• Arquitetura

    Segunda-Feira, 28 de Março de 2016

    Afastado da agitação, ao norte da comuna de Cortina d'Ampezzo, o projeto inovador de hospedagem “Starlight Room” é um convite à imersão na natureza da cadeia montanhosa conhecida como Dolomitas, na Itália.

    Pensados para receber visitantes individuais, casais ou pequenos grupos, seus quartos na verdade são cabines de madeira situadas a 2.055 metros de altitude, que oferecem uma vista panorâmica da paisagem alpina circundante.

    Os dormitórios espalhados de forma independente no terreno ficam apoiados sobre esquis e têm teto e paredes de vidro.

    Da cama de casal, encaixada na compacta caixa de vidro, é possível fitar o cenário montanhoso durante o dia e, à noite, contemplar as estrelas.

    A única forma de acesso ao local é por meio de trilhas fechadas, onde não passam carros, o que garante a experiência de um verdadeiro retiro.

    A hospedagem foi idealizada por Campigotto Raniero, proprietário do hotel Rifugio Col Gallina, localizado perto do endereço, e a proposta foi melhorar a experiência de dormir em um espaço semi-externo.

    Dentro dos quartos, os hóspedes podem assistir filmes, ouvir música, ajustar a temperatura, modificar o ângulo da cama, para aproveitar melhor a vista, e, além disso, um menu exclusivo é servido no local, regado a muito vinho italiano.

    Imagens: Giacomo Pompanin / Divulgação.

    (0) Comentar
  • Cinema

    Sábado, 20 de Fevereiro de 2016

    (Room, drama, Irlanda / Canadá, 2015)

    De Lenny Abrahamson. Com Brie Larson, Jacob Tremblay, Sean Bridgers e outros.

    Estreou no Brasil nesta semana o drama maduro, indicado a quatro Oscars, incluindo o de Melhor Filme, “O Quarto de Jack”, adaptação do livro “Quarto”, de Emma Donoghue. Jack (Jacob Tremblay) é um menino de cinco anos que vive com a mãe (Brie Larson) num quarto sem janelas, iluminado apenas por uma claraboia. Por não ter com quem conversar, ele trata todos os objetos como coisas vivas.

    A porta só pode ser aberta com uma senha que os dois desconhecem. Por ela de vez em quando passa um homem para trazer mantimentos. “Você não sabe como está o mundo lá fora”, diz ele.

    Não se sabe por que os dois estão presos, mas as peças começam a se juntar quando Jack espia o homem de dentro do armário. É possível entender que a mãe não quer que o menino veja o que acontece à noite.

    Apesar da situação, a mãe tenta criar uma vida normal para Jack dentro daquele canto limitado: aquele é o Mundo e lá fora é o Espaço. Todas as coisas de Quarto formam o Mundo e o resto não é real. Até ela perceber que precisa que o filho entenda a verdade para ter uma chance de sair dali.

    O que torna o longa ainda mais interessante é a forma como Abrahamson não deixa o espectador relaxar. O tempo todo espera-se por uma nova tragédia e, como Jack, não conseguimos confiar em nenhum dos novos personagens, que chegam envoltos num suspense proposital.

    Aos poucos as coisas vão ganhando sentido e se encaixando. O que começa como um filme sobre a conquista da liberdade se revela um estudo a respeito das relações que a criança cria com seu entorno, independente de quão pequeno ou amplo ele seja.

    Então, quando Jack está pronto para encarar a realidade, o público também está e Quarto pode, finalmente, deixar de ser o Mundo.

    Imagens: Divulgação.

    (0) Comentar
  • Casa Cor

    Terça-Feira, 23 de Junho de 2015

    O ambiente de 52 metros quadrados foi concebido pelos veteranos de Casa Cor Goiás ADRIANA MUNDIM e FERNANDO GALVÃO como um local para reunir a família e os amigos.

    Por isso, dois grandes sofás formam uma espécie de “ninho”, o que possibilita o convívio com mais proximidade.

    Uma bancada grande serve de apoio para o ambiente e atende ao chef da família quando for preparar um lanche rápido. Uma mesa redonda completa o mobiliário.

    O escultor e pintor americano Alexander Calder foi a inspiração do artista goiano Marcus Camargo em seu desenho feito diretamente em uma das paredes.

    No projeto luminotécnico, que contribui para o clima convidativo e intimista do ambiente, destacam-se peças de design, algumas também inspiradas em Calder.

    O teto tem volumes e planos diferenciados, conferindo mais ludicidade e movimento ao espaço e contrastando com detalhes e ACABAMENTOS, como o PORCELANATO STONE MAGNA BEGE ABS, da ROCA, o LONDON BRICK HD, DA PORTINARI e o RODAPÉ SANTA LUZIA.

    Fotos: Munir Al Rubaie

    (0) Comentar
  • Geral

    Segunda-Feira, 11 de Maio de 2015

    Faltam só cinco dias para começar a edição 2015 da Casa Cor Goiás!

    E para não estragar a surpresa de ver tudo pronto ao vivo, vamos conferindo o making of por aqui.

     

    Family Room, assinado por Adriana Mundim e Fernando Galvão!

    A Casa Cor Goiás 2015 acontecerá do dia 15 de maio até 24 de junho, na Rua Mário Bittar, nº 181, Setor Marista, em Goiânia - uma antiga residência tradicional da Capital.

    Aguardem!

    (0) Comentar
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: