• Gastronomia

    Domingo, 06 de Agosto de 2017

    O simples e delicioso suspiro surgiu há alguns séculos e tem encantado o paladar de todos pelo mundo. Inicialmente chamado de merengue, na região da Galícia, na Espanha, o doce era uma sobremesa que se costumava comer no café da tarde.

    Sua origem pode ter sido em mais de um lugar do mundo, mas a teoria mais difundida é que ele surgiu por volta do século XVII, sendo criação de um confeiteiro italiano chamado Gasparini, que morava no povo suíço de Meiringen.

    O doce teria ganhado visibilidade a partir da fama que conquistou na corte de reis e rainhas de diversos lugares da Europa, principalmente na França e Polônia. No começo do século XIX, os cozinheiros começaram a moldar o merengue com uma colher antes ir ao forno, ganhando assim o formato que são conhecidos até hoje e, a partir de então, na Espanha começaram a chamá-los de suspiros.

    Basicamente a receita para o suspiro leva claras de ovos e açúcar e depois é assada no forno. Porém, existem três diferentes tipos de suspiros: o italiano, o francês e o suíço.

    A versão italiana tem uma textura mais macia e é ótima para usar em sobremesas e coberturas de bolo. O suspiro francês utiliza vinagre para ficar mais seco por dentro e maisena para ficar mais consistente. E o suíço tem uma consistência mais cremosa, sendo assim também utilizado em coberturas de bolo.

    Além de ser delicioso para comer puro, o suspiro é muito utilizado em diversos tipos de sobremesas como tortas doces, bolos e até musses. Que tal experimentar uma sobremesa com suspiro hoje?

    Fonte: http://blog.casaparisconfeitaria.com.br

    (0) Comentar
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: