• Gastronomia

    Quarta-Feira, 15 de Novembro de 2017

    Substituir ingredientes calóricos por outros mais naturais e saudáveis é uma boa opção para comer e curtir esse feriado sem culpa! Prova disso é esta receita de cocada fit, elaborada por Viviane Almeida, do Doce Saúde Fit. Cremosa, a versão para comer de colher leva açúcar de coco ou demerara e leite desnatado e promete matar aquela vontade de comer doce. Veja a receita abaixo:

    Receita de cocada fit

    Ingredientes:

    2 xícaras de coco seco ralado
    2 colheres de sopa de açúcar de coco ou demerara
    1 xícara de leite em pó desnatado
    1 xícara de leite 
    1 colher de sopa de amido de milho

    Modo de preparo:

    Coloque o coco numa forma antiaderente ou untada e reserve. No liquidificador bata o leite, o açúcar e o leite em pó e o amido. Após batido, leve ao fogo baixo mexendo até engrossar. Jogue por cima do coco ralado e leve ao forno médio por cerca de 40 minutos, até o leite engrossar e ficar com coloração amarela. A textura é molhadinha, para comer de colher.

     

    Fonte: Casa Vogue

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Domingo, 05 de Novembro de 2017

    O veganismo é um movimento que tem conquistado cada vez mais adeptos mundo afora. Hoje está mais fácil que nunca seguir uma dieta baseada em vegetais e apoiar o fim da exploração dos animais já que há mais opções do gênero nos menus dos restaurantes e nas prateleiras dos supermercados. No Brasil,  são cerca de 2.000 novos veganos a cada semana.

    Quer embarcar nessa alimentação também? Vamos aprender como fazer um prato típico da culinária indiana, vegano, saboroso e muito fácil de realizar em casa! Essa receita incrível é feita em somente uma panela, e fica ótima congelando também!

    Curry de Lentilha com Leite de Coco

    Ingredientes:

    • 2 xícaras lentilha
    • 200 ml leite de coco
    • 3 unidades tomate maduros
    • 1 unidade cebola
    • 2 dentes alho
    • 1 colher sopa azeite de oliva
    • 1 colher sopa gengibre picado
    • 1 colher sobremesa açafrão em pó
    • 1 colher sobremesa cominho em pó ou semente
    • 1/2 colher chá pimenta caiena
    • 1/3 xícara coentro
    • sal a gosto

    Modo de preparo:
    Em uma panela refogar a cebola no azeite em fogo médio até dourar. Acrescentar o gengibre e o alho e espere amarelar. Adicione a lentilha, 1 xícara de água e sal. Assim que secar acrescentar os tomates maduros picados e os temperos em pó, mexendo até que reduza por cerca de 15 minutos. É importante avisar que o tempo de cozimento varia conforme o período que você deixa a lentilha de molho. Esse tempo de cozimento, foi com a lentilha de molho 24horas trocando a água a cada 12 horas. Caso você deixar menos tempo, cozinhar por mais tempo e observar quando ficar macia. Adicionar o leite de coco e desligar assim que ferver. Finalizar com coentro.
     
     

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Domingo, 04 de Dezembro de 2016

    Torta de banana é sempre uma boa pedida para a sobremesa. Mas que tal aprender uma versão mais leve, feita com ingredientes integrais e óleo de coco? Confira!

    Ingredientes

    12 bananas prata maduras

    300 g de uva passa preta

    Sumo de 6 laranjas

    200 g de açúcar de coco

    30 g de canela em pó

    5 g de cravo em pó

    1 kg de farinha de arroz integral

    500 g de castanha de caju

    50 ml de óleo de coco

    10 gotas de extrato de baunilha

    Modo de preparo

    Corte as bananas em rodelas e leve ao fogo com o sumo das laranjas, baunilha, metade do açúcar de coco, canela e cravo. Cozinhe até obter um doce de banana espesso e de cor caramelo escuro. Adicione as uvas passa. Reserve.

    Para a massa, processe as castanhas de caju e misture com a farinha de arroz integral, óleo de coco e a outra metade do açúcar de coco. Trabalhe a massa com as mãos, adicionando quanto baste de água até que fique firme e homogênea. Disponha a massa em uma forma untada e levar ao forno preaquecido a 180° por 20 minutos. Tire do forno, deixe esfriar e em seguida processe até obter uma farofa crocante.

    Monte a torta em uma forma redonda untada, comece pela farofa, em seguida doce de banana e assim intercale até atingir a altura máxima da forma. Polvilhe com açúcar e canela e leve ao forno por mais 20 minutos. Sirva gelada.

    Fonte: http://casavogue.globo.com

    (0) Comentar
  • Geral

    Sábado, 28 de Fevereiro de 2015

    Croque Monsieur é um prato típico de bistrôs franceses: pão, queijo, presunto, molho branco, levado ao forno para gratinar. É prato principal quando acompanhado de uma salada verde, é lanche quando acompanhado de um café.

    Embora seja um prato com a cara da França, sua origem está na Inglaterra, onde encontramos um sanduíche feito de queijo e levado ao forno, o welsh rarebit. Historicamente considera-se que o croque monsieur é a versão francesa do sanduíche inglês, com o acréscimo do presunto.

    A respeito do welsh rarebit, algumas histórias explicam a origem do nome: acredita-se que venha de welsh rabbit, ou coelho do País de Gales. E seria uma gozação dos ingleses aos primos pobres gauleses, que comiam o sanduíche de queijo porque não tinham dinheiro para comprar carne de coelho.

    Esta combinação de ham and cheese (presunto e queijo) está presente em quase todas as culturas gastronômicas ocidentais. Por isso muitos apelidam o croque monsieur de "misto quente com sotaque francês"!

    Apesar de refinado, o croque monsieur é super fácil de fazer. Confira!

     

    Modo de preparo:

    - Toste um dos lados do pão

    - No outro lado, espalhe 2 colheres de molho branco

    - Acrescente o quanto baste de queijo gruyère e presunto de parma

    - Espalhe um pouco de molho branco na parte não tostada da outra fatia do pão e acomode a parte com o molho em cima do presunto de parma

    - Cubra o sanduíche com mais um pouco de molho branco e queijo gruyère, leve para gratinar e está pronto!

    (0) Comentar
  • Geral

    Domingo, 21 de Dezembro de 2014

    O Natal já está aí e junto com esta data tão especial temos a oportunidade de saborear as iguarias típicas desta época do ano, dentre as quais destaca-se a rabanada, doce muito tradicional, feito com fatias grossas de pão mergulhadas no leite, passadas em ovos batidos, fritas em óleo e, ao final, polvilhadas com açúcar e canela.

    Por trás da história da rabanada, muitas lendas e origem incerta. Seu surgimento sempre remete a Portugal, onde é tradicional no Dia da Consoada, comemorado em 24 de dezembro. Mas no mundo todo é possível encontrar versões como o eggy bread (Inglaterra), a french toast (Estados Unidos) e o pain perdu (França).

    Segundo os mais antigos, a rabanada também é conhecida como “fatia de parida” devido à lenda de que as mulheres do campo, após darem à luz seus filhos, recebiam como refeição a iguaria, pois era considerada um alimento forte, que “puxava” o leite para o bebê. A mulher que se alimentava da rabanada se tornava mais saudável e produzia muito leite.

    O fato é que nossos irmãos lusitanos foram os responsáveis por trazer a rabanada para o Brasil, que durante muito tempo foi considerada uma preparação feita para aproveitar o pão “dormido” (do dia anterior), até se tornar um prato tradicional do Natal e festas de fim de ano.

    Agora que sabemos a história da rabanada, vamos à receita, cujo preparo é muito simples:

    Ingredientes

    395ml de leite integral

    3 ovos

    1 pão fatiado (de preferência, que esteja mais endurecido – “pão dormido”) 

    Açúcar e canela a gosto

    Óleo para fritar

    Papel toalha

     

    Modo de preparo

    Em um recipiente, coloque o leite integral e reserve.

    Em outro recipiente, bata bem os ovos e reserve.

    Em uma frigideira esquente com óleo.

    Mergulhe as fatias de pão no recipiente com leite e depois nos ovos batidos.

    Frite as fatias de pão até ficarem douradas de ambos os lados. Deixe as fatias secarem no papel toalha.

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Domingo, 09 de Fevereiro de 2014

    O Naked Cake (bolo pelado) vem conquistando atenção e os paladares por onde é servido. Além de ser uma ótima opção para confraternizações, ainda é mais fácil de ser feito. Sua principal característica é a ausência das tradicionais coberturas de glacê. A falta da cobertura é compensada pelo recheio com frutas ou com aquele seu creme preferido. O doce ganha pontos visualmente quando o recheio é colocado com cuidado para não desmoronar antes mesmo de ficar pronto. Outra dica para deixar ele mais bonito é fazer camadas mais grossas que o recheio. Receita de sucesso para o seu domingo ser perfeito. Veja como preparar essa delícia. http://www.youtube.com/watch?v=t6v9a4IxkvQ

    (0) Comentar
  • Aldeia

    Domingo, 02 de Fevereiro de 2014

    A palavracoockie” vem do alemão,koekje”, que significa “pequeno bolo”. Recebeu esse nome porque era feito a partir da massa de um bolo e usada pra testar a temperatura do forno antes de colocar o bolo para assar.

    Mas essa maravilhosa bolachinha foi descoberta pelos britânicos ao imaginar que combinaria perfeitamente com seu tradicional chá da tarde.

    Os cookies chegaram na América através das colonizações britânicas e alemãs, fazendo surgir uma grande paixão nos Estados Unidos.

    Os americanos chegam a consumir mais de dois bilhões de cookies por ano, isso é o equivalente a 300 biscoitos por pessoa.

    Uma das receitas mais famosas desses deliciosos cookies é a da americana Ruth Wakefield. Que um dia resolveu adicionar uma barra de chocolate meioamargo à massa de seus cookies e o resultado foi surpreendentemente incrível.

    Pra você que ficou morrendo de vontade, aqui vai um vídeo com uma receita fácil e rápida!

    http://www.youtube.com/watch?v=Ytd9B0Q6wZQ

    Vamos fazer o nosso?!

    (0) Comentar
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: