• Geral

    Terça-Feira, 10 de Janeiro de 2017

    O melhor ambiente do mundo é onde você se sente em casa. Seja qual for o seu estilo, a Aldeia tem.

    Meu lugar, minha casa, minha Aldeia.

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Segunda-Feira, 09 de Janeiro de 2017

    Conectando as vizinhanças de Sunnyside e Hillhurst ao centro da cidade de Calgary, Canadá, foi construída a Peace Bridge (Ponte da Paz, em tradução livre), um espaço para ciclistas e pedestres chegarem à outra margem do Rio Bow.

    Criação do escritório de arquitetura Santiago Calatrava, a Ponte da Paz foi inaugurada em maio de 2012. Naquele ano o projeto ganhou um prêmio oferecido na bienal National Steel Design Awards of Excellence, que considerou a obra um ícone da cidade que vitalizou as vizinhanças circundantes.

    A estrutura da ponte é simétrica em sua extensão, sendo a plataforma o centro do desenho. O deck possui 8 metros de largura para acomodar faixas de pedestres em ambos os lados e uma ciclofaixa central.

    A simetria é criada a partir de duas partes idênticas, conectando-se nas cordas do topo e da base da ponte. Aliás, a combinação simetria + repetição deu praticidade ao planejamento e execução da estrutura, já que os elementos estruturais foram adquiridos de forma pré-fabricada.

    A estrutura da Peace Bridge é composta por um sistema elegante de treliças de aço em forma de hélice desenvolvidas ao longo de uma secção transversal semielíptica. Sua extensão totaliza em 126 metros.

    O maior desafio do projeto foi trazer os componentes pré-fabricados na Espanha sob padrões europeus e garantir, ao mesmo tempo, que funcionaria nos requisitos canadenses. Depois de inaugurada, a Peace Bridge passou a receber cerca de 6 mil visitantes por dia, além de pessoas usando os métodos alternativos de locomoção oferecidos pela ponte, seja para ir ao trabalho ou por lazer.

    Fonte: http://grandearquitetura.com.br

    (0) Comentar
  • Gastronomia

    Domingo, 08 de Janeiro de 2017

    Que a maioria dos brasileiros adora abóbora, isso é fato. Versátil, o legume pode ser o prato principal facilmente. Que tal, então, aprender a preparar uma abobrinha recheada? Confira!

    Ingredientes:

    6 miniabobrinhas

    1 xícara (chá) de trigo para quibe

    2 tomates sem sementes cortados em cubos

    100g de pepinos em conserva escorridos e picados

    1 cebola roxa cortada em cubos

    Hortelã picada a gosto

    Sal e pimenta a gosto

    Azeite a gosto

    2 potes de iogurte integral

    Modo de preparo

    Lave e corte as abobrinhas ao meio e retire o miolo com uma colher. Deixe ferver com um pouco de sal por 3 minutos. Escorra e deixe esfriar. Deixe o trigo de molho na água por 15 minutos, escorra e esprema bem com as mãos.

    Em uma tigela, misture o trigo, o tomate, os pepinos, a cebola, a hortelã e tempere com o sal, a pimenta e o azeite. Recheie as abobrinhas. Sirva com o iogurte temperado com sal, pimenta e azeite.

    Fonte: http://ludovica.opopular.com.br

    (0) Comentar
  • Exposições/ Mostras

    Sábado, 07 de Janeiro de 2017

    A 8ª edição do Salão dos Artistas Sem Galeria realiza, a partir deste mês, cinco exposições com trabalhos dos 10 artistas selecionados em galerias de São Paulo, Belo Horizonte, Goiânia e Rio de Janeiro.

    Em São Paulo, as exposições ocorrem simultaneamente na Galeria Sancovsky (de 12 de janeiro a 04 de março) e na Zipper Galeria (de 17 de janeiro a 04 de março); em Belo Horizonte (Orlando Lemos Galeria, entre 18 de março e 22 de abril); em Goiânia (Potrich Arte Contemporânea; de 06 de maio a 10 de junho); e no Rio de Janeiro, na Patricia Costa Galeria de Arte, entre 27 de junho e 29 de julho.

    Para esta edição, foram selecionados os artistas Lula Ricardi (SP), Maura Grimaldi (SP), Jefferson Lourenço (MG), Marcelo Barros (SP), Gunga Guerra (Moçambique/RJ), Marcelo Pacheco (SP), Luciana Kater (SP), Cesare Pergola (Itália/SP), Juliano Moraes (GO) e Cristiani Papini (MG), que apresentam pinturas, fotografias, esculturas, vídeos e instalações.

    O Salão dos Artistas Sem Galeria tem como objetivo avaliar, exibir, documentar e divulgar a produção de artistas plásticos que não tenham contratos verbais ou formais (representação) com qualquer galeria de arte na cidade de São Paulo.

    O Salão tradicionalmente abre o calendário de artes em São Paulo e é uma porta de entrada para os artistas selecionados no mundo das artes.

    Fonte: http://misturaurbana.com

    (0) Comentar
  • Arquitetura

    Sexta-Feira, 06 de Janeiro de 2017

    Dando continuidade ao trabalho da arquiteta Zaha Hadid, que faleceu em março de 2016, o escritório Zaha Hadid Architects continua lançando obras impressionantes pelo mundo. Entre elas, uma das mais ousadas é a nova sede do porto da Antuérpia.

    Com a fachada repleta de triângulos espelhados, o edifício faz referência à fama da cidade, conhecida como “a cidade dos diamantes”.

    Mas engane-se quem pensa que a estrutura espelhada prejudica o interior. Na realidade, entre os espelhos foram colocados painéis opacos para controlar a entrada de luz natural no prédio.

    Além disso, o formato da nova sede lembra um grande navio que flutua sobre uma antiga sede de bombeiros da Ilha México.

    A clássica construção estava em desuso desde a construção da nova estação de bombeiros, com as instalações necessárias para atender o porto em expansão.

    Com 12 km de cais, o porto de Antuérpia recebe o segundo maior número de embarques da Europa, servindo 15.000 navios comerciais e 60.000 balsas fluviais por ano. Toda essa movimentação é coordenada por 500 funcionários, que por falta de espaço estavam espalhados em pequenos prédios e agora foram reunidos neste grande escritório.

    O novo volume que “flutua” acima do antigo edifício, respeita as antigas fachadas e, de forma inusitada, insere uma torre vertical ao edifício – que, na realidade, estava no projeto do prédio original, embora nunca tenha sido construída.

    A torre criada pelo ZHA ainda foi projetada para valorizar as quatro fachadas do edifício, sem uma fachada principal, afinal de todas elas é possível ver a razão de existência do porto, o mar e os navios que chegam e partem da cidade.

    Fonte: http://casavogue.globo.com

    (0) Comentar
  • Louças e metais

    Quinta-Feira, 05 de Janeiro de 2017

    DESIGN, qualidade e inovação sempre foram conceitos que diferenciaram a DECA ao longo do tempo. Investindo constantemente em pesquisa e desenvolvimento tecnológico, a Deca se preocupa em oferecer produtos e soluções para seus clientes, sempre buscando a excelência em serviços e uma gestão sustentável. As linhas de CHUVEIRO da marca são um ótimo exemplo de tudo isso!

     

    Acqua Plus

    Com design e tecnologia exclusivos, o chuveiro ACQUA PLUS é uma excelente opção para baixa e alta pressão, fornecendo um banho extremamente confortável. Possui sistema de autolimpeza, sendo ativado sempre que a água for fechada.

     

    Aquamax

    O chuveiro AQUAMAX possui crivos salientes que facilitam a limpeza e jato linear intenso, fornecendo um banho extremamente confortável.

     

    Aspen

    Os chuveiros da linha ASPEN possuem crivos salientes que facilitam a limpeza, jato uniforme e concentrado, além disto, acompanha restritor de vazão de 16 litros/minuto que proporciona uma economia de até 35% de água.

     

    Chuá

    O chuveiro CHUÁ economiza água sem perder o conforto do banho.

     

     

    Chromo

    Único e exclusivo, o chuveiro CHROMO tem o conforto do banho aliado ao poder relaxante das cores. Com um baixo consumo de energia, proporciona uma experiência única.

    Venha até a Aldeia e conheça mais sobre os chuveiros e todos os produtos Deca!

    Fonte: Deca.

    (0) Comentar
  • Revestimentos

    Quarta-Feira, 04 de Janeiro de 2017

    Há mais de seis décadas a VIDROTIL traduz arte e cultura em MOSAICOS de vidro artesanais, seja com painéis artísticos ou como revestimento para arquitetura, design de interiores e paisagismo.

    A superfície e o formato irregulares são características marcantes do produto, pois permitem texturas EXCLUSIVAS e infinita liberdade de criação e renovação.

     

    Mutações

    A interpretação gráfica por meio da mistura de cores e tamanhos formam texturas inusitadas que valorizam diferentes ambientes. Com uma cartela de cores incrível, a coleção MUTAÇÕES é uma proposta inovadora para a arquitetura e para o design de interiores, pois cria infinitas combinações.

     

    Degradês

    O mosaico Vidrotil em sua mais alta performance e exclusividade. Os DEGRADÊS representam em sua essência a personalidade de quem reveste e decora, pois a mistura das tesselas pode ser elegante se desenvolvida em tom sobre tom, ou despojadas com a mistura de cores diversas.

     

    Miscelânea

    Misturando tamanhos e cores é possível criar e recriar; são infinitas possibilidades. O uso de tesselas em quaisquer proporções resulta nos mais variados efeitos, sempre com muito brilho, textura exclusiva e a irregularidade artesanal que dá movimento e charme às superfícies.

     

    Artísticos

    Grandes nomes das ARTES plásticas utilizam o mosaico Vidrotil como veículo de expressão. As características artesanais tornam o mosaico Vidrotil um grande aliado na realização de trabalhos exclusivos que podem complementar projetos arquitetônicos ou de design de interiores.

     

    Ritmos

    A MUSICALIDADE desta coleção permite a constante transformação do produto. A experiência sensorial ao ouvir uma boa música é interpretada em painéis decorativos especialmente personalizáveis.

    Venha até a Aldeia e surpreenda-se com os produtos Vidrotil!

    Fonte: Vidrotil.

    (0) Comentar
  • Geral

    Terça-Feira, 03 de Janeiro de 2017

    O melhor ambiente do mundo é onde você se sente em casa. Seja qual for o seu estilo, a Aldeia tem.

    Meu estilo, minha casa, minha Aldeia.

    (0) Comentar
  • Exposições/ Mostras

    Segunda-Feira, 02 de Janeiro de 2017

    Seis anos depois das vacas invadirem São Paulo na Cow Parade, chegou a vez dos elefantes. Cerca de 85 esculturas serão customizadas na Elephant Parade São Paulo 2017, sendo a maior exposição de arte ao livre na história da cidade. A mostra será nos meses de junho e julho, sendo antecedida pelas pinturas ao vivo, que acontecerão no Shopping Ibirapuera (abril e maio).

    Os interessados em participar da Elephant Parade São Paulo devem inscrever projetos com a proposta da pintura. Um Comitê de Seleção irá selecionar cerca de 300 projetos, que serão apresentados aos potenciais patrocinadores para escolha. A inscrição de projetos começou em dezembro de 2016 e vai até o final de janeiro de 2017.

    Entre os meses de abril e maio, os artistas vão fazer a customização das esculturas aos olhos do público e em junho elas vão ser expostas em avenidas, praças, parques, metrôs e outros pontos de grande circulação de São Paulo.

    O encerramento da exposição será julho, com a realização de um leilão beneficente das esculturas. Parte do valor arrecado será dividido entre projetos de preservação do elefante, entidades beneficentes de São Paulo e os artistas participantes.

    Criado pelo holandês Mike Spits, a Elephant Parade foi inspirada em uma bebê elefante da Tailândia, a Mosha, que aos seis meses de idade perdeu uma das patas ao pisar em uma mina terrestre.

    A Elephant Parade foi a forma encontrada para buscar recursos para cuidar de Mosha, comprar a prótese dela anualmente (uma vez que o tamanho da prótese muda conforme ela cresce), e também ajudar todos os outros elefantes asiáticos que sofrem com as minas e com os maus tratos.

    Depois de passar por países como Inglaterra, Itália, Holanda, Bélgica, Alemanha, França, Dinamarca, Japão, Estados Unidos, China e Singapura. Em 2015, a Elephant Parade desembarcou na América Latina, com a primeira exposição em Florianópolis. São Paulo será a segunda cidade brasileira a receber a exposição.

    Fonte: http://elephantparade.com.br

     

    (0) Comentar
  • Dica

    Domingo, 01 de Janeiro de 2017

    Se você é da turma que gosta de pedalar, caminhar, cuidar da saúde e ainda tem curiosidade em conhecer o traçado do Autódromo Internacional de Goiânia, terá uma boa chance para unir o útil ao agradável.

    Com o final das disputas de automobilismo, o uso da pista do autódromo foi liberado ao público no último dia 20 de dezembro.

    Quem quiser aproveitar o circuito para fazer atividades de lazer ou treinamentos terá espaço livre durante todos os dias da semana, das 5h às 22h.

    A principal praça esportiva do automobilismo goiano possui 3.820 metros de extensão. O local conta ainda com estacionamento para visitantes e equipe de segurança.

    Fonte: http://www.opopular.com.br

     

    (0) Comentar
  • Próximos posts
  • Posts anteriores
  • Loja Goiânia

    (62) 3093 1717

    Newsletter

    Para receber as novidades da Aldeia, cadastre seu e-mail aqui: