• Geral

    Segunda-Feira, 06 de Outubro de 2014
    A capital mais arborizada do Brasil

    Goiânia é a segunda cidade mais arborizada do mundo, a capital tem cerca de 950 mil árvores. Ipês florescem nesta época do ano e formam belos tapetes que colorem de rosa, branco, amarelo e roxo ruas e avenidas de Goiânia. A paisagem exuberante encanta a população e anuncia que a primavera se aproxima.

     

    Goiânia, Campinas, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba estão, entre as cidades – acima de um milhão de habitantes – mais arborizadas do Brasil, segundo o IBGE, a partir de dados do Censo Demográfico 2010. Goiânia tem 89,5% de arborização.

     

    Goiânia é a cidade mais arborizada do País e a segunda no mundo. A capital goiana perde, apenas, para Edmonton, no Canadá, que detém a concentração de 100 m² de árvores por habitante. São cerca de 950 mil árvores,


    Benefícios de ter uma cidade arborizada é ecológicos, estéticos e sociais. A interferência no microclima, proteção do solo e sobrevivência da fauna são as principais contribuições para o meio ambiente, porque a cobertura vegetal aumenta a permeabilização do solo e alimenta o lençol freático.

     

    As Áreas de Preservação Ambiental (APAs) também são opções de lazer, diversão e convívio social em meio ao trânsito agitado, barulho e poluição das grandes cidades. “Quando buscamos um lugar para diversão e para relaxar, muitas vezes queremos contato com a natureza”, acrescenta.

     

    Impacto ambiental

    A Semarh administra atualmente 22 unidades de conservação ecológica em todo o Estado de Goiás, sendo 12 parques com utilização mais restrita e foco específico na preservação ambiental.

    Vários fatores representam ameaça direta à preservação dessas Áreas de Proteção Ambiental (APAs). Além dos frequentes focos de incêndio durante a estiagem que devastam a vegetação e comprometem a fauna dessas regiões, a própria expansão da fronteira urbana, obras de infraestrutura como construção de estradas, implantação de barragens e hidrelétricas e a ampliação das áreas utilizadas na produção agropecuária para a formação de lavouras e pastagens contribuem para o desequilíbrio dos ecossistemas.

     

    Reflorestamento


    Mais de 17 mil mudas de árvores do Cerrado – como ipês, paineiras, jatobás e angicos – já foram plantadas com o objetivo de atender ao Programa Compensar Ambiental, que prevê o aumento de áreas verdes no Estado para mitigar as emissões de gases de efeito estufa.

     

    Comentários

    • Não há comentários para esta postagem.

    Deixe seu comentário, sobre esta matéria.

    (0) Comentarios
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: