• Arquitetura

    Segunda-Feira, 18 de Julho de 2016
    Uma casa dividida em “ilhas”!

    O resgate de parte da história do local foi o ponto de partida para o arquiteto Andrew Benn, do escritório Benn+Penna, na elaboração do projeto de um inusitado retiro no campo localizado ao sul de Sydney, na Austrália.

    Haviam ali dois silos de aço, originais dos anos 1990, tempo em que a propriedade rural tinha vocação puramente agrícola.

    A ideia de criar um “arquipélago” de pequenos volumes de aço veio daí, o que também possibilitou a apreciação da paisagem, já que cada um deles foi destinado a um momento do dia.

    Assim, os dois antigos pavilhões tornaram-se ilhas de dormir e de comer. O terceiro, incluso pelo arquiteto, é o de viver, ou melhor, de se entregar à leitura, ao vinho, e ao ócio, com biblioteca e uma lareira.

    Seria uma espécieliving com vista para o pôr do sol estonteante e para os penhascos do Vale Barragorang no horizonte.

    A chapa de metal da estrutura é não-combustível para que a lareira seja acesa em segurança.

    As formas da nova ilha lembram o símbolo do infinito, não por coincidência. Benn acredita que a organicidade de contornos curvos é poétic, ou seja, cabe perfeitamente à linguagem do entorno e ainda promove a sensação de ninho.

    Imagens: Tom Ferguson / Divulgação.

    Comentários

    • Não há comentários para esta postagem.

    Deixe seu comentário, sobre esta matéria.

    (0) Comentarios
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: