• Aldeia

    Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2012
    Le Nôtre - 10 Grandes Nomes da História do Paisagismo

    O estilo barroco francês reconhece os jardins de André Le Nôtre e destaca-o como um dos 10 Grandes Nomes da História do Paisagismo.

    Le Nôtre viveu a infância e adolescência num ambiente repleto de conhecimentos técnicos em paisagens. Seu pai, Jean Le Nôtre, foi o jardineiro mestre do rei Luís XIII nas Tulherias.

    A experiência no estúdio do pintor François Vouet permitiu um maior contato com as leis de perspectiva e ótica, que adotadas em seus plojetos, e de François Mansart, tio de Jules Hardouin-Mansart, o principal arquiteto de Versalhes, fez com que Le Nôtre aprendesse os princípios da arquitetura.

    Filho de peixe, peixinho é. Sucedendo seu pai em 1637, o paisagista redesenhou os jardins das Tulherias, revelando o seu gênio criativo para vistas amplas. Ele continuou a avenida principal, mais tarde chamado de Champs-Élysées.

    Le Nôtre usa com maestria os recursos da perspectiva na composição paisagística do jardim de Vaux-le-Vicompte. A obra é para ser vista exclusivamente do palácio da propriedade. (abaixo)

    Terraços, fontes, conjuntos de estátuas, labirinto e espelhos de água. A cenografia arquitetônica e vegetal dedica-se aos detalhes, privilégio para o conforto dos convidados do rei.

    Em paralelo às paisagens encomendadas pelo rei, o desenho de Le Nôtre também fez parte dos arredores de Paris e regiões como Chantily, Saint Germain, Saint Cloud, Sceaux, Fontainebleau, Meaudon. Todos, indiscutivelmente, exaltando a simetria e a ordem de espaço.
    Na próxima quarta-feira, confira aqui no blog da Aldeia mais um dos 10 Grandes Nomes da História do Paisagismo.

    Comentários

    • Não há comentários para esta postagem.

    Deixe seu comentário, sobre esta matéria.

    (0) Comentarios
Loja Goiânia

(62) 3093 1717

Newsletter

Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: