante da culinária italiana em um nível global.

    A renovação foi composta por duas partes: a restauração de detalhes originais e a adição de novos detalhes. Na primeira divisão, Veneza em si teve um peso especial na hora da tomada de decisões.

    (Divulgação/Quadri)

    O fenômeno da acqua alta, por exemplo, quando o nível da água sobe e invade espaços da cidade, levou Starck a escolher o latão não envernizado para estruturar as mesas e todos os móveis que têm contato com o piso. Assim, o material vai oxidar ao longo do tempo, expondo em vez de escondendo a invasão da água.

    (Divulgação/Quadri)

    As paredes do café e bistrô, que ficam no piso térreo, foram descascadas para deixar o estuque, que data do final dos anos 1800, à mostra. No piso superior, o Ristorante Quadri teve seus detalhes arquitetônicos recuperados.

    Ali, o revestimento das paredes, antes em um tom profundo de vermelho, foi feito pelo Tessitura Bevilacqua, um fabricante histórico de tecido veneziano. Na renovação, Starck voltou ao fornecedor e escolheu uma peça feita nos anos 1500 que leva uma cor marrom-dourada.

    Mais artesãos tradicionais e locais foram envolvidos na reforma: os espelhos da entrada e dos banheiros do Quadri foram produzidos pelo Barbini Brothers, uma família de mestres de sopradores de vidro responsável por todos os espelhos do Palácio de Versalhes, na França. As molduras de madeira das janelas com vista para a Praça de São Marcos também foram restauradas.

    (Divulgação/Quadri)

    “Por respeito, amor e inteligência, não queríamos mudar uma concentração tão poderosa de mistério, beleza, estranheza e poesia. Nós simplesmente procuramos por suas maravilhas e descobrimos um país das maravilhas. Tudo aqui é um jogo mental, com sua própria música mágica. Surpresas férteisocultas ganham vida em todos os lugares; nas paredes com o tecido, nas luzes com os lustres surrealistas… Este sonho vem em parte do meu cérebro, meu coração e minha loucura. No entanto, precisávamos de mãos para torná-lo realidade. E o segredo da qualidade absoluta da Quadri são os artesãos venezianos”, diz Philippe Starck.

    O designer misturou, então, elementos de fantasia ao décor tradicional do restaurante. Um bom exemplo disso são os revestimentos do Tessitura Bevilacqua, que foi estampado com o rosto dos irmãos Alajmo, satélites e astronautas.

    (Divulgação/Quadri)

    “O importante investimento cultural feito com esta restauração foi o envolvimento de artesãos venezianos, muitos dos quais pequenos negócios familiares datam de 1800 e 1900”, observa o arquiteto Marino Folin, responsável por supervisionar o trabalho com os artesãos.

    Além de restaurado, o lustre de vidro Murano, que data de 1930, serviu de inspiração para o novo lustre que, ao lado do original, leva o mesmo estilo e tamanho, mas possui detalhes surrealistas. No piso do restaurante, os tapetesforam desenhados por Ara Starck, filha de Philippe, que criou ali um jogo onde as figuras centrais se movem em um mundo fantasmagórico.

    (Divulgação/Quadri)

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2015

    Grife premium de CONCRETO ARQUITETÔNICO, a CASTELATTO surpreende na pesquisa, criação e fabricação de PISOS e REVESTIMENTOS, com soluções ESTETICAMENTE INOVADORAS.

    Com uma grande variedade de FORMATOS, CORES e TEXTURAS, a marca imprime CONCEITOS CRIATIVOS de DESIGN às peças e, consequentemente, aos mais diferentes projetos.

    A LINHA SQUADRI é um bom exemplo de tudo isso. Ideal para ÁREAS INTERNAS ou EXTERNAS, esse revestimento destaca a VOLUMETRIA das grandes cidades.

    Para compor tal aspecto, as peças possuem FORMAS GEOMÉTRICAS com PROFUNDIDADES DIFERENTES – de 2 a 3,5 cm, que, aliadas com o JOGO DE LUZ E SOMBRA, chamam a atenção e proporcionam uma nova leitura às paredes.

    SQUADRI pode ser usado com o objetivo de ALONGAR os ambientes: na VERTICAL, cria a sensação de AMPLITUDE do pé-direito; já na HORIZONTAL, deixa o espaço mais ACONCHEGANTE e PROFUNDO.

    As peças não necessitam de rejunte para serem instaladas e o resultado fica mais interessante se o revestimento for paginado de maneira INTERCALADA.

    Venha até a Aldeia e conheça mais sobre a Linha Squadri e os demais belíssimos produtos Castelatto!

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Geral

    Segunda-Feira, 12 de Janeiro de 2015

    Uma casa construída em um terreno às margens do lago Mjøsa, na Noruega, tinha tudo para ganhar uma fachada completamente envidraçada. Mas a equipe do arquiteto Carl Viggo Holmebakk e os moradores tiveram outra ideia. Criaram uma empena perfurada por aberturas de diferentes tamanhos e em posições inesperadas.

    Em razão dos clientes gostarem de arte, havia um desejo por paredes em quantidade suficiente para pendurar quadros. A posição das esquadrias também criou diferentes molduras para a bela paisagem, como se a vista fosse composta por pinturas em constante transformação. Assim, os temas mudam conforme o tempo, as estações e enquanto as pessoas se movem pela casa.

    Áreas de convivência e quartos voltam-se para o lago e estão distribuídos pelos três andares. As funções secundárias – como banheiros e lavanderia – ficam nos fundos, onde a fachada tem menos aberturas.

    O orçamento permitiu criar soluções em comum com o concreto. Assim, cômodos ganharam pés-direitos duplos e janelas sob medida, posicionadas conforme as necessidades do interior. Terraços e galerias se projetam em balanço. As escadas não precisaram ser colocadas umas sobre as outras: em vez disso, circulam por dentro e por fora do lar.

    O desejo do arquiteto e sua equipe era alcançar a qualidade labiríntica que às vezes encontramos em moradas antigas. Nelas as crianças podiam explorar as muitas escadarias, salas e corredores e havia bastante espaço para a vida fervilhante se desenrolar.

    (0) Comentar
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: