• Arquitetura

    Segunda-Feira, 11 de Abril de 2016
    Muita luz e interação com a natureza!

    Localizada em Vancouver, no Canadá, uma casa foi construída a partir da estrutura de outra edificação, sendo que as paredes e os acabamentos originais foram removidos.

    Os arquitetos do escritório Dialog projetaram sua obra levando em conta apenas a malha de pilares e as fundações existentes no terreno. O resultado é uma morada que se define pela integração com o exterior – constituído por uma exuberante mata.

    Internamente, o piso de concreto corre casa afora. As paredes brancas acabam quando tocam o telhado, que é feito de madeira. Claraboias estratégicas garantem a massiva entrada de luz natural em diversos ambientes.

    Graças a esse recurso a longa e fina cozinha e a sala de estar reluzem, mesmo com seus móveis de cores densas. Aparecem por ali, também, elementos da estrutura metálica da morada.

    Do lado de fora notam-se os grandes planos envidraçados e as numerosas varandas de madeira. A casa esforça-se realmente para estabelecer uma firme ligação com a natureza.

    Do mesmo modo, a construção busca respeitar o relevo e o curso do riacho que cruza a residência por baixo. Trata-se de uma arquitetura orgânica, por mais contemporâneas e rígidas que sejam as suas formas.

    A sala de estar, assim como os demais cômodos coletivos, ocupa um volume elevado. De um lado há apenas janelas, à frente uma grande parede-lareira, e do outro lado a escadaria que leva ao terreno.

    O ambiente esbanja amplidão, com sua decoração para lá de minimalista. No local, apenas um grande sofá vermelho. O quarto, que fica atrás da lareira, segue a mesma lógica, tendo apenas a cama e criados-mudos.

    Imagens: Kristopher Grunert / Divulgação.

    Comentários

    • Não há comentários para esta postagem.

    Deixe seu comentário, sobre esta matéria.

    (0) Comentarios
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: